A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AV Gestão da Poluição (atmosférica, solo e sonora)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação: CCE0495_AV_201501191871 » GESTÃO DA POLUIÇÃO (ATMOSFÉRICA, SOLO E SONORA)
	Tipo de Avaliação: AV
	Aluno: 201501191871 - AGATHA LOURENÇO DE OLIVEIRA
	Professor:
	MARCIO JORGE GOMES VICENTE
	Turma: 9001/AA
	Nota da Prova: 8,0    Nota de Partic.: 2   Av. Parcial 2  Data: 10/06/2016 08:56:56
	
	 1a Questão (Ref.: 201501281055)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	A atmosfera do planeta Terra é igual à dos outros planetas? Por quê?
		
	
Resposta: Não. Há planetas que nem possuem atmosfera. Outros possuem, porém são atmosferas formadas por grupo de gases distintos ao de nosso planeta.
	
Gabarito:
Não. Alguns planetas não têm atmosfera e outros têm atmosfera com composição de tipos de gases diferentes dos da Terra.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201501274217)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Por que a umidade relativa do ar é um parâmetro ambiental importante para a poluição ambiental? 
		
	
Resposta: A umidade relativa do ar é um indicativo da presença das moléculas H2O na atmosfera terrestre. Essas moléculas de água entram em contato com determinados poluentes gerando compostos com alto potencial poluidor. Como exemplo disso, temos alguns ácidos, como ocorre na reação de H2O em contato com SO2 emitido por diversas fontes de poluição. Forma-se o ácido sulfídrico. Dessa forma, a poluição agride mananciais; pela lixiviação, as águas subterrâneas; prejudica vegetações; etc, pelo fenômeno de condensação. Também temos o fator saúde humana. Os chamados "tempos secos", que causam irritações nos olhos, náuseas, doenças pulmonares, entre outros problemas, advêm da alta concentraçãode poluentes e baixa umidade do ar, que nos serve como um forte indicativo do nível de poluição. Como exemplo, temos o fato de recomendações médicas para o uso de vaporizadores em cidades de intensa poluição, como SãoPaulo.
	
Gabarito:
 A umidade relativa do ar, além de ser um parâmetro que caracteriza o tipo de massa de ar que está atuando em uma dada região, é um parâmetro bastante significativo para determinar a qualidade do ar, uma vez que a disponibilidade de vapor d¿água próximo à superfície, associado ao padrão de ventos da região, pode favorecer o desenvolvimento de nuvens e precipitação, tornando o cenário favorável à dispersão
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201501903595)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	São gases encontrados em uma atmosfera impoluta (não poluída), exceto:
		
	
	Nitrogênio e gás carbônico.
	
	Nitrogênio e oxigênio.
	
	Argônio e ozônio.
	
	Oxigênio e gás carbônico.
	 
	Dióxido de enxofre e dióxido de nitrogênio.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201501963456)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Nossa atmosfera é constituída por muitos gases diferentes. A ação do homem tem alterado a concentração e existência de alguns gases em uma atmosfera antes não poluída e, a consequência são efeitos ambientais adversos. Dentre estes tipos de gases poluentes podemos destacar:
		
	
	Argônio e N2
	
	N2 e H2
	 
	SO2 e NO2
	
	Argônio e O2
	
	O2 e N2
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201501947489)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Condições meteorológicas possuem um importante papel na dispersão de poluentes atmosféricos. Estão corretas as afirmações, com exceção de:
		
	
	A topografia de uma região pode influenciar a circulação de massas de ar. Por exemplo, montanhas e vales podem modificar a dispersão de poluentes.
	 
	Em uma atmosfera muito instável, com ventos intensos e frequentes, a dispersão de poluentes não ocorre.
	
	Inversões térmicas próximo ao solo, limitam a dispersão de poluentes. Estas situações ocorrem principalmente à noite, com pouco vento.
	
	Atmosfera neutra permite a dispersão de poluentes. Situações de ventos moderados ou de céu coberto.
	
	Na condição de atmosfera instável, a dispersão de poluentes é mais efetiva. Esta situação ocorre devido ao forte aquecimento da superfície. Ocorre principalmente durante dias com ausência de vento.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201501947682)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Os grupos de poluentes que servem como indicadores de qualidade do ar, adotados universalmente e, que foram escolhidos em razão da frequência de ocorrência e de seus efeitos adversos, são, com exceção de:
		
	
	CO, Monóxido de Carbono.
	 
	N2, nitrogênio molecular
	
	SO2, Dióxido de Enxofre.
	
	Óxidos de nitrogênio e COVs, compostos orgânicos.
	
	O3, Ozônio e Oxidantes Fotoquímicos.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201501948663)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Para que o solo possa garantir as condições ideais de crescimento e manutenção dos seres que habitam e dependem deste elemento do ambiente, a ausência de poluentes deve ser garantida. Dentre os compostos citados quais os poluentes, mesmo considerando que estejam presentes em baixas concentrações?
		
	
	Nitrogênio e fósforo.
	
	Matéria orgânica e Húmus.
	
	Cálcio e magnésio.
	 
	Chumbo e Mercúrio.
	
	Cálcio e Potássio.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201501337257)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Dos seguintes compostos encontrados no solo e, que não é considerado poluente é:
		
	
	Hidrocarbonetos
	
	Metais pesados
	
	Inseticidas
	
	Plásticos
	 
	Húmus
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201501453008)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	COMO SÃO COMPOSTOS OS SERVIÇOS GEOTÉCNICOS?
		
	
	DELIMITAÇÃO E CONHECIMENTO
	
	INTERVENÇÃO E PAVIMENTAÇÃO
	
	ANTECIPAÇÃO E RECONHECIMENTO
	 
	SONDAGENS E ENSAIOS
	
	ANÁLISE PRELIMINAR E CONTROLE
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201501792987)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	A poluição sonora ocorre quando num determinado ambiente o som altera a condição normal de audição. Embora ela não se acumule no meio ambiente, como outros tipos de poluição, causa vários danos ao corpo e à qualidade de vida das pessoas. O ruído é o que mais colabora para a existência da poluição sonora. Estes ruídos provocam efeitos negativos para o sistema auditivo das pessoas, além de provocar alterações comportamentais e orgânicas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde OMS, marque a opção que é considerada como o nível de ruído recomendável para a audição.
		
	 
	50 dB
	
	90 dB
	
	85 dB
	
	86 dB
	
	80 dB
Parte superior do formulário