A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
43 pág.
RESPONSABILIDADE CIVIL 2

Pré-visualização | Página 16 de 18

se tratar de culpa exclusiva da vítima ou culpa concorrente. 
 
8.6. Fato de terceiro 
 
Como o próprio nome diz, um terceiro estranho à relação jurídica entre a vítima e o fornecedor de bens ou 
serviços causa dano. Dessa forma, o fato de terceiro não exime o dever de indenizar, mas permite o direito de 
regresso em face do terceiro. 
 
8.7. Cláusula de não indenizar 
 
Somente poderá ser utilizada nas hipóteses de responsabilidade contratual, em que uma das partes estabelece 
cláusula visando ao afastamento do dever de indenizar quando ocorrer o dano. 
 
Casos em que não será aceita: 
 
a) cada vez que seu conteúdo tiver por fim exonerar devedor que incorreria em responsabilidade por dolo ou 
culpa grave; 
b) se houver violação a interesse de ordem pública; 
c) diante dos hipossuficientes e vulneráveis; 
d) nos casos dos artigos 424 e 734 do Código Civil; 
e) nas hipóteses dos artigos 25 e 51, inciso I, da Lei n. 8.078/90; 
f) nas condições do artigo 247 da Lei n. 7.565/86 (Código Brasileiro de Aeronáutica); 
 
Requisitos para a validade da cláusula de não indenizar: 
 
a) bilateralidade do consentimento; 
b) que não colida com preceito de ordem pública; 
c) igualdade das partes; 
d) inexistência do escopo de eximir o dolo ou a cul-pa grave do estipulante; 
 
 
 
www.cers.com.br 3
7 
 
e) Ausência da intenção de afastar obrigação ine-rente à função. 
 
QUESTÕES DE CONCURSOS 
 
1. (MPT - MPT - Procurador do Trabalho) Assinale a alternativa CORRETA: 
 
A) Salvo previsão expressa em lei, os direitos de personalidade são intransmissíveis e inalienáveis, estando 
sujeitos apenas às limitações voluntárias. 
B) Os empregados podem participar de propaganda comercial do empregador, sem consentimento expresso, 
considerando os efeitos anexos do contrato de trabalho. 
C) A divulgação de escritos de autoria de terceiro para fins comerciais pode ser proibida, a requerimento deste, 
sem prejuízo da indenização cabível. 
D) Pessoa acometida de doença grave pode ser submetida sem seu consentimento a realizar intervenção 
cirúrgica urgente, de acordo com critérios médicos. 
E) Não respondida. 
 
COMENTÁRIOS 
 
Correta assertiva de letra C, tendo por base legal o art 20, do CC, dispondo que: “Salvo se autorizadas, ou se 
necessárias à administração da justiça ou à manutenção da ordem pública, a divulgação de escritos, a 
transmissão da palavra, ou a publicação, a exposição ou a utilização da imagem de uma pessoa poderão ser 
proibidas, a seu requerimento e sem prejuízo da indenização que couber, se lhe atingirem a honra, a boa fama 
ou a respeitabilidade, ou se se destinarem a fins comerciais.” 
 
2. (MPT - MPT - Procurador do Trabalho) Analise as assertivas abaixo: 
 
1) O devedor incorre de pleno direito na cláusula penal, desde que, dolosamente, deixe de cumprir a 
obrigação ou se constitua em mora. 
2) O empregador é responsável pela reparação civil dos atos que seus empregados praticarem no 
exercício ou em razão do trabalho, desde que configurada a culpa dos trabalhadores. 
3) Quando a violação ou ofensa a direito tiver mais de um autor, todos responderão solidariamente pela 
reparação. 
4) Se o devedor pagar ao credor, apesar de intimado da penhora feita sobre o crédito, ou da impugnação 
a ele oposta por terceiros, o pagamento não valerá contra estes, que poderão constranger o devedor a 
pagar de novo, ficando-lhe ressalvado o regresso contra o credor. 
 
Marque a alternativa CORRETA: 
 
A) apenas as assertivas 3 e 4 estão corretas; 
B) apenas as assertivas 1 e 3 estão corretas; 
C) apenas as assertivas 2 e 4 estão corretas; 
D) apenas as assertivas 1 e 2 estão corretas. 
E) Não respondida. 
 
