AVALIAÇÃO PARCIAL   TEORIA GERAL DO PROCESSO
3 pág.

AVALIAÇÃO PARCIAL TEORIA GERAL DO PROCESSO


DisciplinaTeoria Geral do Processo13.842 materiais251.604 seguidores
Pré-visualização1 página
TEORIA GERAL DO PROCESSO 
 
 
Avaiação Parcial: CCJ0053_SM_201602419833 V.1 
 
Acertos: 9,0 de 10,0 Data: 15/09/2017 01:22:59 (Finalizada) 
 
 
 1a Questão (Ref.: 201603270018) Acerto: 1,0 / 1,0 
O Acesso à Justiça é um princípio fundamental da jurisdição, previsto no art. 5°, inciso XXXV da Constituição de 
1988, que significa: 
 
 
A lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada. 
 
A todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios 
que garantam a celeridade de sua tramitação. 
 
Aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o 
contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes. 
 
Ninguém será processado nem sentenciado senão pela autoridade competente. 
 A lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito. 
 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201603269991) 
Acerto: 0,0 / 1,0 
Sobre a evolução histórica do Direito Processual Brasileiro, é correto afirmar: 
 
 
As Ordenações Filipinas, promulgadas no século XIV, foram inspiradas no Direito canônico. 
 
As Ordenações Afonsinas surgiram após o Século XVII, inspiradas apenas no direito canônico. 
 Durante o período colonial, o Brasil era regido pelas ordenações Filipinas, logo após, foi o período das 
Ordenações emanadas pela Corte. 
 Durante o período colonial o Brasil era regido pelas leis processuais portuguesas, como não poderia 
deixar de ser, visto que Brasil e Portugal formavam um Estado único. Foi o período das Ordenações 
emanadas da Corte. 
 
As Ordenações Manuelinas, de 1521, foram inspiradas no direito romano. 
 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201603304486) 
Acerto: 1,0 / 1,0 
Diz respeito ao principio da isonomia: 
 
 
Ninguém será privado da liberdade ou dos seus bens sem o devido processo legal. 
 
O princípio se impõe como uma garantia fundamental essencial, possibilitando o início da relação 
processual e permitindo-se invocar a tutela do Estado 
 
Constitui projeção do direito constitucional à informação e suporte para a efetividade do contraditório, 
garantindo o controle da sociedade sobre a atividade jurisdicional desenvolvida. 
 Em âmbito processual, significa restabelecer o equilíbrio entre as partes, e possibilitar a sua livre e 
efetiva participação no processo, como corolário do princípio do devido processo legal. 
 
Todas as decisões do Poder Judiciário devem ser fundamentadas, sob pena de serem consideradas nulas 
de pleno direito. 
 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201603271063) Acerto: 1,0 / 1,0 
Sobre o estudo da dimensão espacial e temporal da norma processual é correto afirmar que a eficácia espacial 
das normas processuais é determinada pelo princípio: 
 
 Da territorialidade. 
 
Do acesso à justiça. 
 
Da legitimidade. 
 
Da legalidade. 
 
Da moralidade. 
 5a Questão (Ref.: 201603267667) Acerto: 1,0 / 1,0 
São princípios da arbitragem, exceto: 
 
 
Efeito vinculante da cláusula arbitral. 
 Inafastabilidade do controle jurisdicional. 
 
Autonomia da vontade e autonomia privada. 
 
Inevitabilidade dos efeitos da sentença arbitral. 
 
Devido processo legal. 
 
 
 
 6a Questão (Ref.: 201603263684) 
Acerto: 1,0 / 1,0 
No que concerne à jurisdição e a seus equivalentes, assinale a opção correta. 
 
 
O direito de retenção é exemplo de aplicação autorizada do equivalente jurisdicional denominado 
autocomposição. 
 
Nos casos que envolvam jurisdição voluntária, o julgador apenas administra interesses privados e, por 
isso, não está sujeito às regras de suspeição ou impedimento. 
 Há possibilidade de os envolvidos na arbitragem escolherem a norma de direito material a ser aplicada 
na resolução do conflito, podendo ainda ser convencionado que o julgamento se faça com base nos 
costumes. 
 
O princípio da inércia da jurisdição deve ser afastado nas hipóteses de direitos indisponíveis. 
 
Nas hipóteses de jurisdição voluntária, embora não haja litígio entre os envolvidos, o julgador deve 
observar a legalidade estrita na apreciação do pedido. 
 
 
 
 7a Questão (Ref.: 201603265024) 
Acerto: 1,0 / 1,0 
Sobre a Jurisdição, marque a opção correta: 
 
 
Sendo exclusiva a atividade jurisdicional, não se permite outras formas de composição dos conflitos. 
 
A autotutela é uma forma primitiva de resolução de conflitos, muito incentivada no Novo CPC. 
 
A autotutela sempre será considerada um ilícito penal, sendo tipificada no Código Penal como crime de 
"exercício arbitrário das próprias razões". 
 A atividade jurisdicional é de exercício do Estado, em regra, mas que pode ser realizada por árbitros, 
caso assim concordem as partes envolvidas. 
 
É uma atividade de caráter substitutivo da atuação das partes, sendo vedada, em todos os casos, a 
autotutela. 
 
 
 
 
 8a Questão (Ref.: 201602537965) 
Acerto: 1,0 / 1,0 
Em ação de conhecimento proposta por Cristina em face do Município de Nova Iguaçu, objetivando a 
condenação do réu ao pagamento de pensão, a decisão do magistrado que julga procedente o pedido, sem 
fundamentar a sua sentença, viola, de forma específica, o princípio: 
 
 da motivação das decisões judiciais; 
 
do juiz natural; 
 
da duração razoável do processo; 
 
da isonomia. 
 
 
 
 9a Questão (Ref.: 201603271080) 
Acerto: 1,0 / 1,0 
Qual é o órgão do Poder Judiciário que cabe o controle da atuação administrativa e financeira do Poder 
Judiciário: 
 
 
Ministério Público. 
 Conselho Nacional de Justiça. 
 
Supremo Tribunal Federal. 
 
Advocacia Geral da União. 
 
União Federal. 
 10a Questão (Ref.: 201603267719) Acerto: 1,0 / 1,0 
Assinale a alternativa que representa exceção aos atos de cooperação nacional entre juízos: 
 
 
reunião de processos. 
 
prestação de informações. 
 
remessa de carta arbitral. 
 
auxílio direto. 
 deferimento de medidas de urgência.