LISTA DE EXERCICIOS, LÓGICA PROPOSICIONAL, BASEADO EM CONCURSO PÚBLICO DO TRT
4 pág.

LISTA DE EXERCICIOS, LÓGICA PROPOSICIONAL, BASEADO EM CONCURSO PÚBLICO DO TRT

Pré-visualização1 página
Responda Verdadeiro ou falso
Ao comentar sobre as razões da dor na região lombar que seu paciente sentia, o médico fez as seguintes afirmativas. 
P1: Além de ser suportado pela estrutura óssea da coluna, seu peso é suportado também por sua estrutura muscular. 
P2: Se você estiver com sua estrutura muscular fraca ou com sobrepeso, estará com sobrecarga na estrutura óssea da coluna. 
P3: Se você estiver com sobrecarga na estrutura óssea da coluna, sentirá dores na região lombar. 
P4: Se você praticar exercícios físicos regularmente, sua estrutura muscular não estará fraca. 
P5: Se você tiver uma dieta balanceada, não estará com sobrepeso. 
Tendo como referência a situação acima apresentada, julgue os itens seguintes, considerando apenas seus aspectos lógicos.
Se todas as afirmações feitas pelo médico forem verdadeiras, também será verdadeira a afirmação \u201cSe você não sentisse dor na região lombar, então não estaria com sobrecarga na estrutura óssea da coluna\u201d.
R:
De acordo com as informações apresentadas, estar com a estrutura muscular fraca ou com sobrepeso é condição suficiente para o paciente sentir dores na região lombar.
R:
A negação da proposição P2 é equivalente à proposição \u201cVocê não está com sua estrutura muscular fraca nem com sobrepeso, mas está com sobrecarga na estrutura óssea da coluna\u201d.
R:
Se a proposição \u201cVocê está com sua estrutura muscular fraca\u201d for verdadeira e as proposições \u201cVocê está com sobrepeso\u201d e \u201cVocê está com sobrecarga na estrutura óssea da coluna\u201d forem falsas, então a proposição P2 será verdadeira.
R:
A proposição P1 pode ser corretamente representada pela forma simbólica PQ, em que P e Q são proposições convenientemente escolhidas e o símbolo representa o conectivo lógico denominado conjunção.
R: 
Ao noticiar que o presidente do país X teria vetado um projeto de lei, um jornalista fez a seguinte afirmação. 
Se o presidente não tivesse vetado o projeto, o motorista que foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual estava habilitado teria cometido infração gravíssima, punida com multa e apreensão do veículo, mas continuaria com a sua habilitação. 
Em face dessa afirmação, que deve ser considerada como proposição A, considere, ainda, as proposições P, Q e R, a seguir. 
P: O presidente não vetou o projeto. 
Q: O motorista que foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual é habilitado cometeu infração gravíssima, punida com multa e apreensão do veículo. 
R: O motorista que foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual é habilitado continuou com sua habilitação. 
Limitando-se aos aspectos lógicos inerentes às proposições acima apresentadas, julgue os itens seguintes.
A proposição A é logicamente equivalente à seguinte proposição: O motorista que foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual está habilitado não cometeu infração gravíssima, punida com multa e apreensão do veículo, ou não continua com sua habilitação, pois o presidente vetou o projeto.
R: 
Caso sejam verdadeiras as proposições P e Q, a afirmação A será também verdadeira independentemente do valor lógico da proposição R.
R:
A proposição A estará corretamente simbolizada por PQR, em que os símbolos \u201c\u201d e \u201c\u201d representam, respectivamente, os conectivos lógicos denominados condicional e conjunção.
R:
A veracidade da proposição A permite concluir que o motorista que não continua com sua habilitação foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual está habilitado.
R:
A negação da proposição \u201cO motorista foi pego dirigindo veículo de categoria diferente daquela para a qual está habilitado\u201d é \u201cO motorista não foi pego dirigindo veículo de categoria igual àquela para a qual não está habilitado\u201d.
Considere as seguintes definições de conjuntos, feitas a partir de um conjunto de empresas, E, não vazio. 
X = conjunto das empresas de E tais que \u201cse a empresa não entrega o que promete, algum de seus clientes estará insatisfeito\u201d; 
A = conjunto das empresas de E tais que \u201ca empresa não entrega o que promete\u201d; 
B = conjunto das empresas de E tais que \u201calgum cliente da empresa está insatisfeito\u201d. 
Tendo como referência esses conjuntos, julgue os itens seguintes.
Se X = E, então todas as empresas de E não entregam o que prometem.
R:
A negação da proposição \u201cA empresa não entrega o que promete\u201d é \u201cA empresa entrega o que não promete\u201d.
R: 
Em um campeonato de futebol, as equipes ganham 5 pontos sempre que vencem um jogo, 2 pontos em caso de empate e 0 ponto nas derrotas. Faltando apenas ser realizada a última rodada do campeonato, as equipes Bota, Fogo e Mengo totalizam, respectivamente, 68, 67 e 66 pontos, enquanto que a quarta colocada possui menos de 60 pontos. Na última rodada, ocorrerão os jogos:
Fogo x Fla e Bota x Mengo
Sobre a situação descrita, considere as afirmações abaixo, feitas por três torcedores
I. Se houver uma equipe vencedora na partida Bota x Mengo, ela será, necessariamente, a campeã.
II. Para que a equipe Fogo seja a campeã, basta que ela vença a sua partida.
III. A equipe Bota é a única que, mesmo empatando, ainda poderá ser a campeã.
Está correto o que se afirma em
I e II, apenas.
I, apenas.
III, apenas.
II, apenas. 
I, II e III. 
Leia os Avisos I e II, colocados em um dos setores de uma fábrica. 
Aviso I 
Prezado funcionário, se você não realizou o curso específico, então não pode operar a máquina M.
Aviso II 
Prezado funcionário, se você realizou o curso específico, então pode operar a máquina M.
Paulo, funcionário desse setor, realizou o curso específico, mas foi proibido, por seu supervisor, de operar a máquina M. A decisão do supervisor
opõe-se apenas ao Aviso I. 
opõe-se ao Aviso I e pode ou não se opor ao Aviso II.
opõe-se aos dois avisos. 
não se opõe ao Aviso I nem ao II. 
opõe-se apenas ao Aviso II. 
Um vereador afirmou que, no último ano, compareceu a todas as sessões da Câmara Municipal e não empregou parentes em seu gabinete. Para que essa afirmação seja falsa, é necessário que, no último ano, esse vereador 
tenha faltado em todas as sessões da Câmara Municipal ou tenha empregado todos os seus parentes em seu gabinete. 
tenha faltado em pelo menos uma sessão da Câmara Municipal e tenha empregado todos os seus parentes em seu gabinete. 
tenha faltado em pelo menos uma sessão da Câmara Municipal ou tenha empregado um parente em seu gabinete. 
tenha faltado em todas as sessões da Câmara Municipal e tenha empregado um parente em seu gabinete. 
tenha faltado em mais da metade das sessões da Câmara Municipal ou tenha empregado pelo menos um parente em seu gabinete.