A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
ATPS de sensores

Pré-visualização | Página 1 de 2

ATPS
De
Sensores
e
Atuadores
 Industriais
Angélica Schiavon Barbosa RA 8622282303
Cesar Augusto Mazzotti Filho RA 1299103521
Gildeone Henrique RA 8486216875
João André Garces Neto RA 8412113220
Rafael Cabral Fernandes RA 4237811889
Rafael dos Santos RA 8521821104
Walace Pereira RA 7284618264
Laboratório de Sensores e Atuadores
Sensores De Umidade
Sensor é um dispositivo que gera uma grandeza no domínio da eletricidade que pode ser utilizada como medida de um parâmetro físico, químico ou biológico. No caso do sensor de umidade, informações de grandezas no domínio da eletricidade representam a medida de umidade no solo. Um modelo teórico permite explicar a relação entre estes dois domínios e é construído a partir do comportamento de termistores e da transmissão de calor gerado por uma fonte de calor pontual em um meio constituído de um material poroso.Como Funciona um sensor capacitivo em película fina de polímero, que consiste de um substrato sobre o qual é depositada uma película fina de polímero, entre dois eletrodos condutores. A superfície de sensoriamento é revestida com um eletrodo de metal poroso, para protegê-la de contaminação e da exposição à condensação. O substrato é normalmente de vidro ou de cerâmica. A película fina de polímero absorve ou libera vapor de água, quando a umidade relativa do ar no ambiente aumenta ou diminui. As propriedades elétricas da película de polímero dependem da quantidade de água absorvida. Com a mudança da umidade relativa ao redor do sensor, as propriedades dielétricas da película de polímero mudam, mudando também a capacitância do sensor. O circuito eletrônico do instrumento mede a capacitância do sensor e converte essa medida em uma leitura de umidade relativa. 
Aplicações Típicas para Medições de Umidade Os instrumentos para umidade, com sensores, são adequados para uma ampla gama de aplicações. Desde energia a aço, de ciências da vida a automação predial, muitos setores precisam medir a umidade – citando apenas alguns: A umidade precisa ser medida e controlada em muitos processos de secagem, tais como os de fabricação de papel, materiais de construção, e secadores em leito fluidizado. A umidade do ar no processo é um bom indicador da progressão no processo de secagem. Salas limpas e outros ambientes críticos também necessitam de medições ambientais de alto desempenho, para poderem operar consistentemente e dentro das especificações. Além disso, glove-box e isoladores – usados para o manuseio de materiais sensíveis à umidade ou a produtos químicos - se beneficiam das medições precisas e confiáveis da umidade. A medição da umidade em um ambiente crítico pode ser especialmente desafiadora. Na indústria de alimentos, os secadores e fornos, usados para assar pães e para a fabricação de cereais, necessitam de uma umidade cuidadosamente controlada, para manter consistentes a qualidade e a alta produção e para atribuir características distintas ao produto final. Na automação de edifícios, otimizar tanto a temperatura como a umidade relativa do ambiente interno permite um nível maior de conforto aos ocupantes, do que apenas a otimização da temperatura. O controle cuidadoso da umidade é fundamental em museus, arquivos, armazéns e outros ambientes onde são armazenados materiais sensíveis à umidade.
Sensor De Umidade para Arduino
Sensor de Umidade do solo em Varias Profundidades
Circuitos de Umidade
Sensores de umidade do tipo capacitivo são usados em higrômetros, no controle da umidade relativa de ambientes sensíveis e em muitas outras aplicações semelhantes. Para esses sensores são utilizados circuitos especiais. 
Os sensores de umidade do tipo capacitivo se baseiam na mudança de capacitância de um elemento sensor quando ele absorve umidade. A maneira mais simples de se interfacear esse sensor com um circuito de medida de modo a se obter uma tensão (ou um sinal com característica proporcional à umidade relativa) é usando um circuito oscilador. O oscilador gera um sinal cuja freqüência muda com a umidade relativa. Esse sinal pode ser usado diretamente, sendo aplicado a um timer/contador de um microprocessador, ou então integrado para se obter uma tensão. 
 Esse componente consiste em um oscilador completo que tem sua freqüência determinada apenas por um resistor externo. Esse resistor pode ser fixo ou ainda um sensor resistivo, como no caso do sensor de temperatura mostrado na figura 1.
 
 A grande versatilidade desse componente está no fato de que ele pode gerar sinais de alguns hertz até 33 MHz.
 O circuito para um sensor capacitivo de umidade relativa é ilustrado.
 
 Esse circuito fornece um sinal de saída que consiste numa freqüência de 0 a 1 kHz para 0 a 100% de umidade. Observe o uso de componentes de precisão nessa aplicação e os componentes de ajuste.
 
 Sensores De Viscosidade
O que é Viscosidade?
É a medida da resistência interna de um fluido (gás ou líquido) ao fluxo, ou seja, é a resistência oferecida pelo líquido quando uma camada se move em relação a uma camada subjascente. Quanto maior a viscosidade, maior é a resistência ao movimento e menor é sua capacidade de escoar (fluir). Assim, um líquido como o melado, que resiste grandemente ao movimento, possui elevada viscosidade, ao contrário da água, na qual a viscosidade é muito menor, o que torna menor a sua resistência ao movimento. Em outras palavras, a viscosidade de um fluido é a propriedade que determina o valor de sua resistência ao cisalhamento. É a propriedade principal de um lubrificante, pois está diretamente relacionada com a capacidade de suportar cargas. Quanto mais viscoso for o óleo, maior será a carga suportada.
A viscosidade é a conseqüência do atrito interno de um fluido. Resulta da resistência que um fluido oferece ao movimento, daí a sua grande influência na perda de potência e na intensidade de calor produzido nos mancais.
O viscosímetro, também de chamado de viscómetro (português europeu) ou viscômetro (português brasileiro), é um equipamento utilizado para medir a viscosidade dos fluidos. Para líquidos com viscosidades que variam com as condições de fluxo, um instrumento chamado reômetro é utilizado. Viscosímetros medem somente sob uma condição de fluxo.
Em geral, ou o fluido permanece estacionário e o objeto se move dentro dele, ou o objeto é estacionário e o fluido passa por ele. O arrasto causado pelo movimento relativo entre o fluido e a superfície é a medida da viscosidade. As condições de fluxo devem possuir um valor para o número de Reynolds suficientemente baixo para que se tenhafluxo laminar.
A 20 graus Celsius a viscosidade da água é 1,002 mPa·s e a viscosidade cinemática (que é a razão da viscosidade pela densidade[1] ) é 1,0038mm²/s. Estes valores são utilizados como padrão de calibração para alguns viscosímetros.
Viscosímetros de esfera em queda
Fluido passando pela esfera.
Este tipo de viscosímetro se baseia na lei de Stokes. O líquido permanece estacionário em um tubo vertical de vidro. Uma esfera de tamanho e densidade conhecidos é deixada descer por um líquido. Se escolhida corretamente, ela atinge a velocidade terminal, que pode ser medida através do tempo que leva para passar por duas marcas no tubo. Sensores eletrônicos podem ser utilizados para fluidos opacos. Conhecendo-se a velocidade terminal, tamanho e densidade da esfera, e a densidade do líquido, a lei de Stokes pode ser utilizada para calcular a viscosidade do fluido. Uma

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.