A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
252 pág.
Direito Processual Civil

Pré-visualização | Página 19 de 50

ao endereço e dará cumprimento ao mandado; 
- procederá a citação deixando cópia do mandado e da certidão com pessoa da 
família do réu ou com qualquer vizinho; 
- o escrivão confirmará por via postal a citação efetivada (228, 229). 
b) POR EDITAL (231): 
A citação por edital é aquela que se realiza por meio de aviso publicado na imprensa, 
quando o réu for desconhecido ou se encontrar em lugar incerto e não sabido. 
 
APOSTILA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
Professor Heitor Miranda Guimarães 
77 
 
b.1) Procedimento (232): 
- ao ajuizar a inicial o autor poderá afirmar que não conhece o réu, nem seu endereço 
ou paradeiro; 
- será cabível quando não for possível a citação pessoal nem com hora certa. 
 
b.2) Alegação dolosa (233): 
- afirmação falsa do autor alegando desconhecer o réu ou seu endereço; 
- punição com multa de 5 salários mínimos, sem prejuízo das sanções penais. 
 
b.3) Requisitos: art. 232 do CPC. 
 
c) POR MEIO ELETRÔNICO (inciso IV do art. 221 do CPC acrescentado pela Lei nº 
11.419/06): 
- A Lei nº 11.280/06 incluiu o parágrafo único no art. 154 do CPC; 
- Restou determinado que os Tribunais, no âmbito das suas jurisdições, poderão 
disciplinar a prática e a comunicação oficial dos atos processuais por meios 
eletrônicos; 
- Deverão atender, ainda, os requisitos de autenticidade, integridade, validade 
jurídica e interoperabilidade da Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-
Brasil, onde todas as operações realizadas por meio eletrônico pelos órgãos públicos 
no país deverão respeitar um modo padrão. 
 
 
4 – EFEITOS DA CITAÇÃO: 
 
a) Torna prevento o juízo: 
- no CPC há dois modos de se dar a prevenção: pelo primeiro despacho ou pela 
citação (106 e 219); 
- Art. 106 cuida da prevenção entre juízos com mesma competência territorial; 
- Art. 219 trata da regra para hipótese de comarcas distintas. 
 
b) Induz litispendência: 
- com a citação forma-se a relação triangular, isto é, pode-se afirmar haver lide 
pendente; 
- existindo litispendência não poderá ser proposta ação futura idêntica. 
 
c) Torna litigiosa a coisa: 
- fica sujeita ao poder jurisdicional e não poderá ser modificada pelas partes; 
- Ex.: A propõe ação de reintegração de posse alegando que B invadiu sua fazenda – 
o bem jurídico objeto do processo (a fazenda) não poderá sofrer alterações 
(construção de cerca, desmatamento, demolição de casa, etc). 
 
d) Constitui o devedor em mora: 
- Mora é o retardamento culposo no cumprimento da obrigação. 
- as partes podem ajustar livremente o vencimento da obrigação, hipótese que no dia 
imediato ela será exigível; 
 
APOSTILA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
Professor Heitor Miranda Guimarães 
78 
- caso não haja convenção acerca da data do vencimento, a citação válida produzirá 
esse mesmo efeito, ou seja, a constituição em mora. 
- Ex.: Citação do réu para pagar a dívida ajuizada. 
 
e) Interrupção da prescrição: 
- O Código Civil prevê prazos diversos de prescrição (205 e 206); 
- É admitida a interrupção da prescrição somente uma vez nas hipóteses do art. 202 
do Código Civil (inciso I: ”por despacho do juiz”); 
- Para que se produza esse efeito é necessário que a citação seja válida, isto é, 
realizada de acordo com os requisitos da lei processual; 
- Será válida a citação realizada nos termos do § 2º do art. 219 do CPC; 
- Ao autor incumbe fornecer os elementos necessário para a prática do ato (cópias, 
recolhimento das custas etc). 
 
