A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
EMBRIOLOGIA HUMANA_20140310115712

Pré-visualização | Página 1 de 1

Considerações gerais sobre a Embriologia Humana
Professores: Lucinda, Clarissa, Lillian, Nestor, Rodrigo.
Ciências Morfofuncionais-I
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
A palavra Embriologia deriva do grego: embryon (embrião) e logos (estudo). 
Embriologia é a ciência que estuda o
 desenvolvimento do ser humano
É o estudo do desenvolvimento pré-natal.
EMBRIOLOGIA
A maioria dos termos embriológicos origina-se do latim ou do grego. 
O entendimento da origem dos termos embriológicos funciona como chave de memorização
Por exemplo:
O termo ZIGOTO é derivado da palavra grega zygotos , que significa UNIDO, indicando que o espermatozóide e o óvulo se uniram para formar uma nova célula, o ZIGOTO
Desenvolvimento do Ser Humano
ÓRGÃOS DA CÓPULA:
PÊNIS E VAGINA 
cV
cV
NO 2º BIMESTRE ESTUDAREMOS OS SISTEMAS REPRODUTORES.HOJE: UMA BREVE NOÇÃO BÁSICA
útero
vagina
Tuba uterina
A gônada masculina
(TESTÍCULO)
Produz o gameta masculino
(ESPERMATOZÓIDE)
A gônada feminina
(OVÁRIO)
Produz o gameta feminino
(ÓVULO)
8
http://www.virtual.epm.br/cursos/apresentacao/apresentsex.htm
Regiões anatômicas percorridas pelo ser humano em desenvolvimento
Desenvolvimento do Ser Humano:
Primeira Semana (1º ao 7º dia);
Segunda Semana (8º ao 14º dia);
Terceira Semana (15º ao 21º dia);
Quarta à Oitava Semana
	(período embrionário)
Nona Semana ao Nascimento
	 				 	(período fetal)
Conforme Gerard Tortora e Bryan Derrickson, 12ª edição do Livro : “Princípios de Anatomia e Fisiologia”
 PERÍODO EMBRIONÁRIO inicia à partir do óvulo fertilizado até a 8ª semana, quando o ser humano deve ser chamado de EMBRIÃO.
PERÍODO FETAL inicia a partir da 9ª semana e vai até ao nascimento, quando o ser humano recebe o nome de FETO.
Fertilização / Zigoto / Mórula / Blastocisto
Formação dos 3 folhetos embrionários:
Endoderma /mesoderma /ectoderma
Embrião =
nome que o ser humano recebe entre a 4ª e a 8ª semana de desenvolvimento
Feto = 
RN = recém-nascido / bebê 
Da 9ª semana de desenvolvimento até o nascimento
PERÍODO EMBRIONÁRIO
PERÍODO FETAL
A Primeira Semana 
do
Desenvolvimento
Fertilização
Clivagem do Zigoto
Desenvolvimento do Blastocisto
Implantação do Blastocisto
FERTILIZAÇÃO
Na tuba uterina
ZIGOTO
Na tuba uterina
O zigoto irá sofrer divisões e seguir trajeto anatômico dentro da tuba uterina em direção ao útero / endométrio, que forra a cavidade uterina
Na tuba uterina
 ÷ do ZIGOTO em 
BLASTÔMEROS
Estágio = 2 células
Na tuba uterina
 ÷ do ZIGOTO em 
BLASTÔMEROS
Estágio = 4 células
Na tuba uterina
 ÷ do ZIGOTO em 
BLASTÔMEROS
Estágio = 4 células
Na tuba uterina
 ÷ do ZIGOTO em 
BLASTÔMEROS
Estágio = 8 células
Na tuba uterina
MÓRULA
Na tuba uterina
BLASTOCISTO
Na cavidade uterina
O zigoto, que é a primeira célula diplóide (dupla) do organismo, sofre uma divisão e origina duas células, denominadas blastômeros. Os blastômeros continuam a se dividir, originando uma estrutura constituída de quatro e depois de oito células. Esta estrutura de oito células são as células-tronco totipotentes, que se originaram de uma célula mãe idêntica e podem dar origem a um organismo adulto.  
 
