A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Avaliando Neuro

Pré-visualização | Página 2 de 2

aprendizado de padrões motores pela área cortical pré-motora.
	
	arquivamento de padrões motores pelo homúnculo motor.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201408752655)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Uma resistência aumentada no movimento passivo
		
	 
	Uma dificuldade de iniciar o movimento
	
	Uma resistência aumentada no movimento passivo
	
	Uma resistência diminuída ao movimento
	
	Surtos involuntários de grupos musculares agonistas
	
	Surtos involuntários de grupos musculares antagonistas
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201408752657)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A subluxação do ombro em pacientes com hemiplegia ocorre:
		
	
	Somente com paciente com AVE hemorrágico
	
	Somente com pacientes com AVE isquêmico
	
	Somente no estágio flácido
	 
	Tanto no estágio flácido como no estágio espástico
	
	Somente no estágio espástico
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201408840684)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Uma das complicações que podem ocorrer a pacientes vítimas de Acidente Vascular Encefálico (AVE) é a hemiplegia espástica. De acordo com os princípios fisioterápicos, deve-se inibir padrões patológicos e estimular padrões normais. São padrões patológicos do AVE:
		
	
	flexão de membro superior, extensão de membro inferior e dorsiflexão de tornozelo.
	
	extensão de membro superior e inferior e dorsiflexão de tornozelo.
	
	extensão de membro superior, flexão de membro inferior e dorsiflexão de tornozelo.
	 
	flexão de membro superior, extensão de membro inferior e flexão plantar de tornozelo.
	
	flexão de membro superior e inferior e flexão plantar de tornozelo.
		
	Simulado: SDE0100_SM_201408129434 V.1 
	Aluno(a): FERNANDA GISELLE CUNHA NOGUEIRA
	Matrícula: 201408129434
	Desempenho: 0,4 de 0,5
	Data: 03/06/2017 10:08:32 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201408252263)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A Doença de Parkinson consiste na diminuição das reservas de dopamina da substância negra. São características da Doença de Parkinson:
		
	
	perda dos reflexos posturais, hipercinesia, flutuação de tônus, tremor de intenção
	
	perda dos reflexos posturais, hipercinesia, hipotonia, tremor de repouso
	 
	perda dos reflexos posturais, bradicinesia, tremor de repouso, rigidez
	
	reflexos posturais presentes, hipercinesia, flutuação de tônus, mioclonia
	
	perda dos reflexos posturais, bradicinesia, tremor de intenção, espasticidade
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201408400054)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A esclerose múltipla é uma doença desmielinizante do sistema nervoso central. Ela pode evoluir de maneiras distintas nas diferentes pessoas e pode trazer danos permanentes ou transitórios. Em relação a esta patologia pode-se afirmar:
		
	
	Os exames de imagem não mostram alterações nesta patologia.
	
	O prognóstico é sempre ruim e o curso da doença progressivo;
	 
	A temperatura alta, tanto corporal quanto ambiental, é um fator de piora da fadiga nessa doença;
	
	Na forma progressiva primária o paciente apresenta remissões longas e pode não apresentar novo surto;
	
	Pode acometer várias regiões do sistema nervoso exceto o sistema visual;
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201408252308)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Em relação à localização topográfica na lesão medular, 55% são mais freqüentes na coluna cervical, 15% na medula torácica, 15% na região tóraco-lombar e os últimos 15% na região lombossacra. A fratura mais comumente encontrada é a de C5 e a fratura-luxação mais freqüente é ao nível C5-C6. Dentre esses pacientes, cerca de 68% evoluem com algum grau de lesão neurológica associado ou não à seqüela sensitivo-motora (paraplegia ou tetraplegia). Um paciente é portador de fratura da vértebra L5 com lesão medular a esse nível. A alternativa que não representa o quadro clínico característico é:
		
	
	incontinência fecal
	
	incontinência urinária
	
	paralisia flácida dos membros inferiores
	 
	alteração da sensibilidade superficial e profunda dos membros inferiores
	 
	espasticidade nos membros inferiores.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201408249799)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Um Fisioterapeuta, que realizava atendimento na enfermaria, é chamado com urgência ao ambulatório do hospital para atender a um adolescente com Distrofia Muscular de Duchenne, que se apresenta com intensa dispnéia, devido a hipersecreção. Após realizar a avaliação completa do paciente, o profissional prescreve um tratamento baseado em drenagem postural, tapotagem e aspiração, com o objetivo de desobstruir as vias aéreas desse paciente. Por estar de plantão na enfermaria e não poder abandonar o posto, o Fisioterapeuta solicita que o atendente de enfermagem do ambulatório realize o atendimento. Com base no Código de Ética Profissional, pode-se concluir que a atitude do Fisioterapeuta está: Enade,2007
		
	
	correta, pois ele está sobrecarregado e, dessa forma, nenhum paciente ficará sem atendimento.
	
	correta, pois escolheu as melhores técnicas para desobstrução das vias aéreas.
	
	correta, ao escolher o atendente para fazer o atendimento em seu lugar, pois o mesmo está familiarizado com as técnicas.
	
	errada, pois deveria delegar suas funções, somente, para um enfermeiro que possua titulação de nível superior.
	 
	errada, pois o Fisioterapeuta não deve delegar suas funções a outros profissionais.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201408252956)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A doença de Parkinson (DP) é a doença neurodegenerativa mais freqüente na população depois da doença de Alzheimer e é fonte de grave incapacitação para um grande número de pessoas. A doença é resultado de uma degeneração de neurônios da substância negra ocasionando uma deficiência de dopamina no corpo estriado. Tal alteração compromete a motricidade do indivíduo que implicará em dificuldades para a realização das AVDs bem como sua independência. Ao realizar a avaliação, o fisioterapeuta verificará neste paciente:
		
	
	Aumento dos reflexos posturais, hipercinesia, hipotonia, tremor de repouso
	 
	Perda dos reflexos posturais, bradicinesia, tremor de repouso, hipertonia rígida
	
	Reflexos posturais presentes, hipercinesia, flutuação de tônus, mioclonia
	
	Perda dos reflexos posturais, bradicinesia, tremor de intenção, hipertonia espástica
	
	Perda dos reflexos posturais, hipercinesia, tônus flutuante, tremor de intenção