A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Exercício epidemiologia doencas transmissiveis

Pré-visualização | Página 1 de 2

Exercícios
Introdução à epidemiologia das doenças infecciosas
1. Se uma doença afeta simultaneamente pessoas de vários países, pertencentes a mais de um continente, atingindo essas comunidades em número claramente excessivo se comparado ao normal esperado, temos então uma:
a. Endemia.
b. Epidemia.
c. Pandemia.
d. Epizootia.
2. Entende-se por comportamento endêmico de uma doença:
a. Quando sua ocorrência está claramente em excesso ao normal esperado.
b. Quando sua ocorrência apresenta-se na comunidade de forma regular.
c. Quando ocorre em grande número de países simultaneamente.
d. Quando apresenta uma variação sazonal bem definida.
3. Antes de Pasteur e Koch anunciarem suas descobertas, não era possível descrever adequadamente a cadeia do processo infeccioso de algumas doenças de caráter epidêmico por falta de evidências objetivas da(os):
a. Suscetibilidade do hospedeiro.
b. Reservatórios.
c. Microrganismos patogênicos ao homem.
d. Modos de transmissão.
4. Os fatores relativos ao hospedeiro condicionam:
a. A resistência e suscetibilidade a doenças.
b. As características antigênicas dos microrganismos patogênicos.
c. A exposição ao risco.
d. Alternativas "a" e "c".
5. No caso de uma particular doença infecciosa, qual das características abaixo não pode ser especificada, a menos que a cadeia do processo infeccioso seja conhecida?
a. Exposição ao risco.
b. Todas as medidas apropriadas de controle.
c. Patogenicidade do agente.
d. Resistência do hospedeiro.
6. Qual(is) dos seguintes atributos permite(m) ao agente biológico causar a doença?
a. Capacidade de sobreviver e permanecer infectante fora do hospedeiro.
b. Capacidade de multiplicar-se no hospedeiro.
c. Patogenicidade.
d. Todas as alternativas estão corretas.
7. A capacidade de um agente infeccioso causar doença em um hospedeiro suscetível é determinada pela:
a. Patogenicidade.
b. Valência ecológica.
c. Infectividade.
d. Antigenicidade.
8. Quais das seguintes características condicionam a ocorrência de uma infecção aparente ou inaparente ?
a. Aumento ou queda dos títulos de anticorpos.
b. Grau de infectividade do hospedeiro.
c. Presença ou ausência de sinais e sintomas clínicos na vigência de aumento significativo dos títulos de anticorpos.
d. Presença ou ausência de sinais ou sintomas clínicos pouco intensos ou severos.
9. Qual das seguintes assertivas referentes a doenças transmissíveis é incorreta?
a. Uma ampla variedade de agentes biológicos podem produzir síndromes clínicas semelhantes.
b. Muitos agentes biológicos causam doença em somente pequena proporção de indivíduos infectados.
c. O laboratório é de fundamental importância para o estabelecimento da etiologia de uma infecção.
d. Todos os indivíduos expostos a um agente infeccioso pela mesma via tornam-se infectados.
10. O hábitat natural no qual um agente infeccioso vive, cresce e se multiplica é denominado:
a. Veículo.
b. Reservatório.
c. Fonte de infecção.
d. Fômite.
11. Das alternativas abaixo, qual delas nunca se comporta como reservatório de um agente infeccioso?
a. Animais.
b. Solo.
c. Ar.
d. Vegetais.
12. Portadores podem ser definidos como pessoas que:
a. São imunes à doença em virtude de uma infecção adquirida previamente.
b. Apresentam imunidade passiva em decorrência de mecanismos naturais ou artificiais.
c. Albergam agentes infecciosos específicos na ausência de doença clinicamente discernível e servem como potenciais fontes de infecção.
d. Apresentam forma aguda de doença e servem de fonte potencial de infecção para suscetíveis.
13. Qual das alternativas abaixo não constitui características de portadores humanos?
a. Eles eliminam agentes infecciosos antes que sinais e sintomas da doença apareçam.
b. Eles apresentam-se infectados, não manifestam sintomas e sinais de doenças e são capazes de comportar-se como fontes de infecção.
c. Eles apresentam-se infectados e manifestam sinais e sintomas clínicos.
d. Eles podem albergar agentes infecciosos por um ano ou mais e são capazes de comportar-se como fontes de infecção.
