A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
resposta das web aula empresarial 2

Pré-visualização | Página 1 de 4

PLANO DE AULA 1:
CASO CONCRETO
Uma sociedade limitada, formada por DOIS sócios, atua no ramo de mecânica. O nome empresarial adotado pelos sócios foi denominação social: "O Rei da lata Velha Ltda". A Junta Comercial impugnou o nome empresarial por inadequação às exigências legais para a formação da denominação social. Foi correta a decisão da Junta Comercial? Fundamente. 
Resp.: Sim, a decisão foi correta, pois o objeto social da empresa deve ser designado, de acordo com o art. 1158, § 2 do cc; o nome empresarial adotado está inadequado por não constar a expressão que denote a atividade fim da empresa que é mecânica.
QUESTÃO OBJETIVA 01.
Paulo, sócio de uma sociedade limitada em formação e com objeto de Empresa, ainda sem registro na Junta Comercial, é surpreendido ao ler um jornal, que uma outra sociedade estava utilizando o nome empresarial da LTDA. Indignado ingressa em juízo, objetivando impedir o uso do nome da sua sociedade. O que poderia ser alegado em defesa da outra sociedade empresarial? 
X a) A defesa da sociedade empresarial é no sentido que não assiste razão a Paulo, tendo em vista que a proteção pretendida somente ocorre após o arquivamento dos atos constitutivos na Junta Comercial.
b) A defesa da sociedade empresarial é no sentido que assiste razão a Paulo, tendo em vista que a proteção pretendida ocorre antes do arquivamento dos atos constitutivos na Junta Comercial.
c) A defesa da sociedade empresarial é no sentido que assiste razão a Paulo, tendo em vista que a proteção pretendida ocorre pelo Princípio da Anterioridade.
d) A defesa da sociedade empresarial é no sentido que não assiste razão a Paulo, tendo em vista que a proteção pretendida somente ocorre após o arquivamento dos atos constitutivos no INPI.
e) A defesa da sociedade empresarial é no sentido que não assiste razão a Paulo, tendo em vista que a proteção pretendida somente ocorre após o arquivamento dos atos constitutivos no Registro Civil de Pessoas Jurídicas.
QUESTÃO OBJETIVA 02:
O Código Civil n010. 406/2002 alterou a disciplina das limitadas que antes era disciplinada pelo Decreto 3.708/19, para:
a) Torná-las pequenas anônimas.
b) Dar-lhes estrutura típica
X c) Redesenhar o controle da sociedade.
d) Facilitar a ação das minorias societárias.
e) Dificultar a criação de sociedades de pequeno porte notadamente aquelas entre marido e mulher, que facilitam a separação patrimonial.
PLANO DE AULA 2:
CASO CONCRETO:
Marluce e João são sócios de uma sociedade limitada no ramo de restaurantes fast food’s. Marluce se encontra adoentada e deseja se retirar da sociedade. Pergunta-se: A sociedade limitada composta por dois sócios será extinta de pleno direito com a retirada de um deles?
Resp.: Não. A sociedade continuará a existir por 6 meses até que João possa encontrar outro sócio para tomar o lugar de Marluce ou transformar a sociedade numa firma pessoal.
João poderá se valer das seguintes opções: a sociedade terá que ser reconstituída em 180 dias, afim de determinar a pluralidade de sócio. Ou, fundamentando-se no art. 1033 paragrafo único a sociedade poderá ser transformada em EMPRESÁRIO INDIVIDUAL ou EIRELI.
QUESTÃO OBJETIVA 01:
Em relação às sociedades LIMITADAS empresárias é possível afirmar que:
I - Tem somente caráter estatutário.
II - Seus sócios somente poderão contribuir para formação do capital social com dinheiro, bens ou direitos, jamais com serviços.
III - Poderão adotar somente denominação, seguida da palavra limitada.
IV - Sua personalidade jurídica autônoma só nasce com o arquivamento dos atos constitutivos na Junta Comercial.
SOMENTE é correto o que se afirmar em:
a) I e II;
b) I e III;
c) II e III;
X d) II e IV;
e) III e IV
QUESTÃO OBJETIVA 02: 
No estudo do capital social nas sociedades limitadas e obrigações dos sócios, observamos que:
a)  A sociedade responde até o limite do capital social pelas obrigações contraídas em seu nome.
