A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
MEMORIAL DESCRITIVO - agua fria e agua quente

Pré-visualização | Página 1 de 1

MEMORIAL DESCRITIVO – PROJETO HIDROSSANITÁRIO
1- APRESENTAÇÃO
O presente memorial descritivo, refere-se ao projeto hidrossanitário residencial de Rodrigo Teodoro, composto por quartos, salas, cozinha e banheiro, sendo localizado em Ituverava/SP.
As instalações hidrossanitarias referem-se aos serviços de: água fria e água quente.
2- NORMAS TÉCNICAS DE REFERÊNCIA
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas
NBR 15.575 – Edificações habitacionais (Parte 1 e Parte 6 (2013))
NBR 5626/98 – Instalação Predial de Água Fria
NBR 7198 – Sistema Predial de Água Quente
3- RESPONSABILIDADE TÉCNICA
Projeto hidráulico elaborado por Grupo 4, projeto n° 18
4- DOCUMENTOS FORNECIDOS PELO CLIENTE PARA A ELABORAÇÃO DO PROJETO
Foram recebidos os seguintes documentos para a elaboração do projeto:
4.1 – Projeto Arquitetônico: Engº Civil Rodrigo Teodoro
	Descrição
	Data	
	Diretrizes para elaboração do projeto
	10/08/2017
	Planta baixa terreo
	12/08/2017
5- DESCRIÇÃO DO PROJETO HIDRÁULICO
5.1- ÁGUA POTÁVEL
5.1.1- Alimentação
A alimentação da água potável a edificação será feita pelo SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Ituverava, até o hidrômetro a ser instalado, com nicho próprio, junto ao alinhamento predial da rua.
A caixa de proteção e cavalete do hidrômetro será executada pelo construtor em alvenaria com as medidas de acordo com o projeto hidrossanitário.
Do hidrômetro partira uma canalização, dotada de registro de gaveta, até o reservatório, localizado em cima da laje.
5.1.2 – Distribuição
A saída do reservatório já formara o barrilete. Do barrilete derivará um ramal de alimentação para o banheiro, que será alimentado por gravidade, outro para a área de serviços, alimentado por gravidade e um ultimo para a cozinha, também alimentado por gravidade.
O diâmetro inicial da coluna e suas reduções progressivas, foram calculadas levando-se em consideração as perdas de carga, vazão de cada aparelho e a possibilidade de uso simultâneo na hora de maior consumo. A rede foi projetada de modo que as pressões estáticas ou dinâmicas em qualquer ponto não sejam inferiores a 0,5 mca e nem superiores a 40,0 mca e velocidade de 3,0 m/s.
As perdas de carga foram calculadas com base na fórmula de Fair-Whipple-Hsiao para tubos de PVC e cobre.
Os ramais derivados para o banheiro e área de serviços, possuirão registro de gaveta individual, conforme plantas de estereogramas , para permitir seu isolamento do restante da rede.
Toda tubulação de água fria de consumo, será executada em PVC rígido, linha soldável da marca TIGRE com DN Ø= 25mm saindo da caixa d’água e DI Ø= 21,4mm , já na saída para alimentar a área de serviços e cozinha utilizou –se DN Ø= 32mm e DI Ø= 27,8mm pois a pressão final não estava de acordo com a norma.
Toda tubulação de água quente de consumo, será executada em cobre, linha soldável da marca HIDROLAR com DN Ø= 22mm saindo do reservatório e DI Ø= 20,8mm, pois a pressão final não estava de acordo com a norma, já na saída para alimentar a área de serviços e cozinha utilizou –se DN Ø= 15mm e DI Ø= 14mm.
5.1.3- Ligações dos aparelhos
A torneira do lavatório, e o engate para as caixas de descarga acopladas ao vaso sanitário terão cotovelo LR ¾ p/ ½, para ligações dos mangotes flexíveis cromadas de Ø1/2’’; as torneiras da pia de cozinha, tanque, maquina de lavar, saída para engate do chuveiro, terão cotovelo LR ¾ p/ ½.
