Resumo Anatomia - básico
13 pág.

Resumo Anatomia - básico


DisciplinaAnatomia Humana I29.045 materiais1.162.827 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Revisão de Anatomia Básica \u2013 eixo 
1 
\u25cf Introdução à Anatomia: 
­ Anatomia Sistemática: \u200bestudo dos sistemas que atuam em conjunto                   
para realizar funções complexas. Ex.: Tegumento comum, sistema               
esquelético. 
­ Anatomia Topográfica ou Regional: \u200bcontempla a organização do                 
corpo humano em partes principais ou segmentos. Ex.: cabeça,                 
pescoço. 
­ \u200bAnatomia de Superfície: \u200bcompreende o estudo das projeções de                   
estruturas na pele, as quais a envolve. *Fundamental para o exame do                       
paciente* 
Anatomia Sistemática 
\u25cf Posição Anatômica: 
Cabeça, olhar e dedos voltados anteriormente (para frente)\u37e 
Braços ao lado do corpo, com as palmas voltadas anteriormente\u37e 
Membros inferiores próximos, com os pés paralelos. 
 
\u25cf Planos anatômicos: \u200bas descrições anatômicas baseiam­se em quatro               
planos imaginários que cruzam o corpo na posição anatômica: 
a) Plano mediano: Plano vertical que corta o corpo longitudinalmente e                   
o \u200bdivide em metade direita e esquerda\u200b\u37e 
b) Planos sagitais: Planos verticais que atravessam o corpo               
paralelamente ao plano mediano. 
c) Planos frontais ou coronais: Planos verticais que atravessam o corpo                   
formando ângulos retos com o plano mediano, \u200bdividindo o corpo em                     
partes anterior e posterior\u200b. 
d) Planos transversos ou axiais: Planos horizontais que atravessam o                 
corpo formando ângulos retos com os planos mediano e frontal,                   
dividindo o corpo em partes superior e inferior\u200b. 
** Plano que divide o encéfalo em dois lados iguais, direito e                       
esquerdo \u2013 \u200bPlano Sagital Mediano\u200b. ** 
 
Tegumento Comum (pele e anexos) 
 
A pele propicia: 
o Proteção \u200bcontra efeitos ambientais, como escoriações, perda de líquido,                 
substâncias prejudiciais, radiação ultravioleta e microrganismos           
invasores\u37e 
o Contenção das estruturas do corpo (p. ex., tecidos e órgãos) e de                       
substâncias vitais (principalmente líquidos extracelulares), evitando a             
desidratação que pode ser grave em casos de lesões cutâneas extensas                     
(p. ex., queimaduras)\u37e 
o Regulação do calor mediante a evaporação do suor e/ou a dilatação ou                       
constrição dos vasos sanguíneos superficiais\u37e 
o Sensibilidade (p. ex., dor) por meio de nervos superficiais e suas                     
terminações sensitivas\u37e 
o Síntese e armazenamento \u200bde vitamina D. 
A \u200bpele\u200b, o maior órgão do corpo, é formada por: 
o Epiderme \u200b(tecido epitelial queratinizado)\u200b: Forma uma superfície externa               
protetora sobre a \u200bcamada basal ou profunda, regenerativa e                 
pigmentada, é avascular. Nutrida pela derme vascularizada subjacente. 
o Derme \u200b(tecido conjuntivo)\u200b: Camada densa de \u200bfibras colágenas e                 
elásticas que garantem o tônus cutâneo, resistência e firmeza da pele. É                       
onde estão localizados os \u200bmúsculos eretores dos pelos (deixam a pele                     
arrepiada). Anexos da derme: Músculos eretores dos pelos, glândulas                 
sebáceas e sudoríparas e folículo piloso (músculo liso SNA). 
o Tela subcutânea ou tecido subcutâneo \u200b(tecido conjuntivo frouxo +                 
tecido adiposo)\u200b: Contém glândulas sudoríparas, vasos sanguíneos             
superficiais, vasos linfáticos e nervos cutâneos. Responsável pela \u200bmaior                 
reserva de gordura corporal\u200b. Participa da termorregulação (isola e retém                   
calor no corpo), protege contra a compressão óssea (p. ex., nas                     
nádegas). 
Características da epiderme  Características da derme 
­ queratinizada  ­ vascularizada e inervada 
­ avascular e sem nervos  ­ fibras colágenas e elásticas 
­ melanina no seu estrato basal  ­ tônus e resistência 
** Palma da mão e planta dos pés: NÃO tem pelos, NÃO tem glândulas                           
sebáceas. Possui glândulas sudoríparas em abundância e ligamentos cutâneos                 
que se estendem da fáscia até a derme. ** 
 
