A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
44 pág.
Apostila de Contabilidade

Pré-visualização | Página 2 de 11

em ouro, etc; 
 
• BENS FIXOS: são as imobilizações necessárias para manter a atividade da 
empresa. Podem ser: tangíveis (veículos, móveis, edifícios) e intangíveis (marcas 
e patentes, fundos de comércio, direitos autorais). 
 
- DIREITOS: são todos os valores que uma família/empresa tenha a receber de 
terceiros, seja por venda de algo, seja por serviços prestados. Esses valores 
também fazem parte do Patrimônio. 
 
Podem ser classificados em uma empresa: 
 
• CRÉDITOS DE FUNCIONAMENTO: direitos decorrentes de vendas a prazo; 
 
• CRÉDITOS DE FINANCIAMENTO: são os decorrentes de empréstimos 
concedidos pela Empresa em dinheiro. 
 
 
 
Escola Fazendária 
 
 
___________________________________________________________________________________ 
Conceitos Básicos da Contabilidade 7 
- OBRIGAÇÕES: São todos os valores que uma família/empresa tenha que pagar a 
terceiros, ou seja, tudo que se deve a alguém, fazendo parte do Patrimônio. 
 
Representam, assim, os capitais alheios em uma empresa: 
 
• DÉBITOS DE FUNCIONAMENTO: referem-se ao fornecimento de mercadorias e 
outras obrigações decorrentes de despesas ou aquisição de bens; 
 
• DÉBITOS DE FINANCIAMENTO: são os representados pelos empréstimos 
contraídos em dinheiro e financiamento de bens; 
 
Podemos, agora, baseados no exemplo acima, definir Patrimônio. 
 
PATRIMÔNIO: Conjunto de bens, direitos e obrigações de uma AZIENDA. 
 
* AZIENDA: "Complexo de obrigações, bens materiais e direitos, representados em 
valores ou suscetíveis de apreciação econômica constitutiva de um Patrimônio, 
considerado juntamente com a pessoa natural (família) ou jurídica (empresas e 
entidades sociais) que sobre ele tem poderes de administração e disponibilidade". 
 
O Patrimônio assume os aspectos Qualitativo, Jurídico, Econômico e Quantitativo. 
 
- Patrimônio Qualitativo: diz respeito a qualificar o que é bem, direito e 
obrigação. 
- Patrimônio Jurídico: diz respeito a vinculação jurídica que se estabelece entre 
o Patrimônio e a pessoa jurídica. 
- Patrimônio Econômico: compreende o conjunto de bens e direitos, sem 
obrigações. 
- Patrimônio Quantitativo: consiste em atribuir valores a cada Patrimônio. Esse 
aspecto é o que determina o Patrimônio Líquido. 
 
PATRIMÔNIO LÍQUIDO 
 
 Patrimônio Líquido é uma parte integrante do conjunto que compõe o 
Patrimônio de uma família ou empresa, e representa sua verdadeira riqueza. 
 
Voltaremos ao exemplo, dado inicialmente, para explicarmos melhor o que é 
Patrimônio Líquido. Se sobre os bens e direitos possuídos por uma família/empresa, 
existem obrigações a pagar, isso significa que a família/empresa não é dona de 
todos eles, ou ainda, aquilo que realmente lhes pertence é a diferença entre os 
totais desses bens e direitos e as obrigações a pagar. A isso definimos como 
Riqueza. 
 
 Imaginemos que essa família/empresa dispõe dos seguintes bens, direitos e 
obrigações: 
 
 
 
Escola Fazendária 
 
 
___________________________________________________________________________________ 
Conceitos Básicos da Contabilidade 8 
BENS 
 
Dinheiro - 10.000 
Casa - 200.000 
Carro - 50.000 
Enceradeira - 1.200 
Geladeira - 3.000 
 
DIREITOS 
 
Salários a receber - 5.000 
Férias a receber - 9.000 
FGTS a receber - 15.000 
Mesada a receber - 2.000 
 
OBRIGAÇÕES 
 
Prestações a pagar - 20.000 
Luz e Água a pagar - 1.000 
Impostos a pagar - 500 
Salários a pagar - 1.000 
 
Vamos efetuar a seguinte operação aritmética: 
 
BENS 
 
Dinheiro - 10.000 
Casa - 200.000 
Carro - 50.000 
Enceradeira - 1.200 
Geladeira - 3.000 
Total dos Bens - 264.200 
 
