A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Apol escultura NOTA 100

Pré-visualização | Página 1 de 2

Apol escultura
Questão 1/5 - Atelier de Artes Visuais: Escultura
Leia o seguinte fragmento de texto: 
“As matérias plásticas, derivadas do carvão e do petróleo, foram descobertas no início do século graças aos progressos na área da química. Logo em seguida começaram a ser utilizadas pelos escultores. Existem vários tipos de plástico: a fibra de vidro, um material bem resistente; o PVC, mais maleável. O poliestireno, muito leve, pode ser cortado com serra. O PVC, por sua vez, pode ser trabalhado em máquina de costura. As resinas sintéticas são leves, extremamente maleáveis. Podem ser transparentes ou coloridas. Tiveram seu período áureo na década de 1970”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MARCHAND, Pierre. O Trabalho dos Escultores. São Paulo: Melhoramentos, 1995. p. 38. 
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Artes visuais – práticas tridimensionais sobre o Construtivismo, enumere, em ordem sequencial, os elementos abaixo às afirmativas que se seguem e se relacionam a cada um deles:
1. Características do material
2. Aspecto histórico
3. Artista construtivista
4. Aspecto formal
( 2 ) No primeiros trinta anos do século XX, os artistas construtivistas procuravam novos caminhos e encontraram os plásticos: celulose; a baquelita (1920); o polietileno (1933); e o perspex (1933) ou plexiglas.
( 4 ) Com estes materiais plásticos foi possível criar formas leves, idealizadas para mostrar forças estáticas e ritmos provocativos que constituíam a rejeição de volumes sólidos e pesados da escultura tradicional. O plástico se converteu, portanto, em um meio de investigação artística muito frequente. Os usos do calor e da pressão possibilitaram a criação de novas formas e a parte eletrônica contribuiu para controlar a luz.
( 1 ) Esses materiais (plásticos) podiam ser transparentes, o que possibilitava o emprego da luz, natural ou artificial, como um elemento a mais na peça escultórica.
( 3 ) Os materiais plásticos foram os materiais mais empregados por Naum Gabo (1890-1977) nas décadas de 1930 e 1940. 
Agora, marque a sequência correta:
	A	1 – 2 – 4 – 3
	B	2 – 4 – 1 – 3
	C	4 – 3 – 2 – 1
	D	4 – 1 – 2 – 3
	E	2 – 1 – 3 – 4
Questão 2/5 - Atelier de Artes Visuais: Escultura
Leia trecho a seguir: 
“O Aleijadinho, à maneira dos antigos descobridores do mistério do pôr e do tirar numa matéria, criou seu modo: pessoal, emotivo, [...] convincente para o povo ao qual dirigia a mensagem [...], o Anjo, de madeira policromada [...], precisava de uma interpretação não rigidamente canônica e o artista conseguiu modelar uma figura independente do modo próprio dos Apóstolos. É um anjo adulto, com duas asas grandiosas e um traje ricamente ornado”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BARDI, P. M. Em torno da escultura no Brasil. São Paulo: Banco Sudameris, 1989. p. 24. 
Considerando o trecho de texto e os conteúdos do livro-base Artes visuais – práticas tridimensionais, leia as afirmativas a seguir quanto à escultura de Aleijadinho e marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas:
I - (V) Aleijadinho foi marceneiro, entalhador, desenhista e escultor. Em suas obras, usou principalmente a madeira e a pedra sabão.
II - (V ) O escultor dedicou 10 anos à produção de 66 estátuas de madeira de cedro que representam a Via Sacra, chamada de “Passos da Paixão”, e à criação de 12 Profetas feitos de pedra sabão, que formam o maior conjunto de sua obra.
III - (V) Aleijadinho se chamava Antônio Francisco Lisboa e desenvolveu um estilo próprio dentro da escultura barroca, fazendo uma interpretação menos rígida em relação aos cânones.
