Aula 5. contração do músculo Liso
21 pág.

Aula 5. contração do músculo Liso


DisciplinaAnatomia II1.782 materiais29.697 seguidores
Pré-visualização1 página
Contração do Músculo Liso 
PROF. ESP. Maycon Ayres 
Contração do Músculo Liso 
\uf0a7 O músculo liso é formado por 
fibras muito menores que as 
esqueléticas. 
 
\uf0a7 A estrutura física da fibra lisa se 
diferencia um pouco da 
esquelética. 
 
Estrutura contrátil 
 1. O músculo liso não apresenta 
disposição estriada dos filamentos de 
actina e miosina. 
 
2. A actina esta presa a corpos 
densos. 
 
3. Os filamentos de miosina, em 
número bem menor está disposta 
entre feixes de actina. 
 
Tipos de Músculo Liso 
\u2022 Formado por fibras musculares lisas 
distintas, que atuam independentemente 
e é inervada por terminação nervosa 
única. 
 Músculo Liso Multiunitário 
Tipos de Músculo Liso 
\u2022 É formado por algumas fibras musculares, 
que em conjunto se contraem como se 
fossem uma mesma unidade. 
\u2022 Essas fibras em geral, estão agregadas 
em feixes e suas membranas celulares se 
aderem por múltiplos pontos, de modo que 
a força gerada em uma fibra é transmitida 
para as outras. 
 Músculo Liso Unitário 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 Actina e Miosina; 
\u2022 Ca+ e ATP; 
\u2022 Não tem o complexo troponina. 
Química da contração do músculo liso 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 A fração de tempo em que as 
pontes cruzadas permanecem 
fixadas ao filamento de actina é 
bem maior que nas fibras 
esquelética, devido a uma maior 
duração da atividade ATPásica 
das cabeças das pontes 
cruzadas. 
acoplamento excitação-contração 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 No controle do processo contrátil o músculo liso não 
contém troponina, mas sim a calmodulina que apesar de se 
parecer com a troponina se difere pelo modo de 
desencadear a contração. 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 Pontes cruzadas: 
\u2022 Velocidade muito inferior; 
\u2022 Longa duração no ciclo. 
 
Comparações entre as contrações dos músculos 
liso e esquelético 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 Energia necessária para manter a 
contração menor devido a lentidão da 
desconexão da actina e miosina. 
\u2022 Gasto de energia inferior. 
Comparações entre as contrações 
dos músculos liso e esquelético 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 Lentidão no início da contração 
e do relaxamento: 
\u2022 Lentidão da fixação e liberação 
das pontes cruzadas. 
Comparações entre as contrações 
dos músculos liso e esquelético 
Processo da contração do músculo liso 
\u2022 Mecanismo da \u201ctranca\u201d para contrações 
prolongadas: 
 
\u2022 Contrações tônicas prolongadas, devido 
pequeno sinal excitatório continuo da fibra 
nervosa; 
Comparações entre as contrações 
dos músculos liso e esquelético 
Regulação da contração pelo Ca+ 
1. Os íons cálcio se fixam a 
calmodulina. 
 
2. A combinação calmodulina-cálcio se 
fixa ativando a miosina quinase. 
 
3. Permite uma cadeias leves da 
miosina, se fixar ao filamento de 
actina, permitindo assim a contração. 
Combinação do Ca+ com 
a Calmodulina 
Regulação da contração pelo Ca+ 
\u2022 Diminuição do Ca+; 
\u2022 Ocorre a inibição da ligação da 
enzima miosina quinase. 
 
Cessação da contração 
Controle neural e hormonal do músculo liso 
\u2022 Liberar o Ca+ do retículo 
sarcoplasmático e do meio extra celular 
liberados por meio de canais 
independentes de Ca+. 
\u2022 Os canais de sódio são menos 
especializados. 
Mecanismo de excitação ou inibição do 
músculo liso por hormônios ou fatores 
teciduais locais 
Controle neural e hormonal do músculo liso 
\u2022 Fibras nervosas autonômicas; 
\u2022 Difusamente espalhadas nas 
camadas de fibras musculares; 
\u2022Axônios permite a liberação de 
neurotransmissores; 
\u2022 ACh e NOR. 
Junções neuromusculares do 
músculo liso 
Controle neural e hormonal do músculo liso 
\u2022 Acetilcolina; substância 
transmissora excitátória do músculo 
liso. 
\u2022 Norepinefrina substância inibitória 
do músculo liso. 
Substância Transmissoras 
Excitatórias e Inibitórias 
Contração do músculo liso 
potenciais de ação. 
Contração do músculo liso 
potenciais de ação. 
A \u2013 Típico (estímulo 
externo). 
 
B \u2013 Parede Intestinal. 
 
C \u2013 Útero. 
1- Explique quais são as diferenças entre as fibras 
e as contrações do músculo liso e esquelético? 
2- Explique como ocorre o processo de contração 
do músculo liso, citando as proteínas responsáveis 
pelo processo de contração. 
3- Descreva qual o valor do potencial de ação para 
ocorre um estímulo do músculo liso e quais 
potencias podem ser formados. 
4- Explique as diferenças em músculo liso unitário 
e multiunitário