A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
aula 9  SISTEMA Genital

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
SISTEMAS GENITAIS
*
Os órgãos dos sistemas genitais masculino e feminino podem ser agrupados por função.
Os testículos e os ovários, também chamados de gônadas, produzem os gametas – espermatozóides e ovócitos, respectivamente. 
*
As gônadas também secretam hormônios. 	
Os ductos dos sistemas genitais transportam e armazenam os gametas.
As glândulas sexuais acessórias produzem materiais que sustentam os gametas. 
*
Sistema Genital Masculino
Os órgãos do sistema genital masculino são: os testículos, que armazenam os espermatozóides e hormônios; os ductos, que armazenam ou transportam os espermatozóides para o exterior; as glândulas sexuais acessórias, que secretam o sêmen; e as várias estruturas de suporte, incluindo o pênis.
*
*
O escroto é uma bolsa que suporta os testículos; consiste de pele frouxa, fáscia superficial e musculatura lisa. Internamente, ele está dividido por um septo, em dois sacos, cada um contendo um testículo.
*
A localização do escroto e a contração das suas fibras musculares regulam a temperatura dos testículos.
A produção e a sobrevivência dos espermatozóides requer uma temperatura abaixo da temperatura corporal.
*
Os testículos, são um par de glândulas ovais, cobertos por uma densa cápsula fibrosa branca que estende para o seu interior, dividindo cada testículos em compartimentos internos chamados lóbulos. 
*
*
*
Cada um dos 200 – 300 lóbulos contém 1 a 3 túbulos seminíferos, que produzem os espermatozóides por um processo chamado espermatogênese.
*
Entre os espermatozóides em desenvolvimento nos túbulos estão as células de Sertoli ou de sustentação. Estas células suportam, protegem e nutrem as células espermatogênicas; fagocitam células espermatogênicas degeneradas; e secretam o hormônio inibina.
*
Entre os túbulos seminíferos estão grupos de células intersticiais de Leydig. Estas células secretam o hormônio masculino testosterona.
*
Espermatozóide
São produzidos aproximadamente 300 milhões de espermatozóides por dia, e, uma vez ejaculados, têm uma expectativa de vida de aproximadamente 48h no trato reprodutor feminino.
*
Um espermatozóide é composto de cabeça, uma peça intermediária e uma cauda.
Na cabeça está o material genético e enzimas que auxiliam o espermatozóide a penetrar o ovócito secundário.
*
As mitocôndrias, na peça intermediária do espermatozóide, sustentam o metabolismo que fornece energia para a locomoção.
A cauda, que é um flagelo típico, propele o espermatozóide.
*
Epidídimo
É um órgão em forma de vírgula, que se aloja ao longo da margem posterior dos testículos. É o local de maturação e armazenamento dos espermatozóides.
*
Ducto deferente
A medida que o ducto do epidídimo aumenta o seu diâmetro, ele passa a ser chamado de ducto deferente. 
*
*
Ele armazena os espermatozóides por muitos meses, propelindo-os em direção à uretra durante a ejaculação, através das contrações peristálticas de sua túnica muscular.
*
Ducto ejaculatório
Atrás da bexiga estão os ductos ejaculatórios, formados pela união do ducto da vesícula seminal e o ducto deferente. Os dutos ejaculatórios ejetam esperma (sêmen) no interior da uretra.
*
*
Uretra
É o ducto terminal do sistema, servindo como via de passagem de esperma e de urina. No homem, a uretra passa através da próstata, do diafragma urogenital e do pênis.
*
Glândulas sexuais acessórias – Vesículas seminais próstata e as glândulas bulbouretrais ou de Cowper.
Secretam a maior parte líquida do sêmen.
As vesículas seminais pareadas são estruturas em forma de sacos situadas junto à base da bexiga, á frente do reto.
*
Elas secretam um fluido alcalino e viscoso contendo frutose, prostaglandinas e proteínas de coagulação.
A próstata é uma glândula única em forma de anel, do tamanho de uma noz.
*
Está localizada abaixo da bexiga, circundando a porção superior da uretra.
