A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
107 pág.
GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTOI

Pré-visualização | Página 1 de 28

�PAGE �1�
�PAGE �28�
UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA – UNAMA
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS – CCHS
CURSO: ADMINISTRAÇÃO 
DISCIPLINA: GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTO
PROFESSOR: EVANDRO ALMEIDA
CONCEITOS E FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
FINANÇAS - É aplicação de uma série de princípios econômicos, aliados à contabilidade, à estatística e outras ciências correlatas, visando maximizar a riqueza, obtendo o lucro mais elevado possível com o menor risco
ANÁLISE FINANCEIRA - É a técnica de dividir o todo em pequenas partes, no sentido de identificar os meios para tornar flexíveis e corretas as decisões sobre investimentos no momento apropriado e vantajoso.
PLANEJAMENTO FINANCEIRO
É um processo permanente, sistêmico e interativo das finanças, voltado para o futuro e visando a tomada de decisão. É a parte crucial da Adm. Financeira, pois é onde são definidas as ações a serem seguidas pela empresa, tais como:
a projeção das necessidades de caixa;
o estabelecimento das orientações de controle de custos;
o estabelecimento da fixação das metas futuras de vendas/lucros;
a decisão da melhor alocação dos escassos recursos;
o desenvolvimento de estratégias alternativas, no caso dos planos existentes não funcionarem, etc.
Incluí: - tomada diária de decisões, para auxiliar a empresa nas suas necessidades de caixa;
atenção nas mudanças intermediárias das atividades comerciais
a análise do CICLO OPERACIONAL, que ajuda o Administrador Financeiro a manter baixos custos de financiamentos, evitar elevados estoques e o excesso da capacidade produtiva
a adequada coordenação do tempo das atividades operacionais
conduz a melhores decisões dos níveis de produção e de estocagem
POLÍTICAS FINANCEIRAS
São as determinações das formas de ação emanadas dos dirigentes financeiros, destinadas a orientar os esforços e a tomada de decisão em relação aos investimentos, visando a obtenção de melhores resultados e minimizando os riscos.
Os Adm. Financeiros devem usar sólidas políticas de investimentos para minimizarem o risco e obterem melhores resultados
No processo de tomada de decisão em finanças, devem ser considerados o RISCO e a INCERTEZA.
Ex. Decide fazer investimentos em ativos na composição da carteira.
 Isso significa: Aproveitar os ativos de melhor retorno da maneira mais eficiente.
O Administrador deve: 
 1 - Manter a saúde da empresa
 2 - Maximizar a riqueza dos acionistas
RISCO x LUCRO
Em finanças os riscos mais elevados estão associados a ganhos mais altos possíveis, entretanto com maiores chances de se perder.
Exemplo: Aposta de corrida de cavalos (risco).
Existem jogadores que apostam em cavalos que tem remota chance de ganhar (azarões). Nesse caso as chances de se perder são grandes, porém os ganhos são maiores
O Administrador Financeiro sempre se depara com a situação de conflito:
OBJETIVO DA ADM. FINANCEIRA
* a curto prazo: MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO
* a longo prazo: MAXIMIZAÇÃO DA RIQUEZA DA EMPRESA
DEMONSTRAÇÃO ENTRE RISCO E RETORNO ESPERADO
Quanto maior o risco, maior o retorno.
Quanto menor o risco, menor o retorno.
INSTRUMENTOS UTILIZADOS PARA MAXIMIZAÇÃO DA RIQUEZA
O Administrador tem que ser generalista, e possuir
competência profissional
 A meta primária de um Administrador Financeiro e:
A maximização do lucro com nível aceitável de risco - a curto prazo
A maximização da riqueza - a longo prazo
FATORES MICROECONÔMICOS
Obs.: - Os princípios básicos da economia ajudam a tomada de decisão de vender ou comprar em qualquer mercado.
A teoria econômica ensina-nos a procurar a melhor alocação de recursos na economia. 
Ex. - Encontrar as melhores e mais baratas fontes de fundos para investir, na melhor e mais eficiente combinação de ativos.
Seria: Tentar encontrar a combinação de recursos que obterá o mais alto retorno ao menor risco.
Os bons e maus desempenhos dos Administradores são reconhecidos pelos investigadores, e são refletidos em mudanças correspondentes no valor das ações.
Os bons Administradores Financeiros evitam aceitar riscos excessivos para maximizar lucros.
Para a elaboração de um bom planejamento financeiro é necessário que os Administradores Financeiros entendam como responder efetivamente às mudanças na OFERTA, na DEMANDA e nos PREÇOS, o que proporcionará as ferramentas adequadas para a (elaboração do planejamento financeiro) tomada de decisões.
Ex.: Identificar o momento próprio para a emissão de ações, de obrigações ou outros investimentos financeiros.
A venda de produtos com lucro depende da habilidade dos Administradores Financeiros de analisarem e interpretarem as condições de demanda e oferta.
- As condições de OFERTA estão relacionadas com os CONTROLE DE CUSTO DE PRODUÇÃO, que são os elementos chave para manter os custos baixos, para que os PREÇOS possam ser ajustados em níveis competitivos.
Logo, manter a operação a CUSTOS BAIXOS capacitará a empresa a estabelecer PREÇOS competitivos para seus produtos e manter sua participação no mercado, ao mesmo tempo em que obtém um retorno razoável.
Por isso é muito importante entender e responder adequadamente às mudanças de DEMANDA, que permite aos Administradores Financeiros tirar vantagem das condições de mercado.
Obs.: Os bons Administradores Financeiros devem decidir da melhor forma possível, usando também a sua intuição e experiência.
FATORES MACROECONÔMICOS
- Compreende o ambiente econômico externo, que pode ser conhecido através da leitura de jornais, revistas, periódicos e também através dos noticiários.
O comportamento do mercado influencia nas decisões.
Ex.: Ambiente se deteriorando consumidores cortam os gastos
 Condições melhores consumidores tendem a comprar
 Forças econômicas
Decisões são influenciadas 
 Alterações legislação tributária
 Tomada de decisões
Ex.: Comércio em expansão Aumento nos investimentos e na produção
 Retração no comércio Redução nos investimentos
Obs. O mais importante e detectar quando ocorrem as mudanças nas atividades
Deve-se ter flexibilidade para entender
Os Administradores Financeiros para decidir devem (estar seguros) ter informações:
Investir ou não
Aumentar ou não o capital
Julgar a tendência futura da taxa de juros
Taxa de inflação antecipada
Comportamento do preço das ações
Mudanças esperadas nas atividades comerciais/industriais
Situação do mercado financeiro
As taxas de juros internacionais
Os Administradores bem informados possuem discernimento para obter vantagens das oportunidades rentáveis, em níveis de risco razoáveis
A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE
A Contabilidade fornece os DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS para ajudar os Administradores Financeiros a tomarem decisões acertadas
 BALANÇO PATRIMONIAL - fornece informações sobra a posição financeira, ou seja, como a empresa está alocando seus recursos aos ativos e como ela gera fundos de origem interna e externa
DEMONSTRATIVO RESULTADO DO EXERCÍCIO - DRE - fornece informações sobre a lucratividade. Está relacionado às vendas, às despesas e aos resultados (lucro ou prejuízo.
DEMONSTRATIVO DO FLUXO DE CAIXA - Fornece uma análise detalhada da maneira como o CAIXA foi gerado e indica como ele foi utilizado na condução de todas as fases de um negócio. (É opcional e nem todas as empresas utilizam)
A IMPORTÂNCIA DA ESTATÍSTICA

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.