DIREITOS 
 
Salários a receber - 5.000 
Férias a receber - 9 .000 
FGTS a receber - 15.000 
Mesada a receber - 2.000 
Total dos Direitos - 31.000 
 
Total dos Bens e Direitos - 295.200 
 
OBRIGAÇÕES 
 
Prestações a pagar - 20.000 
 
 
Escola Fazendária 
 
 
___________________________________________________________________________________ 
Conceitos Básicos da Contabilidade 9 
Luz e água a pagar - 1000 
Impostos a pagar - 2.500 
Salários a pagar - 1.500 
Total das Obrigações - 25.000 
 
A diferença entre Bens, Direitos e Obrigações, ou seja, a riqueza é igual a 270.200. 
 
Observamos que, ao somarmos os valores dos bens e direitos e desta soma 
diminuirmos as obrigações existentes, teremos como resultado 270.200 que, no 
exemplo dado, representa exatamente o valor da riqueza de sua família ou de uma 
empresa. 
 
Patrimônio Líquido é exatamente, como chamamos na contabilidade de uma 
empresa, esta posição de riqueza, obtida através de uma situação líquida favorável 
de uma família/empresa. 
 
Assim, podemos, representar o Patrimônio Líquido, através da seguinte 
sentença (expressão), matemática: 
 
Patrimônio Líquido = Bens + Direitos – Obrigações 
 
É importante, porém, termos claro que nem sempre a situação líquida é 
favorável. Tanto as famílias como as empresas poderão possuir bens e direitos e 
ainda assim terem uma situação líquida negativa (desfavorável), decorrente de 
terem suas obrigações maiores que a soma de seus bens e direitos. Não havendo 
na verdade Riqueza. 
 
Vejamos um exemplo: 
 
Bens 150.00 
Direitos 20.000 
Total 170.000 
 
Obrigações (210.000) 
 
Situação Líquida Negativa 40.000 
 
 Pelo exemplo, verificamos que apesar da existência de bens e direitos no 
valor de 170.000, a família ou empresa não dispõe de Riqueza própria, pois suas 
obrigações são maiores (210.000). 
 
Em Resumo, podemos afirmar que o Patrimônio poderá apresentar uma das 
três situações líquidas abaixo: 
 
Positiva: quando a soma de bens e direitos é maior que a de obrigações, a 
diferença será, então, o Patrimônio Líquido. 
 
 
Escola Fazendária 
 
 
___________________________________________________________________________________ 
Conceitos Básicos da Contabilidade 1
0 
Negativa: quando a soma de bens e direitos é menor que a de obrigações, teremos 
a inexistência de riqueza verdadeira, onde todos os bens e direitos foram absorvidos 
pelas obrigações. 
 
Nula: quando a soma de bens e direitos é igual à soma das obrigações. 
 
 
 
2.1. Gráfico Patrimonial 
 
O Gráfico Patrimonial é a forma de apresentação do Patrimônio, estudado no 
capítulo anterior, para que possamos ter uma visão ordenada do conjunto de bens, 
direitos, obrigações e Patrimônio líquido. 
 
O Gráfico Patrimonial terá a seguinte formação: 
 
ATIVO PASSIVO 
Bens 
Direitos 
Obrigações 
Patrimônio Líquido 
 
- Por convenção, no campo à esquerda do gráfico, colocaremos os bens e direitos 
da família ou empresa e os denominaremos de ATIVO, indicando os valores 
positivos do Patrimônio. 
 
- Também por convenção, no campo à direita do gráfico, colocaremos as obrigações 
da família ou empresa e, também, o Patrimônio Líquido, já que este representa a 
riqueza patrimonial e os denominaremos de PASSIVO, indicando os valores 
negativos do Patrimônio. 
 
Elaborando, portanto, o gráfico patrimonial do nosso exemplo anterior com os 
bens, direitos, obrigações e o Patrimônio líquido que obtivemos entre eles, teremos: 
 
ATIVO PASSIVO 
Bens Obrigações 
Dinheiro 10.000 Prestações a pagar 20.000 
Casa 200.000 Luz e água a pagar 1.000 
Carro 50.000 Impostos a pagar 2.500 
Enceradeira 1.200 Salários a pagar 1.500 
Geladeira 3.000