Depois deste estágio, as células dividem-se continuamente e atingem o estágio de mórula. Então, os blastômeros mais internos dão origem à massa celular interna – embrioblasto – e os blastômeros mais periféricos originam uma camada de células mais externas – trofoblasto. Estas duas estruturas formam o estágio de blastocisto do embrião e as células mais internalizadas formam as células-tronco pluripotentes, denominadas de células-tronco embrionárias.
Este slide serve apenas para chamar a atenção de que a leitura extra será necessária, como por exemplo ler sobre as células tronco!
Zigoto Blastômeros Mórula
IMPLANTAÇÃO
No endométrio 
o blastocisto
Implantação do BLASTOCISTO
no
endométrio
Futuro embrião
Futura placenta
31
A Segunda Semana 
do
Desenvolvimento
 Desenvolvimento do Trofoblasto
 Desenvolvimento do Disco Embrionário Bilaminar
33
A Terceira Semana 
do
Desenvolvimento
Desenvolvimento do Disco Embrionário Trilaminar
Os 3 Folhetos Embrionários:
 ENDODERMA
 MESODERMA
 ECTODERMA
Estruturas Produzidas pelas 3 Camadas Germinativas Primordiais:
ENDODERMA
Revestimento epitelial do trato gastrointestinal, e o epitélio de suas glândulas;
Revestimento epitelial da bexiga urinária, vesícula biliar e fígado;
Revestimento epitelial da faringe, tubas auditivas, tonsilas, laringe, traquéia, brônquios e pulmões;
Epitélio da glândula tireóide, gls. Paratireóides, pâncreas e timo;
Revestimento epitelial da próstata e gls. Bulbouretrais, vagina, vestíbulo, uretra e glândulas associadas. 
Estruturas Produzidas pelas 3 Camadas Germinativas Primordiais:
MESODERMA
 Todo o tecido muscular cardíaco e esquelético e grande parte do tecido muscular liso;
 Cartilagem, osso e outros tecidos conjuntivos;
 Sangue, medula óssea vermelha e tecido linfático;
 Endotélio dos vasos sanguineos e dos vasos linfáticos;
 Derme da pele;
 Túnica fibrosa e túnica vascular do bulbo do olho;
 Orelha média;
 Mesotélio das cavidades torácica, abdominal e pélvica;
 Epitélio dos rins, dos ureteres, do córtex da glândula suprarrenal, das gônadas e dos ductos dos órgãos genitais.
Estruturas Produzidas pelas 3 Camadas Germinativas Primordiais:
ECTODERMA
 Todo o tecido nervoso;
 Epiderme da pele;
 Folículos pilosos, músculo eretor dos pelos, unhas, epitélio das glândulas cutâneas (sebáceas e sudorípara) e glândulas mamárias;
 Lente, córnea e músculos internos do bulbo do olho;
 Orelhas interna e externa;
 Neuroepitélio dos órgãos dos sentidos;
Epitélios da cavidade oral, cavidade nasal, seios paranasais, gl. salivares e canal anal;
 Epitélios da gl. pineal, hipófise e medulas das glândulas suprarrenais.
Da Quarta à Oitava
 Semana 
do
Desenvolvimento
Da Nona Semana 
do
Desenvolvimento
ao
Nascimento
BIBLIOGRAFIA
Embriologia Básica - Keith L. Moore & T. V. N. Persaud. 6ª edição. Saunders
Princípios de Anatomia e Fisiologia – Gerard J. Tortora &Bryan Derrickson. 12ª edição. Guanabara Koogan
Ilustrações: www.planetabio.com
Ilustrações: www.virtual.epm.br/cursos/apresentacao/apresentsex.hhttp://www.virtual.epm.br/cursos/apresentacao

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.