Artrologia 
São uniões ou junções entre dois ou mais ossos ou partes rígidas do                         
esqueleto. Algumas articulações não têm movimento (p. ex, lâminas epifisiais),                   
outras permitem apenas pequeno movimento (p. ex., dentes em seus alvéolos)                     
e outras tem mobilidade livre (p. ex., articulação do ombro). 
Três classes de articulações são descritas de acordo com a forma ou o                         
tipo de material pelo qual os ossos são unidos: 
o Articulações sinoviais: \u200bOs ossos são unidos por uma \u200bcápsula articular\u200b.                   
Na cavidade articular, contém um pequeno volume de \u200blíquido sinovial                   
lubrificante. Permitem livre movimento, típicas de quase todas as                 
articulações dos membros. 
o Articulações fibrosas: Os ossos são unidos por um \u200btecido fibroso\u200b. As                     
suturas cranianas são exemplos de articulações fibrosas. O grau de                   
movimento depende do tamanho das fibras. 
o Articulações cartilagíneas ou cartilaginosas: As estruturas são             
unidas por \u200bcartilagem hialina ou fibrocartilagem\u200b. Os \u200bdiscos               
intervertebrais existentes entre as vértebras, são exemplos, essas               
articulações permitem que a coluna vertebral resista e absorva impactos,                   
além de considerável flexibilidade. 
 
Osteologia 
Esqueleto axial: \u200bformado pelos ossos da cabeça \u200b(crânio)\u200b, do pescoço \u200b(hioide 
e vértebras cervicais)\u200b e tronco (\u200bcostelas, esterno, vértebras e carpo\u200b). 
Esqueleto apendicular: \u200bformado pelos \u200bossos dos membros\u200b, inclusive aqueles                 
que formam os cíngulos dos membros superiores e inferiores. 
 
 
O \u200bosso\u200b, um tecido vivo, é uma forma rígida (70% de cálcio) e altamente                           
especializada de tecido conjuntivo que compõe a maior parte do esqueleto. 
o Possui certa elasticidade: 30% de material orgânico\u37e 
o Sustentação para o corpo e suas cavidades vitais, é o principal tecido de                         
sustentação\u37e 
o Proteção\u200b para estruturas vitais (p. ex., coração)\u37e 
o Armazenamento \u200bde cálcio e fosfato (na gestação forma o esqueleto do                     
feto e dá a cor esbranquiçada)\u37e 
o Suprimento \u200bde células sanguíneas (hematopoiético). 
Classificação dos ossos: 
Existem dois tipos de ossos: 
o Ossos compactos: \u200bestrutura mais espessa que dá sustentação\u37e 
o Ossos esponjosos: no nascimento contém a medula óssea vermelha, e                   
nos ossos longos está nas extremidades)\u37e 
Todos os ossos têm uma camada fina superficial de osso compacto ao                       
redor de uma massa central de osso esponjoso, \u200bexceto nas partes em que o                           
osso esponjoso é substituído pela \u200bcavidade medular\u200b. 
Os ossos são classificados de acordo com o formato: 
o Ossos longos: \u200bsão tubulares. Comprimento é predominante. \u200bPossui o                 
canal medular (onde existe a medula óssea vermelha, que com o tempo                       
sofre degeneração e transforma­se em medula óssea amarela).  
** \u200bOs locais que possuem a medula óssea vermelha: esterno,                   
costelas, base do crânio, corpos vertebrais, epífise proximal do fêmur e                     
do úmero, borda superior do quadril\u37e ** 
o Ossos curtos: são cuboides. Pouca movimentação e muita pressão.                 
Altura e comprimento proporcionais. Encontrados no tarso (tornozelo) e                 
no carpo (punho)\u37e 
o Ossos chatos ou planos: geralmente tem funções protetoras (p. ex.,                   
ossos do crânio que protegem o encéfalo). Altura