A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
140 pág.
AULAS DE 1 A 10 - Contabilidade Tributária(1)

Pré-visualização | Página 5 de 39

de custo integrado e coordenado com o restante da escrituração aquele que for apoiado em valores originados da escrituração contábil (matéria-prima, mão-de-obra direta, custos indiretos de fabricação, que permita determinação contábil, ao fim de cada mês, do valor dos estoques de matérias-primas e outros materiais, produtos em elaboração e produtos acabados, com base livros auxiliares, fichas, folhas contínuas, ou mapas de apropriação ou rateio, tidos em boa guarda e de registros coincidentes com aqueles constantes da escrituração principal e que permita avaliar os estoques existentes na data de encerramento do período de apropriação de resultados segundo os custos efetivamente incorridos.
O valor dos bens existentes no encerramento do período de apuração poderá ser pelo custo médio (CMPM - Custo Médio Ponderado Móvel) ou o valor dos bens adquiridos ou produzidos mais recentemente (PEPS – Primeiro a Entrar Primeiro a Sair), admitida ainda, a avaliação com base no preço de venda, subtraída a margem de lucro.
Se a escrituração do contribuinte não satisfizer às condições definidas em lei os estoques deverão ser avaliados conforme o seguinte:
Materiais em processamento - por uma vez e meia o maior custo das matérias-primas adquiridas no período de apuração, ou em oitenta por cento do valor dos produtos acabados;
Produtos acabados - setenta por cento do maior preço de venda no período de apuração (o valor dos produtos acabados deverá ser determinado tomando por base o preço de venda, sem exclusão de qualquer parcela a título de Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicações – ICMS).
OBS: As disposições acima deverão ser reconhecidas na escrituração comercial.
CUSTO DOS BENS OU SERVIÇOS (Art. 289 a 291 – RIR/99)
No caso das entidades industriais o custo das mercadorias revendidas e das matérias-primas utilizadas será determinado com base em registro permanente de estoques ou no valor dos estoques existentes, de acordo com o Livro de Inventário, no fim do período de apuração.
No caso entidades comerciais, o custo de aquisição de mercadorias destinadas à revenda será integrado pelos gastos com transporte e seguro, até o estabelecimento do adquirente e os tributos devidos na aquisição ou importação, onde os gastos com desembaraço aduaneiro integram o custo de aquisição, não se incluindo nestes os impostos recuperáveis (ou compensáveis) através de créditos na escrita fiscal.
Os custos de produção dos bens ou serviços vendidos compreenderão, obrigatoriamente:
O custo de aquisição de matérias-primas e quaisquer outros bens ou serviços aplicados ou consumidos na produção;
O custo do pessoal aplicado na produção, inclusive de supervisão direta, manutenção e guarda das instalações de produção;
Os custos de locação, manutenção e reparo e os encargos de depreciação dos bens aplicados na produção;
Os encargos de amortização diretamente relacionados com a produção;
Os encargos de exaustão dos recursos naturais utilizados na produção.
Integrará também o custo o valor das quebras e perdas razoáveis, de acordo com a natureza do bem e da atividade, ocorridas na fabricação, no transporte e manuseio;
As quebras ou perdas de estoque por deterioração, obsolescência ou pela ocorrência de riscos não cobertos por seguros, desde que comprovadas:
Por laudo ou certificado de autoridade sanitária ou de segurança, que especifique e identifique as quantidades destruídas ou inutilizadas e as razões da providência;
Por certificado de autoridade competente, nos casos de incêndios, inundações ou outros eventos semelhantes;
Mediante laudo de autoridade fiscal chamada a certificar a destruição de bens obsoletos, invendáveis ou danificados, quando não houver valor residual apurável.
A aquisição de bens de consumo eventual, cujo valor não exceda a cinco por cento do custo total dos produtos vendidos no período de apuração anterior, poderá ser registrada diretamente como custo.
 
QUESTÕES DISCURSIVAS:
O Regulamento do Imposto de Renda dispõe que ao final de cada período de apuração a pessoa jurídica deverá promover o levantamento e avaliação dos seus estoques. Quais são estes tipos de estoques e quais as suas relações com os elementos tributários? 
Para atender aos interesses da arrecadação, a legislação tributária constantemente se reporta aos princípios contábeis no intuito de resguardar os interesses da fazenda e a adoção da Legislação Comercial e Fiscal. Defina estes princípios e cite três exemplos de obrigações derivadas concomitantemente das Legislações Comercial e Fiscal.
Caracterize as responsabilidades do contador nas relações com o fisco.
As pessoas jurídicas devem manter escrituração com observância das leis cíveis, comerciais e fiscais, devendo abranger todas as operações, os resultados apurados em suas atividades no território nacional. Com base nestes argumentos caracterize as principais obrigações emanadas destas legislações.
QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA:
Indique a alternativa que não se relaciona com as responsabilidades legais da empresa e da contabilidade na atividade de escrituração e evidenciação: 
As pessoas jurídicas devem manter escrituração com observância das leis cíveis, comerciais e fiscais, devendo abranger todas as operações, os resultados apurados em suas atividades no território nacional, bem como os lucros, rendimentos e ganhos de capital auferidos no exterior;
É facultado às pessoas jurídicas que possuírem filiais, sucursais ou agências manter contabilidade não centralizada, devendo incorporar ao final de cada mês, na escrituração da matriz, os resultados de cada uma delas;
A falsificação, material ou ideológica, da escrituração e seus comprovantes, ou de demonstrações contábeis, que tenham por objeto eliminar ou reduzir o montante de imposto devido, ou diferir seu pagamento, submeterá o sujeito passivo a multa, independentemente da ação penal que couber;
A contabilidade no âmbito das Sociedades por Ações deve elaborar procedimentos “imperment”, pelo menos uma vez por ano, com base em laudos de avaliação de ativos, quando houver sido constatada redução do valor recuperável de ativos, nos moldes do CPC 01; 
A controladoria da organização deve elaborar os regulamentos de controle interno referentes às atividades de registro e controle das operações de todos os atores da organização. 
As pessoas jurídicas devem manter escrituração com observância das leis cíveis, comerciais e fiscais, devendo abranger:
Todas as operações, os resultados apurados em suas atividades no território nacional, bem como os lucros, rendimentos e ganhos de capital auferidos no exterior;
Todas as apurações e contestações de tributos incidentes sobre as operações e patrimônio do empreendimento;
Todas as apurações incidentes nas operações e resultados somente das organizações de Capital Aberto;
A apuração dos fluxos de caixa, valores adicionados e notas explicativas referentes as operações e patrimônio das organizações;
A apuração do Lucro Real para todas as organizações, independentemente da opção da administração da empresa. 
Indique a alternativa que satifaz ao critério a ser adotado na avaliação materias em processamento no caso da escrituração do contribuinte não atender às condições definidas em lei:
Setenta por cento do maior preço de venda no período de apuração, incluído o valor do ICMS;
Uma vez e meia o maior custo das matérias-primas adquiridas no período de apuração ou em oitenta por cento do valor dos produtos acabados;
Setenta por cento do maior preço de venda no período de apuração, líquido do valor do ICMS;
Oitenta por cento do valor dos produtos acabados, incluído o IPI e o ICMS incidente no preço de venda;
O custo de aquisição das matérias-primas, incluídos custos de mão-de-obra e demais custos incidentes na obtenção do produto.
Indique a alternativa que satifaz