A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
FARMACOLOGIA APLICADA À BIOLOGIA

Pré-visualização | Página 3 de 3

recompensa/reforço, prazer, euforia, compulsão, função motora – controle fino)
Dependente: doença de aprendizado (aprendizagem de forma doentia a “enganar” o sistema de recompensa e reforço)
Exposição crônica à drogas psicotrópicas leva a plasticidade neuronal (adaptação)
Tolerância: necessidade de doses maiores para obtenção de efeitos encontrados antes com doses menores
Abstinência: as mudanças adaptativas também se manifestam quando a droga é suspensa, na forma de um conjunto de manifestações chamado de estado de abstinência – manifestação da plasticidade neuronal durante o uso da droga, ambiente químico é diferente (ex: modificação no número de receptores)
Mecanismos de ação das principais drogas psicotrópicas
Agonistas de receptores acoplados à proteína Gi/Go: opióides, canabinóides (receptores canabinóides CB1), GHB/ácido gamahidróxido butírico; LSD, mescalina, psilocibina (não causam dependência) – hiperpolarização de neurônios gabaérgicos, causando liberação de dopamina no núcleo acumbens
Agonistas/moduladores alostéricos de receptores acoplados à canais iônicos: nicotina (ativação receptores nicotínicos na membrana de neurônios dopaminérgicos do núcleo acumbens levando à liberação de dopamina), álcool (baixas doses levam à desinibição de neurônios dopaminérgicos por meio da inibição de neurônio gabaérgicos, enquanto doses elevadas levam à depressão do SNC pois inibem neurotransmissões inibitórias e excitatórias), benzodiazepínicos ; fenciclidina, ketamina (causam dependência) 
Inibidores de captação neuronal de monoaminas/liberadores de monoaminas: cocaína (inibe recaptação de dopamina, aumentando a concentração de dopamina nas fendas sinápticas do núcleo acumbens) e anfetaminas (anfetamina recapturada por DAT -> VMAT, na membrana da vesícula armazenadora de dopamina, joga anfetamina para dentro e dopamina para fora -> aumento na concentração de dopamina no citosol e, consequentemente, na fenda sináptica por meio de difusão passiva)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.