5.1.4- Reservatório
Possui um reservatório de polietileno da marca Fortelev com capacidade de 1.750 litros, na estrada do reservatório haverá um registro de esfera e torneira bóia de modo a garantir o volume. Será dotado de ventilação com tela de proteção com malha de 0,5mm², com caixote de 70 cm para limpeza e manutenção. A tubulação de limpeza será dotada de registro de esfera e será conectada a calha pluvial de onde será levado à rede publica.
Já o reservatório de água quente é feito de Poliuretano expandido com injeção progressiva de alta densidade da marca Heliotek Bosch group, com capacidade de 200 litros, na estrada do reservatório haverá um registro de esfera para manutenção e limpeza.
6- ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAL – INSTALAÇÕES SANITÁRIAS DE ÁGUA FRIA
6.1 - Objetivo
Estabelecer as especificações técnicas de materiais, equipamentos e serviços referentes aos projetos e instalações hidráulicas de água fria (NBR 5626/98).
6.2 - Tubos
Os tubos de água fria serão de PVC marrom soldáveis da marca TIGRE com a finalidade de abastecer o banheiro, área de serviços e cozinha. Os locais, diâmetros e comprimentos deverão seguir previstos no projeto.
Todos os tubos quando aparentemente deverão ser fixos com braçadeiras, cintas ou tirantes metálicos em paredes, lajes ou vigas. A distancia entre apoios devera respeitar as recomendações dos fabricantes.
6.3 - Conexões
As conexões de água fria serão de PVC marrom soldável da marca TIGRE, quando para a saída de consumo as conexões serão de PVC azul com rosca de latão com finalidade de abastecer sanitários. Os diâmetros deverão seguir como previsto no projeto.
6.4 - Válvulas e Registros
Os registros de gaveta, esferas ou pressão serão instalados nos locais previstos no projeto, terão a finalidade de fechar o fluxo de água para a manutenção da instalação.
6.5 - Acessórios sanitários
As pecas terminais para a ligação de aparelhos, tês ou joelhos serão sempre de PVC azul com bucha de latão da marca TIGRE. O lavatório e caixa de descarga acopladas ao vaso sanitário serão ligados aos respectivos ramais de espera com engastes flexíveis com acabamento cromado.
7 - ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAL – INSTALAÇÕES SANITÁRIAS DE ÁGUA QUENTE
7.1 - Objetivo
O projeto das instalações de água quente foi elaborado de modo a garantir o fornecimento de água suficiente, sem ruído, com temperatura adequada e sob pressão necessária ao perfeito funcionamento das peças de utilização, conforme NBR 7198.
O abastecimento de água quente deverá ser bem isolado termicamente.
7.2 - Tubos
Os tubos de água quente serão de cobre classe E, soldáveis da marca HIDROLAR com a finalidade de abastecer o banheiro. Os locais, diâmetros e comprimentos deverão seguir previstos no projeto.
Todos os tubos quando aparentemente deverão possuir isolantes térmicos de Ø= 10mm de espessura feito de Polietileno expandido - Células Fechadas da marca ELUMAFLEX, serão fixos com braçadeiras, cintas ou tirantes metálicos em paredes, lajes ou vigas. A distancia entre apoios devera respeitar as recomendações dos fabricantes .
7.3 - Conexões
As conexões de água quente serão de cobre com bolsa para solda, quando para a saída de consumo as conexões serão de cobre com rosca de cobre com finalidade de abastecer sanitários. Os diâmetros deverão seguir como previsto no projeto.
7.4 - Válvulas e Registros
Os registros de gaveta ou esferas serão instalados nos locais previstos no projeto, terão a finalidade de fechar o fluxo de água para a manutenção da instalação.
7.5 - Acessórios sanitários
As pecas terminais para a ligação de aparelhos, tês ou joelhos serão sempre de cobre soldável. O lavatório e chuveiro serão ligados aos respectivos ramais de espera com engaste de cobre.