Secreta um líquido leitoso, levemente ácido, que contêm nutrientes e várias enzimas (PSA, lisozimas e enzimas de coagulação)
*
As glândulas bulbouretrais ou de Cowper pareadas são do tamanho de uma ervilha. Localizam-se abaixo da próstata em ambos os lados da uretra.
Secretam uma substância alcalina na uretra que protege os espermatozóides pela neutralização do ambiente ácido da uretra. 
*
Também produzem muco que lubrifica as extremidades do pênis durante o ato sexual.
*
Sêmen
É uma mistura de espermatozóides e secreções das vesículas seminais, da próstata e das glândulas bulbouretrais.
O sêmen proporciona ao espermatozóide nutrientes e um meio de transporte.Neutraliza o ambiente ácido da uretra masculina e feminina.
*
Também contém enzimas que ativam o espermatozóide após a ejaculação, e um antibiótico que mata as bactérias no próprio sêmen e no trato genital feminino.
*
Pênis
O pênis é usado para introduzir esperma na vagina. É um órgão cilíndrico que consiste de uma raiz, um corpo e a glande. É composto de três massas de tecido erétil. 
*
As duas massas dorsais são chamadas de corpos cavernosos do pênis. A massa ventral, o corpo esponjoso do pênis contém a uretra.
*
Todas as três massas são envolvidas por fáscias e pele e consistem de tecido erétil contendo seios sangüíneos. Sob a influência de estimulação sexual, as artérias que irrigam o pênis dilatam-se, e grandes quantidades de sangue entram nos seios, resultando em uma ereção, um estímulo parassimpático.
*
Um esfíncter de músculo liso na base da bexiga se fecha durante a ejaculação para evitar a mistura ácida de urina com o sêmen na uretra, o que imobilizaria os espermatozóides. O esfíncter também evita que o sêmen entre na bexiga.
*
A extremidade distal do corpo esponjoso é uma região levemente aumentada chamada de glande do pênis. Na glande está a abertura da uretra (óstio externo) para o exterior. Recobrindo a glande está o prepúcio do pênis, a pele frouxa.
*
*
*
*
Sistema Genital Feminino
Os órgãos femininos de reprodução incluem os ovários (gônadas femininas), que produzem ovócitos secundários e os hormônios sexuais femininos; as tubas uterinas (de Falópio) que transportam o óvulo ao útero; 
*
o útero que aloja o feto;a vagina; os órgãos externos – a vulva ou o pudendo. 
*
Ovários
São órgãos pareados, do tamanho e da forma de uma amêndoa. Encontram-se um de cada lado da cavidade pélvica, mantidos no lugar por ligamentos suspensórios, largos e ováricos.
Consistem das seguintes partes:
*
*
Epitélio germinal: uma camada superficial de epitélio.
Estroma: camada que contém folículos ovarianos e contém nervos, vasos sanguíneos e linfáticos.
*
Folículos ováricos:consistem de ovócitos em vários estágios de desenvolvimento e células foliculares,que nutrem os ovócitos e começam a secretar estrógenos.
*
Folículo maduro (de Graaf): um folículo grande preenchido por líquido que logo sofrerá ruptura expelindo um ovócito secundário. Processo chamado de ovulação.
Corpo lúteo: produz hormônios sexuais femininos.
*
Tubas uterinas ( de Falópio)
Localizam-se lateralmente ao útero e transportam os ovócitos secundários ao útero. Cada tuba apresenta uma extremidade aberta em forma de funil, o infundíbulo, próxima ao ovário, da qual partem projeções digitais chamadas fímbrias, 
*
que auxiliam na coleção dos ovócitos
para o interior da tuba após a ovulação.
O ovócito, é então transportado através da tuba, pelos cílios do seu revestimento mucoso e contrações peristálticas da túnica muscular.
*
Útero
É o local onde ocorre a menstruação, a implantação de um óvulo fertilizado, o desenvolvimento do feto durante a gravidez e o trabalho de parto.
Situa-se entre a bexiga e o reto e tem forma de uma pêra invertida.
*
As partes do útero incluem uma porção acima das tubas, chamada de fundo, uma porção