aula 21 Projetos Engenhoca e Ponte
13 pág.

aula 21 Projetos Engenhoca e Ponte

Disciplina:Introdução à Engenharia1.402 materiais11.195 seguidores
Pré-visualização2 páginas
INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 2013INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 2013INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 2013INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 2013
AULA PRÁTICA NO 21 – PROJETO E MONTAGEM:

PONTE DE MACARRÃO E ENGENHOCA – 16 DE SETEMBRO
PROFS. MAIRLOS NAVARRO, SELMO TORQUETTO, ANGELO BATTISTINI E IVO ALVES

AULA PRÁTICA NO 21 – PROJETO E MONTAGEM:
PONTE DE MACARRÃO E ENGENHOCA – 16 DE SETEMBRO

PROFS. MAIRLOS NAVARRO, SELMO TORQUETTO, ANGELO BATTISTINI E IVO ALVES

AULA PRÁTICA NO 21 – PROJETO E MONTAGEM:
PONTE DE MACARRÃO E ENGENHOCA – 16 DE SETEMBRO

PROFS. MAIRLOS NAVARRO, SELMO TORQUETTO, ANGELO BATTISTINI E IVO ALVES

AULA PRÁTICA NO 21 – PROJETO E MONTAGEM:
PONTE DE MACARRÃO E ENGENHOCA – 16 DE SETEMBRO

PROFS. MAIRLOS NAVARRO, SELMO TORQUETTO, ANGELO BATTISTINI E IVO ALVES

NOMENOME RA TURMA

2
Objetivos: Planejar, projetar e iniciar as montagens e testes da Ponte de Macarrão Engenhoca ao estilo
de Rube Goldberg.

Conhecimentos: Conceitos de Física (energias potencial, cinética e elástica, plano inclinado, alavanca,
pêndulo, treliças etc.), gestão de projetos, planejamento e visão estratégica.

Habilidades: Capacidade de desenvolver e organizar ideias e processos, comunicação e negociação
(relacionamento interpessoal), planejamento e elaboração de cronograma de projeto, criar montagens
diversas a partir de princípios físicos.

Atitudes esperadas: Criatividade, iniciativa, respeito, organização, foco em metas, espírito de equipe.

Introdução Teórica:
Durante as últimas semanas estudamos diversos princípios físicos, a partir dos quais criamos

determinadas montagens, desenvolvemos cálculos e
comprovamos na prática a aplicação desses princípios.
Anteriormente, já havíamos explorado a necessidade de um
projeto com suas fases de iniciação, planejamento, execução,
controle e encerramento.
Chegou a hora de planejarmos como será, de fato, a
Engenhoca de Rube Goldberg e a Ponte de Macarrão que
iremos trabalhar.

A Engenhoca de Rube Goldberg:
Esta engenhoca deve ter no mínimo 10 passos, ou seja, formas

distintas de troca de energia entre as diversas fases. Deve
também ter obrigatoriamente os princípios de Energia Mecânica (cinética e potencial), Energia Elástica
e Alavanca (momento); mas estas fases são apenas meios necessários para cumprimento da tarefa
proposta pela engenhoca, que é: “Chutar” uma bola e marcar um gol.
A bola que será chutada é uma bola padrão de Tênis
O tempo total de um ciclo de execução (funcionamento do início ao fim, passando pelos – pelo menos –
10 passos) da engenhoca, deve ser no máximo de 2 minutos.

A Ponte de Macarrão:
A ponte de macarrão deve ser executada de acordo com a documentação fornecida pela USJT e será
submetida a um ensaio destrutivo (ou de colapso), com aplicação de carga incremental, através da
aplicação de pesos.

Diversas teorias de gerenciamento de projetos (e de resolução de problemas) insistem que a fase de
planejamento deve ser trabalhada de maneira completa e minuciosa, minimizando os problemas e
gastos de tempo na execução. Também é uma das fases que mais demanda esforço, em tempo,
garantindo assim que tenhamos poucas surpresas desagradáveis no decorrer das demais fases do
projeto.
Vejam, a seguir, o gráfico desenvolvido pelo PMI (Instituto de Gerenciamento de Projetos) onde são
apresentados os tempos médios para execução de projetos. Perceba que a fase de planejamento é tão
longa (ou mais) do que a de execução.

3
Relembrando os principais grupos de processos:
1. Processos de Iniciação

o Entendimento da situação (e/ou problema) a ser solucionada.
o Definição do(s) objetivo(s) (coleta de dados da situação-problema).

