A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Questionário Unidade III   Metodologia e Prática do Ensino de Língua Portuguesa

Pré-visualização | Página 2 de 3

significativamente para a formação de leitores competentes, devemos realizar muitas sessões de leitura com os alunos nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Entretanto, é preciso compreender que o que estamos chamando de sessões de leitura é...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
 uma dinâmica coletiva de leitura e discussão/reflexão sobre o material que foi lido pelo professor ou pelos alunos.
	Respostas:
	a. 
 um momento de leitura individual e silencioso, realizado pelos alunos para que adquiram fluência na leitura.
	
	b. 
 uma dinâmica coletiva de leitura e discussão/reflexão sobre o material que foi lido pelo professor ou pelos alunos.
	
	c.
 uma proposta que pressupõe a leitura de um texto escolhido pelo aluno e o consequente preenchimento de uma ficha com dados do livro para avaliar sua opinião sobre a obra.
	
	d. 
 uma solicitação que o professor faz aos alunos para a leitura de um livro, com data prevista para entrega de trabalho e discussão.
	
	e.
 uma estratégia de ensino que confere ao aluno autonomia para escolher os títulos que deseja ler nos dias em que o professor os leva à biblioteca ou a outro espaço de leitura na escola.
 
	Feedback da resposta:
	 Nas sessões de leitura, é importante que o professor promova discussões sobre o material lido, provocando reflexões a respeito de seu enredo, levantando possibilidades que vão para além do texto, realizando articulações com outros fatos de contexto social etc. Ressaltamos que o aluno não realiza a leitura passivamente, mas seus conhecimentos, experiências e expectativas interagem com os personagens, o enredo, o cenário etc.
	
	
	
Pergunta 7
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	Quando falamos dos procedimentos de leitura, sabemos que eles envolvem a utilização de estratégias como recursos para auxiliar na compreensão do texto que estamos lendo. De modo geral, utilizamos estratégias de leitura sempre que...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
 encontramos obstáculos frente à fluência necessária para a compreensão do texto.
	Respostas:
	a. 
 precisamos interromper a leitura por algum motivo alheio a nossa vontade.
	
	b. 
 estamos em um ambiente barulhento e não conseguimos nos concentrar.
	
	c. 
 nos deparamos com textos que não estão de acordo com a nossa preferência pessoal.
	
	d. 
 encontramos obstáculos frente à fluência necessária para a compreensão do texto.
	
	e. 
 queremos mostrar a alguém o quanto entendemos daquilo que lemos.
 
	Feedback da resposta:
	No momento em que nos deparamos com alguma dificuldade relacionada ao texto que estamos lendo, como, por exemplo, uma palavra desconhecida ou um trecho que não compreendemos, fazemos uso de estratégias que contribuem, possibilitam a compreensão da palavra no seu contexto ou a releitura do trecho que não foi inicialmente compreendido.
	
	
	
Pergunta 8
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	Quando o professor nota que o aluno já alcançou a base alfabética da escrita, pode ensinar outros conteúdos que, antes dessa compreensão, não fariam sentido para ele. Entre esses conteúdos está o ensino da letra cursiva. Entretanto, muitos questionam se realmente é necessário aprender a escrever com letra cursiva. Tomando como fundamento o que discutimos nesta disciplina, sabemos que esse procedimento é...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
 indispensável, já que por meio da escrita cursiva ganhamos fluência e agilidade para escrever.
	Respostas:
	a. 
 necessário, pois não se pode escrever com letra bastão na escola ou na vida social.
	
	b. 
 opcional, uma vez que o aluno tem autonomia desde os anos iniciais para escolher o que quer fazer.
	
	c. 
 obrigatório, pois essa será a forma pela qual o aluno deverá se expressar quando adulto.
	
	d. 
 indispensável, já que por meio da escrita cursiva ganhamos fluência e agilidade para escrever.
	
	e. 
 dispensável, pois a maioria dos portadores de textos (como livros e jornais) utiliza a letra bastão.
 