X b) Em regra, os sócios respondem pelas obrigações da sociedade até o limite do valor das cotas por eles subscritas, embora sejam solidariamente responsáveis pela integralização do Capital Social.
c)  Somente em caso de falência da sociedade, o sócio remisso pode ser responsabilizado pelos demais sócios, pelo valor que faltar para a integralização da respectiva cota.
d) Somente os administradores, respondem, solidariamente, pela integralização de todas as cotas não inteiramente integralizadas.
e)  Os sócios nunca respondem pelas obrigações da sociedade, pois na limitada não se aplica a Teoria da Desconsideração da Personalidade Jurídica.
PLANO DE AULA 3
CASO CONCRETO:
Lucas, Daniel e Oswaldo são sócios de uma Limitada, que possui como objeto social uma rede de Supermercados em todo o Estado do Ceará. Lucas observou que Daniel, responsável pela escrituração da sociedade, vem lançando mão de negócios escusos ao objeto societário. Lucas não concorda com tais atitudes, mas Oswaldo acata tais deliberações. Você estudou nesta aula os direitos e obrigações dos sócios.
Então, como você resolveria esta questão para Lucas, em razão da prática de atos infringentes à lei, por parte de Daniel?
Resp.: Lucas poderá convocar reunião e registrar em ata e depois na junta comercial que é contra as atitudes de Daniel. De acordo com art. 1080 CC as deliberações infringentes ao contrato a lei tornam ilimitada a responsabilidade dos que expressamente as provem. Neste caso serão responsáveis somente Oswaldo e Daniel ilimitadamente.
QUESTÃO OBJETIVA 01:
Em relação ao sócio remisso, não integralizadas as suas cotas, os outros sócios podem:
I.-Tomá-las para si, mas jamais transferi-las a terceiros.
II - Somente transferi-las a terceiros.
III- Expulsar o sócio remisso sem o pagamento do valor já pago.
IV- Sem prejuízo do disposto no artigo 1004 e seu § único, tomá-la para si ou transferi-las a 3ºs, excluindo o primitivo titular e devolvendo-lhe o que houver pago, deduzidos os juros da mora e despesas.
Estão corretos os itens:
a) I e II.
b) I e III.
c) I e IV.
d) II e III.
X e) Somente o IV.
QUESTÃO OBJETIVA 02:
São direitos dos sócios na Sociedade Limitada:
a) Voto, recebimento dos lucros, fiscalização da sociedade, fazer parte da administração, retirar-se da sociedade.
b) O voto somente por parte dos administradores, fiscalizarem a sociedade, fazer parte da administração, retirar-se da sociedade.
c) Receber os lucros, mesmo se não houver lucros a distribuir.
d) Não integralizar as cotas nos prazos determinados e sim quando receberem parte dos lucros.
e) Retirar-se da sociedade somente com a autorização do administrado
PLANO DE AULA 4CASO CONCRETO:
Antônio, Sérgio e Carlos desejam constituir uma Sociedade Limitada no Estado de Alagoas, na Capital. O objeto social será uma Concessionária de automotivos. Antônio é Funcionário Público, mas deseja ser o administrador da sociedade. Os demais sócios concordaram com o seu desejo e levou o registro os atos constitutivos da sociedade na Junta Comercial do referido Estado. Você estudou nesta aula a administração da sociedade. Portanto, responda: Será possível a pretensão de Antônio?
Resp.: Não será possível, pois Antônio é legalmente impedido de constitui sociedade limitada, de acordo com a lei 8112, X, art.; 117
No caso em tela qualquer um dos sócios poderia exceto Antônio, por ser funcionário público ele esta impedido de exercer a função de atividade empresarial. Segundo art. 1085 CC
QUESTÃO OBJETIVA 01:
(28º Exame de Ordem - 1ª fase). Na sociedade limitada, se o contrato permitir administradores não sócios, já estando integralizado o capital social, a designação deles dependerá da aprovação dos sócios que representem, no mínimo: 
X A) 2/3 do capital; 
B) 1/4 do capital; 
C) 1/2 do capital; 
D) 3/4 do capital.
E) Maioria do Capital social
QUESTÃO OBJETIVA 02:
Quanto à administração da sociedade limitada, o novo Código Civil permitiu que a mesma fosse realizada por:
a) Somente sócios.
b) Somente não sócios.
X c) Sócios e não sócios, respeitando-se as questões legais

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.