2. Processos de Planejamento
o Levantamento das demandas, recursos necessários (humanos, materiais, tempos, etc.)

elaboração de cronograma, relação de atividades.
o Entendimento dos possíveis riscos e eventuais planos B, C, D, etc.
o Planejamento das atividades e passos necessários solução.
o Entendimento do que deverá ser comunicado a cada pessoa, as informações do projeto e

quem deverá ter acesso a qual tipo de informação.
o Entendimento de eventuais padrões, indicadores e níveis mínimos de qualidade a que

devem ser adotados.
3. Processos de Execução

o Como devem ser executadas cada tarefa e seus respectivos passos.
o Provisão de recursos, comunicação.

4. Processos de Monitoramento e Controle
o Os níveis, indicadores e padrões que devem ser observados para que a tarefa seja

concluída de maneira satisfatória.
o Qualidade e riscos

5. Processos de Encerramento
o Documentos que serão elaborados para registrar os sucessos, falhas e pontos

importantes do projeto, permitindo que outras pessoas entendam o que ocorreu e
aprendam com a solução apresentada.

o Relatórios de avaliação
o Fechamento

4
PARTE PRÁTICA:

1. Projeto:
Transcreva na tabela abaixo o objetivo e as principais regras que devem ser seguidas na montagem e
execução:

1.1 Iniciação

Fase de
desenvolvimento do

projeto

Ação

INICIAÇÃO
(Definição de Objetivos)

Objetivo (Escopo)INICIAÇÃO
(Definição de Objetivos)

Tempo
A apresentação será em:

Tempo para Montagem:

Horário de Início da Montagem:

Tempo máximo para operação:

INICIAÇÃO
(Definição de Objetivos)

Custo
Vai ser necessário comprar algum material?

Quais materiais?

Qual o custo total?

O valor vai ser dividido entre os alunos? Quanto?

5
Qualidade
Engenhoca:
Número mínimo de passos da Engenhoca:

Número de passos da sua Engenhoca:

Número de passos obrigatórios:

Quais os passos obrigatórios?

O tamanho máximo da Engenhoca é:

A sua Engenhoca mede:

Ela é montada sobre alguma estrutura? Qual? Como?

Ponte de Macarrão:
Adequação ao modelo de ponte escolhido:

Peso máximo da ponte:

Forma de fixação dos elementos:

Tipo de macarrão adequado?

Ela é montada sobre alguma estrutura? Qual? Como?

1.2 Planejamento

Preencha a tabela a seguir, com o planejamento básico para montagem e execução de seu projeto.
Lembre-se você pode alterar, incluir e excluir partes que ache necessárias para a operação de seu
projeto.

Fase de
desenvolvimento do

projeto

Ação

6
PLANEJAMENTO
(Detalhamento das
Ações Necessárias
antes da Execução)

Planejamento para Montagem:
Descreva o funcionamento básico de seu projeto:

Faça um esboço de seu projeto:

Quais as principais tarefas para montagem?

Definição das Fases e Passos:

Definição da Equipe envolvida em cada fase, passo e outros serviços:
Equipe de Gerenciamento

Equipe de Documentação

Equipes de Montagem

Equipe de Testes e Ajustes

Equipe __________________

Materiais:
Lista de Materiais Necessários

Lista de Materiais que devem ser Comprados

Custo Estimado de Materiais

Análise de Riscos:
Quais os principais riscos ao sucesso do projeto?

Como evitar os riscos?

Comunicação:
Há necessidade de uma equipe de comunicação? O que é comunicação
no seu projeto?

Tempo:

7
1.2.1 Definição dos Passos

Passo Princípio de Engenharia
Tempo de
Execução

Conexão com
outro Passo Materiais / Equipe

1 Materiais:

1

Equipe:

2 Materiais:

2

Equipe:

3 Materiais:

3

Equipe:

4 Materiais:

4

Equipe:

5 Materiais:

5

Equipe:

6 Materiais:

6

Equipe:

8
7 Materiais:

7

Equipe:

8 Materiais:

8

Equipe:

9 Materiais:

9

Equipe:

10 Materiais:

10

Equipe:

Materiais:

Equipe:

Materiais:

Equipe:

Materiais:

Equipe:

9
1.2.2 Modelo de Cronograma

Tarefa
Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo de Execução (em dias)Tempo