14. Qual das alternativas abaixo, relativas à via de eliminação de agentes infecciosos, é incorreta?
a. O trajeto pelo qual o agente infeccioso deixa seu hospedeiro é comumente denominado "via de eliminação".
b. As infecções transmitidas pela saliva têm o aparelho digestivo como via de eliminação.
c. A via transplacentária é uma porta de eliminação muito importante, uma vez que a placenta é geralmente ineficaz na proteção do feto contra infecções maternas.
d. O mecanismo percutâneo de eliminação pela pele inclui picada de artrópodes e penetração de objetos como agulhas.
15. Qual das vias de eliminação abaixo é geralmente a mais importante e mais difícil de controlar?
a. Trato respiratório.
b. Trato alimentar.
c. Trato geniturinário.
d. Placenta.
16. A forma direta de transmissão (pessoa a pessoa) caracteriza-se por (ou pela):
a. Uma porta particular de eliminação do reservatório.
b. Severidade da doença.
c. Presença de um veículo ou vetor.
d. Transmissão imediata e mediata entre a via de saída e de entrada.
17. Qual alternativa a respeito da transmissão da toxiinfecção por estafilococo é correta?
a. A transmissão ocorre diretamente por gotículas.
b. A transmissão ocorre mecanicamente por vetor.
c. A transmissão ocorre indiretamente por veículo inanimado.
d. As alternativas "a" e "c" estão corretas.
18. Qual das alternativas abaixo constitui uma forma de transmissão direta?
a. Vetor.
b. Núcleos de Wells.
c. Fômites.
d. Gotículas de flügge.
19. Qual das alternativas abaixo não constitui um fator de resistência natural e inespecífica à infecção?
a. Ácido gástrico.
b. Cílios do trato respiratório.
c. Antitoxinas.
d. Membrana mucosa.
20. A suscetibilidade à infecção é aumentada por quais das seguintes condições?
a. Má nutrição.
b. Doença preexistente.
c. Mecanismo de resposta imunológica artificialmente deprimido.
d. Todas as alternativas estão corretas.
21. Os anticorpos maternos transferidos ao feto conferem que tipo de imunidade?
a. Ativa natural.
b. Ativa artificial.
c. Passiva natural.
d. Passiva artificial.
22. As imunoglobulinas hiperimunes conferem que tipo de imunidade?
a. Ativa natural.
b. Ativa artificial.
c. Passiva natural.
d. Passiva artificial.
23. As vacinas conferem que tipo de imunidade?
a. Ativa natural.
b. Ativa artificial.
c. Passiva natural.
d. Passiva artificial.
24. Uma infecção confere que tipo de imunidade?
a. Ativa natural.
b. Ativa artificial.
c. Passiva natural.
d. Passiva artificial.
25. Qual das informações abaixo é a mais útil, sob o aspecto epidemiológico, para a tentativa de identificar possíveis fontes de infecção?
a. Data da primeira visita do médico.
b. Data do início dos sintomas.
c. Data do diagnóstico.
d. Data da notificação do caso.
26. As doenças disseminam-se mais rapidamente em áreas urbanas do que em áreas rurais devido a:
a. Diferenças na disponibilidade e utilização da assistência médica.
b. Grande mobilidade da população em áreas urbanas.
c. Diferenças na freqüência da exposição a fontes de infecção.
d. Diferenças no nível de imunidade da população.
27. Doenças que ocorrem mais freqüentemente em áreas rurais do que em áreas urbanas são as:
a. Zoonoses.
b. Doenças parasitárias.
c. Doenças de transmissão direta.
d. Doenças de transmissão respiratória.
28. A importância da notificação de doenças é porque:
a. Ajuda a descobrir fontes de infecção.
b. Ajuda a estabelecer níveis endêmicos.
c. Ajuda a descobrir casos não conhecidos associados àqueles notificados.
d. Todas as alternativas.
29. Assinale a alternativa incorreta:
a. As zoonoses são doenças comuns a homens e animais.
b. A resistência dos microrganismos ao meio ambiente é um dos fatores condicionantes das formas de transmissão desses agentes.
c. A resistência bacteriana a antibióticos constitui marcador epidemiológico freqüentemente utilizado no estudo do comportamento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.