 
5 – COMPARECIMENTO DO REÚ A JUÍZO (214, §§ único): 
 
a) Argüição de Nulidade: 
- o réu pode comparecer apenas para argüir alguma nulidade; 
- o juiz verificará a existência ou não de prejuízo para acolher ou rejeitar a alegação; 
- Ex.: efetivação de citação com inobservância das formalidades legais, como citação 
por edital de réu com endereço conhecido ou citação com hora certasem haver 
suspeita de ocultação; 
- o § 2º do art. 214 dispõe que considerar-se-á feita a citação na data em que o réu ou 
seu advogado for intimado da decisão que resolveu a argüição de nulidade de ato. 
 
b) Simples pedido de vista dos autos: 
- PERIGO!!... simples pedido de vista dos autos formulado por procurador sem 
poderes especiais para receber citação não equivale ao comparecimento espontâneo 
do réu a juízo; 
- há controvérsias, pois presume-se que, estando o réu representado por 
advogado, este terá conhecimento da ação que lhe move o autor. 
 
6 – MODELO DE CITAÇÃO PELO RITO SUMÁRIO 
 
I - Designo audiência de conciliação para 27/02/2007 às 14:45. II - Cite(m)- se o(a)(s) 
requerido(a)(s) para comparecer(em) ao ato, pessoalmente ou através de preposto(s) 
com poderes para transigir, advertindo-o(a)(s) de que a ausência injustificada 
implicará presunção de veracidade dos fatos alegados na petição inicial, salvo se o 
contrário resultar da prova dos autos, bem como, observando que, se não obtida a 
conciliação, poderá(ão) apresentar defesa, escrita ou oral, esta por meio de advogado, 
acompanhada de documentos e rol de testemunhas e, se requerer(em) perícia, 
formulará(ão) seus quesitos desde logo, podendo indicar assistente técnico e 
formular quesitos. III - Diligencie o cartório no sentido de atender o prazo de 
antecedência para a citação do(a)(s) réu(é)(s), previsto no art. 277, caput, do Código 
de Processo Civil, certificando-se tal regularidade antes da realização da audiência 
em epígrafe. IV - POR MANDADO intime(m)-se o(a)(s) autor(a)(es) para 
 
APOSTILA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
Professor Heitor Miranda Guimarães 
79 
comparecer(em) pessoalmente à audiência, ou através de preposto(s) com poderes 
para transigir, e pela imprensa oficial intime-se seu advogado (caput do art. 331 do 
Código de Processo Civil). Defiro os benefícios do art. 172, § 2º do Código de 
Processo Civil, se requerido. Int. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOSTILA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
Professor Heitor Miranda Guimarães 
80 
 
VI - DAS INTIMAÇÕES 
 
1. Conceito. 
 
“A intimação pressupõe processo pendente, ao menos instaurado. É o ato pelo qual 
se comunica a alguém, para sua ciência, de algum ato praticado ou que se deva 
praticar”. (Frederico Marques). 
 
Segundo o CPC: “é o ato pelo qual se dá ciência a alguém dos atos e termos do 
processo, para que faça ou deixe de fazer alguma coisa.” (234) 
 
2. Destinatário das intimações – partes, advogados, o órgão do Ministério Público, 
auxiliares da Justiça e outras pessoas. 
 
3. Procedimento das Intimações – artigo 235 c/c artigo 262, ambos do CPC. - as 
intimações são feitas pelo escrivão, por oficial, pelo correio, através da Imprensa 
Oficial (236), por meio eletrônico (154, §§ único e § 2º). 
 
- pessoas estranhas aos autos são intimadas através de oficial de justiça; 
- a intimação, para sua materialização necessita da certidão, seja do escrivão, seja do 
oficial de justiça ou daquele que promoveu a intimação, para que o ato processual se 
solidifique e produza efeitos. 
- O revel independe de intimação 
- O advogado é intimado, preferencialmente: 
 
 pela imprensa - artigos 236 e 237, caput, 2ª parte, do CPC; pelo correio (artigo 
238), em carta registrada, com aviso de recebimento (art. 237, II e 39, parágrafo 
único, do CPC). 
 pelo escrivão – artigo 238 do CPC pelo oficial de justiça – artigo 239 do CPC 
 pessoalmente, em caso de antecipação de audiência – artigo 242, parágrafo 2º; por 
edital, se de outra forma não for possível realizar a intimação; por telefone, fax, 
em casos urgentes - a intimação do órgão do Ministério Público é feita 
pessoalmente – artigo 236, parágrafo segundo do CPC 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOSTILA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 
Professor Heitor Miranda Guimarães 
81 
 
VII - DA