COMENTÁRIOS 
 
Correta assertiva de letra A. O item III está correto, baseado no art. 942. CC: “Os bens do responsável pela 
ofensa ou violação do direito de outrem ficam sujeitos à reparação do dano causado; e, se a ofensa tiver mais 
de um autor, todos responderão solidariamente pela reparação.” E correto o item IV, com fundamento no art. 
312, CC: “Se o devedor pagar ao credor, apesar de intimado da penhora feita sobre o crédito, ou da 
impugnação a ele oposta por terceiros, o pagamento não valerá contra estes, que poderão constranger o 
devedor a pagar de novo, ficando-lhe ressalvado o regresso contra o credor.” 
 
3. (TRT 8R - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Juiz do Trabalho) Analise as proposições a seguir segundo as 
regras ditadas no Código Civil vigente e marque a única alternativa que contempla as afirmações 
CORRETAS: 
 
 
 
 
www.cers.com.br 3
8 
 
I - Na hipótese de deterioração ou destruição da coisa alheia, ou lesão a pessoa, a fim de remover perigo 
iminente, a pessoa lesada, ou o dono da coisa, se não forem culpados do perigo, têm direito à indenização do 
prejuízo que sofreram. 
II - Aquele que ressarcir o dano causado por outrem pode reaver o que houver pago daquele por quem pagou, 
salvo se o causador do dano for descendente seu, absoluta ou relativamente incapaz. 
III - O empregador ou comitente é responsável pela reparação civil decorrente de dano causado por seus 
empregados, serviçais e prepostos, no exercício do trabalho que lhes competir, ou em razão dele. Nessa 
hipótese, fica excluída a responsabilidade do empregado, salvo se agiu com dolo. 
IV - Aquele que demandar por dívida já paga, no todo ou em parte, sem ressalvar as quantias recebidas ou 
pedir mais do que for devido, ficará obrigado a pagar ao devedor, no primeiro caso, o dobro do que houver 
cobrado e, no segundo, o equivalente do que dele exigir, salvo se houver prescrição. A não ser que o réu prove 
ter sofrido algum prejuízo, a indenização não será devida se o autor desistir da ação antes da contestação. 
V - Os bens do responsável pela ofensa ou violação do direito de outrem ficam sujeitos à reparação do dano 
causado, mas a obrigação se extingue com a morte do autor do dano; se a ofensa tiver mais de um autor, a 
morte de um deles não exime o coautor de responder integralmente pela reparação. 
 
A) Estão corretas apenas as afirmações I, II e V. 
B) Estão corretas apenas as afirmações II, III e IV. 
C) Estão corretas apenas as afirmações II e IV. 
D) Está correta apenas a afirmação IV. 
E) Estão corretas apenas as afirmações I, II e IV. 
 
COMENTÁRIOS 
 
O item I está correto e tem por fundamento os arts. 188, inc. II c/c 929 todos do Código Civil. O item II reproduz 
o disposto no art. 934, do Código Civil. E o item IV está correto e está fundamentado nos arts. 
940 e 941 da lei civil. Certa afirmativa de letra e. 
 
4. (FCC - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Juiz do Trabalho Substituto) João X realizou uma compra em uma loja 
pagando com cheque sem provisão de fundos, sendo, por isso, inscrito nos cadastros negativos de 
entidades de proteção ao crédito. Nessa época já corria em relação a ele processo de interdição por 
prodigalidade, o que foi informado ao gerente da loja, ocasião em que, também, foi proferida sentença 
de interdição, posterior à compra. Passados cinco anos, a interdição foi levantada, e João X, 
imediatamente, moveu ação de indenização por dano moral contra a empresária da loja, porque, sendo 
incapaz, não poderia ter seu nome lançado no rol dos maus pagadores. Na contestação, a ré apenas 
alegou prescrição, porque as pretensões fundadas em responsabilidade civil extinguemse pela 
prescrição, no prazo de três anos. Neste caso, 
 
A) a arguição de prescrição não pode ser acolhida, porque a sentença de interdição interrompeu o prazo 
prescricional e recomeçou a correr apenas com o seu levantamento. 
B) a arguição de prescrição deve ser acolhida, porque seu curso não foi obstado pela superveniência da 
interdição. 
C) contra o autor não ocorreu prescrição, todavia, ele não pode ser aquinhoado com a pretendida indenização,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.