	Feedback da resposta:
	 Quando escrevemos com a letra bastão, retiramos o lápis do papel cada vez que traçamos uma letra ou uma parte dela e isso demanda tempo. Por mais ágeis que possamos ser na escrita bastão, sabemos que gastaríamos menos tempo se não fosse necessário colocar e retirar tantas vezes o lápis do papel. É aí que entra a escrita cursiva. Com ela ganhamos fluência e agilidade, pois o tempo que decorre entre a retirada e o retorno do lápis ao papel é suprimido com a escrita cursiva.
	
	
	
Pergunta 9
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	É imprescindível que saibamos que os erros dos alunos nos revelam informações sobre o que eles sabem e o que precisam saber, bem como sobre o que devemos ou podemos fazer para que eles ampliem seu conhecimento sobre o assunto tratado. Entretanto, nem sempre devemos julgar o momento em que nos deparamos com o erro do aluno ou em que o vemos cometer um equívoco como sendo o certo para corrigi-lo. Há fatores essenciais que precisam ser considerados nesse processo. Isto quer dizer que o professor:
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
 precisa compreender que o aluno constrói o seu conhecimento e, portanto, não deve interferir nesse processo.
	Respostas:
	a. 
 precisa observar se o aluno já errou mais de uma vez no mesmo item, pois na primeira vez não se corrige.
	
	b. 
 deve considerar que quando o aluno reproduz um modelo não sairá exatamente igual ao que o professor expôs.
	
	c.
 necessita compreender o que sabe o seu aluno e se uma correção naquele momento o levará para além do que já sabe, ampliando o seu conhecimento.
	
	d. 
 precisa compreender que o aluno constrói o seu conhecimento e, portanto, não deve interferir nesse processo.
	
	e. 
 deve preparar uma série de atividades extras para que o aluno possa reforçá-las em casa, evitando que cometa o mesmo erro novamente.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta: alternativa D.
Comentário: Por ser muito complexo o processo de leitura e de escrita, há muitas correções possíveis quando o aluno escreve. Entretanto, o professor deve refrear a sua ansiedade na tentativa de compreender se o aluno terá condições de refletir sobre o aspecto a respeito do qual se equivocou e reelaborar o seu modo de pensar sobre o assunto.
	
	
	
Pergunta 10
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	“Para tornar os alunos bons leitores – com o objetivo desenvolver, muito mais do que a capacidade de ler, o gosto e o compromisso com a leitura –, a escola terá de mobilizá-los internamente, pois aprender a ler (e também ler para aprender) requer esforço. Precisará fazê-los achar que a leitura é algo interessante e desafiador, algo que, conquistado plenamente, dará autonomia e independência.
Precisará torná-los confiantes, condição para poderem se desafiar a 'aprender fazendo'. Uma prática de leitura que não desperte e cultive o desejo de ler, não é uma prática pedagógica eficiente.” (BRASIL, PCN, 1997, p. 38).
Essas orientações para a formação de um bom leitor revelam que...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c.
 a escola precisa encontrar meios favoráveis para o desenvolvimento da competência leitora, contribuindo com a adoção de práticas educativas que potencializem essa formação.
	Respostas:
	a.
 o professor precisa, necessariamente, cobrar do aluno o esforço da leitura, pois se ele não se empenhar não chegará a tornar-se um bom leitor.
	
	b.
 a escola deve fiscalizar a atuação de seus professores com vistas a garantir que eles estejam formando leitores competentes, já que ela será responsabilizada por isso.
	
	c.
 a escola precisa encontrar meios favoráveis para o desenvolvimento da competência leitora, contribuindo com a adoção de práticas educativas que potencializem essa formação.
	
	d.
 o aluno necessita assumir sua responsabilidade diante do ato de ler, pois na maioria dos casos não desenvolve a competência leitora porque

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.