IV - ( F) Em Congonhas do Campo, Minas Gerais, Aleijadinho esculpiu um conjunto, a céu aberto, numa praça, as esculturas em mármore dos 12 profetas, cada um numa posição diferente e com gestos que se coordenam, sugerindo que as figuras estão em movimento. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
	A	V - F - V - F
	B	V - V - F - F
	C	F - V - F - V
	D	V - V - V - F
	E	F - F - F - V.
Questão 3/5 - Atelier de Artes Visuais: Escultura
Considere o seguinte trecho: 
“Pablo Picasso e Georges Braque identificavam-se na pesquisa de uma linguagem plástica fundamentada nos valores imanentes da forma, pelos quais a obra de arte seria um objeto em si, irredutível na sua realidade única [...] substituindo os sistemas representacionais pictóricos baseados na perspectiva renascentista, pela organização espacial em múltiplos planos geométricos que agem em intermitentes avanços e recuos, desintegrando-o e mostrando-o em suas diferentes partes segundo uma visualidade simultânea [...]”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZANINI, Walter. Tendências da Escultura Moderna. São Paulo: Cultrix, 1971. p. 92-93. 
A partir deste trecho de texto e dos conteúdos apresentados no livro-base Artes visuais – práticas tridimensionais, leia as afirmativas a seguir quanto ao surgimento dos objetos – como “categoria” - no campo da escultura:
I. As colagens de Picasso foram sucedidas por relevos e volumes cada vez mais acentuados – na sobreposição real de planos – caminhando, dessa forma, para as construções totalmente livres, no espaço tridimensional.
II. Os primeiros objetos foram construídos na primeira década do século passado. Guitarra (1912-1913), de Picasso, e Relevo de Canto (1915), de Vladimir Tatlin, são alguns deles.
III. Embora de essência tridimensional, no campo da escultura, o objeto tem origem nas primeiras colagens de papel sobre tela – do francês papiers collés (collages) – de Pablo Picasso.
IV. A escultura é um objeto funcional por causa da sua natureza bidimensional. 
Está correto apenas o que se afirma em:
	A	I, II e IV.
	B	III e IV.
	C	I e II.
	D	II, III e IV.
	E	I, II, III.
Questão 4/5 - Atelier de Artes Visuais: Escultura
Considere o extrato de texto a seguir: 
“Não há uma característica única que defina a escultura modernista: na verdade, ela é um ponto de inflexão na busca dos escultores por descobrir o que era a sua arte, começando pelo reexame das noções de representação, espaço, forma, volume e massa, seguindo-se a escolha dos materiais, até chegar aos métodos construtivos”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FARTHING, Stephen. Tudo sobre arte. Rio de Janeiro: Sextante, 2011. p. 444. 
Considerando o extrato de texto e os conteúdos do livro-base Artes visuais – práticas tridimensionais, leia as afirmativas a seguir sobre a escultura moderna:
I. O que a escultura do século XX alcançou de mais significativo foi o afastamento da figura da representação idealizada e realista.
II. Nos trabalhos de Rodin e Edgar Degas – já no final do século XIX – os corpos se lançam no espaço, com movimento e leveza.
III. Os temas do final do século XIX também já não eram somente de reprodução da realidade, ou de continuidade dos valores sociais, tradicionais e racionais, mas dava lugar a certa subjetividade e a uma maior liberdade de interpretação das figuras representadas.
IV. A escultura do século XX rompeu com os princípios tradicionais no uso de materiais, técnicas e estrutura, porém, quanto aos temas, manteve-se figurativa e a representação permaneceu idealizada e realista. 
Estão corretas apenas as afirmativas:
	A	II, III e IV.
	B	I, III e IV.
	C	I e II.
	D	I, II e III.
	E	III e IV.
Questão 5/5 - Atelier de Artes Visuais: Escultura
Considere a citação a seguir: 
“Para a pesquisadora de arte Maria Alice Milliet, Lygia Clark é [...] quem melhor compreende as relações espaciais do plano. A radicalidade com que explora as potencialidades expressivas dos planos, leva-a a desdobrá-los, como nos Casulos (1959), que são compostos de placas de metal fixas na parede, dobradas de maneira a criar um espaço interno”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.