Aula 2 - luminotécnico
26 pág.

Aula 2 - luminotécnico


DisciplinaProjeto Iluminotécnico7 materiais111 seguidores
Pré-visualização1 página
Aula 2 
\u2022 Prof. João Felipe Coghi 
1º Semestre/2014 
História da luz 
\u2022 Grécia Antiga: 
\u2022 Filósofos acreditavam que a luz 
estava intrinsecamente 
relacionada a nossa capacidade 
visual 
\u2022 Pitágoras (582 - 500 a.C.): 
\u2022 Raios tateadores que viajam em 
linha reta. 
História da luz 
\u2022 Demócrito (460 - 370 a.C.): 
\u2022 Objetos emitem átomos que 
chegam em nossos olhos. 
\u2022 Aristóteles (384 - 322 a.C.): 
\u2022 Teoria da transparência. 
\u2022 Sem luz não há cor. 
História da luz 
\u2022 Euclides (320 - 275 a.C.): 
\u2022 Entendeu a Lei da reflexão e a 
propriedade dos espelhos. 
\u2022 Descreveu o comportamento da 
luz em postulado sobre ótica. 
História da luz 
\u2022 Pitolomeu (100 - 170 d.C.): 
\u2022 Primeiro a coletar e registrar 
dados experimentais sobre a 
reflexão. 
\u2022 Newton (1642 - 1727 d.C.): 
\u2022 Luz possui comportamento 
corpuscular (partícula) 
\u2022 A luz é um feixe de partículas 
emitidas por uma fonte 
História da luz 
\u2022 Newton (1642 - 1727 d.C.): 
\u2022 Luz branca do Sol composta por: 
\u2022 Vermelho 
\u2022 Laranja 
\u2022 Amarelo 
\u2022 Verde 
\u2022 Azul 
\u2022 Anil 
\u2022 Violeta 
História da luz 
\u2022 Einstein (1879 - 1955 d.C.): 
\u2022 Provou que a luz se comporta como uma 
onda eletromagnética e como uma 
partícula. 
\u2022 A luz é composta por uma número finito de 
"quantas de energia" (fótons), não se 
dividem. 
\u2022 Fótons podem ser absorvidos ou gerados 
como uma unidade integral. 
Olho 
Olho 
\u2022 Íris: 
\u2022 Parte colorida do olho. 
\u2022 Responsável pela contração da 
pupila. 
\u2022 Cristalino: 
\u2022 Lente ajustável. 
\u2022 Localiza a imagem na retina. 
Olho 
\u2022 Retina: 
\u2022 Região com terminações nervosas 
que transmite os estímulos para o 
cérebro pelo nervo óptico. 
\u2022 Cones 
\u2022 Bastonetes. 
Espectro solar 
Espectro solar 
Espectro da luz branca 
Espectro da luz visível 
Características da luz 
\u2022 Reflexão: 
\u2022 Efeito ótico que ocorre quando a 
luz não é absorvida por uma 
superfície. 
Características da luz 
\u2022 Refração: 
\u2022 Efeito ótico que ocorre quando a 
luz sofre um desvio de caminho 
quando passa por uma superfície. 
Características da luz 
\u2022 Difração: 
\u2022 Efeito ótico que ocorre quando a 
luz passa por uma fresta. 
Como vemos? 
Como vemos? 
Temperatura de cor 
 
COR MATIZ 
É o atributo mais estreitamente relacionado com o estímulo do 
comprimento de onda. Diferentes cores têm tonalidades diferentes. 
SATURAÇÃO 
Está relacionada com a quantidade de branco que está no estímulo 
Os tons monocromáticos são altamente saturados. 
BRILHO 
Relaciona-se com a quantidade de luz proveniente da fonte ou 
refletida pelo objeto . 
Principais atributos perceptuais da cor 
(1888-1967) 
 
Frans Gerritsen, em 1975 ,fez uma nova tentativa de organizar as 
cores, de acordo com as leis da percepção cromática . 
Todas as cores foram ordenadas conforme : 
Valores de reflexão 
Valores de reflexão 
Um objeto é branco porque não se absorva 
nenhuma cor, ou seja, ele reflete todas as 
cores que compõem a luz branca. 
A cor de um objeto é dada pela cor que ele reflete, 
ou seja, quando uma luz branca incide sobre ele, 
todas as cores são absorvidas, exceto a dele. 
Quando a luz branca incide sobre uma maçã 
vermelha, todas as cores são absorvidas, 
exceto os comprimentos de onda 
correspondentes ao vermelho. 
A cor vermelha é refletida. 
Um objeto é preto porque absorve toda as cores 
que incidem sobre ele. Nenhuma cor foi 
refletida. 
Disponibilidade da Luz Natural no 
projeto arquitetônico 
Fatores podem ser definidos como a 
sazonalidade: 
\u2022 Época do ano e hora do dia. 
\u2022 O clima (definidor dos tipos de céu). 
\u2022 Qualidade do ar. 
\u2022 Características físicas e geográficas 
(latitude, altitude). 
\u2022 Orientação e configuração morfológica do 
entorno construído.