A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
CF1

Pré-visualização | Página 1 de 2

1 
 
 
APRESENTAÇÃO 
 
Este curso foi elaborado com intuito de resgatar os conteúdos vistos na disciplina 
de Física no ensino médio que serão de grande necessidade para sua vida 
acadêmica e profissional. 
A Física, na maioria das vezes, é a grande vilã do ensino médio, quando ouvimos 
falar a palavra FÍSICA o corpo treme e logo vem na nossa cabeça: 
 
FÓRMULAS!!!!! E mais FÓRMULAS. 
 
TEORIAS MIRABOLANTES e COMPLICADAS. 
 
Ah e a foto do Einstein com a língua pra fora. 
 
Mas a física está presente na nossa vida por tempo integral! Por exemplo, tempo 
já é um conceito físico. É um estudo que você experimenta naturalmente, desde 
o momento que abre os olhos. Aí então BUUUMMMM!!!!!!! Você começa a 
observar e indagar o mundo que está a sua volta e como ele funciona. 
 
Como funciona o cinema 3D? 
Porque a água apaga o fogo? 
Como funciona as redes wi-fi? 
Na prática qual a diferença de um veículo com motor 1.0 e 2.0? 
Como o navio flutua? 
 
E a minha preferida: Porque o céu é azul? 
 
Vivemos melhor a medida que respondemos essas perguntas! 
 
Nesse curso discutiremos os conceitos básicos da física, de maneira simples, 
objetiva e prática. Lembrando que a física existe para ajuda-lo a compreender o 
mundo. É uma aventura humana, empreendida em benefício de todos, no modo 
como o mundo funciona. 
 
Prontos para embarcar nessa aventura? 
 
Vamos ver o que você lembra do seu ensino médio? 
 
 
 
 
 
 2 
 
TESTE DE NIVELAMENTO 
 
Questão 1: O planeta que vivemos é a Terra. A massa da terra é de 
aproximadamente 5,98 x 1024 kg. Sua população mundial tem cerca de 6,9 x 109 
de habitantes e seu raio médio é 6 370 000 m. O raio médio da Terra em 
notação científica e a ordem de grandeza de sua população é respectivamente: 
 
a) 63,7x106 m e 1010 habitantes. 
b) 63,7x10-6 m e 1024 habitantes. 
c) 6,37x106 m e 1010 habitantes. 
d) 6,37x106 m e 109 habitantes. 
e) 6,37x106 km e 1010 habitantes. 
 
Gabarito comentado: 
Letra c. 
 
Raio médio = 6 370 000 m = 6,37 x 106 m 
Notação científica = N x 10y, 
Onde 
101  N
e y é a quantidade de casas decimais que você deslocou até N. 
 
População = 6,6 x 109 habitantes. 
Ordem de grandeza de um número é apenas o expoente mais próximo do 
número. Como 6,9 x 109, está mais perto de 1010 do que de 109, então sua ordem 
de grandeza é 1010. 
 
 
Questão 2: O alemão Sebastian Vettel em 2010 tornou-se o mais jovem campeão 
da história da Fórmula 1. Quando dizemos que a velocidade do seu carro é de 85 
m/s, horizontal e para a direita, estamos definindo a velocidade como uma 
grandeza ____________ e sua velocidade é ______ km/h. 
 
a) escalar – 306 km/h. 
b) escalar – 85 km/h. 
c) vetorial – 85 km/h. 
d) vetorial – 306 km/h. 
e) n.d.a. 
 
Gabarito comentado: 
Letra d. 
 
 
 
 3 
Vetor: módulo, direção e sentido. Para mudar a unidade de m/s para km/h 
multiplica-se por 3,6. 
 
Temos que 1 km = 1000 m ou 1m = 10-3 km e 1 h = 3600 s ou 1s = 1h/3600. 
Substituindo na expressão, temos: 
 
 
 
Logo 1 metro por segundo equivale a 3,6 quilômetros por hora, 
1
m
s
= 3,6
km
h
. 
 
85
m
s
= 85x3,6
km
h
= 306
m
s
 
 
 
Questão 3: O gráfico abaixo representa o deslocamento (em metros) de um 
móvel com o tempo (em segundos). Com base no gráfico, determine posição 
inicial, a velocidade escalar e a função horária do móvel. 
 
 
 
a) 
tSsmvmS 5,25 e 5 ; 5,20 
 
b) 
tSsmvmS 5,25 e 5,2 ; 50 
 
c) 
tSsmvmS 5,25 e 5,2 ; 50 
 
d) 
tSsmvmS 5,25 e 5 ; 5,20 
 
e) 
 55,2 e 5 ; 5,20 tSsmvmS 
 
 
Gabarito comentado: 
Letra b. 
 
1
m
s
=
10-3km
1
3600
h
 
 
 
 4 
Temos que a função horária do movimento uniforme é dado por 
tvSS 0 
, 
onde S0 é a posição inicial do deslocamento, v é a velocidade e t é o tempo. 
Quando t =0 o móvel está na posição inicial, observando o gráfico S0=5 m. 
 
A velocidade é dado por 
t
S
v



. Com base no gráfico temos os dados 
necessários para encontrá-la. 
sm
tt
SS
t
S
v 5,2
10
25
010
530
0
0 









 
 
 
Questão 4: Neymar Jr em um treino chuta, em seqüência, três bolas. I, II e III, 
cujas trajetórias estão representadas nesta figura abaixo. 
 
 
 
 
Sejam tI, tII e tIII são os tempos gastos, respectivamente, pelas bolas I, II e III, 
desde o momento do chute até o instante em que atingem o solo. Considerando-
se essas informações, qual a relação entre os tempos abaixo está correta? 
 
a) tII > tI = tIII. 
b) tIII > tII = tI. 
c) tII > tIII > tI. 
d) tIII > tII > tI. 
e) tI = tII = tIII. 
 
Gabarito comentado: 
Letra a. 
 
Na vertical, temos um MRUV. Na horizontal, temos um MRU. A bola se move na 
vertical e horizontal, simultaneamente. Movimentos perpendiculares são 
 
 
 
 5 
independentes e podemos nos ater apenas à subida e descida da bola, que 
determina sua permanência no ar. Assim, a que vai mais alto demora mais: II. As 
outras duas subiram o mesmo, e demoram o mesmo! 
 
 
Questão 5: Johannes Kepler foi um astrônomo, matemático e astrólogo alemão e 
figura-chave da revolução científica do século XVII. É mais conhecido por ter 
formulado as três leis fundamentais da mecânica celeste, conhecidas como Leis 
de Kepler. A segunda lei de Kepler (Lei das Áreas) estabelece que a linha 
traçada do Sol a qualquer planeta descreve áreas iguais em tempos iguais. Com 
base na figura abaixo, podemos dizer que: 
 
 
 
 
a) O planeta se move com a mesma velocidade independente da sua posição em 
relação ao Sol. 
b) O planeta se move com menor velocidade perto do Sol (arco AB). 
c) O planeta se move com maior velocidade perto do Sol (arco AB). 
d) O planeta se move com maior velocidade afastado do Sol (arco CD). 
e) Não temos informação suficiente para distinguir a velocidade do planeta nos 
trechos AB e CD. 
 
Gabarito comentado: 
Letra c. 
 
O planeta se move com maior velocidade perto do Sol (arco AB). Isto acontece 
porque o planeta, estando mais próximo do Sol, sofre uma força de atração 
maior (comprovado mais tarde por Newton). 
t
S
v ABAB



 e 
t
S
v CDCD



, temos que 
t
 é igual nos dois trechos, igualando: 
 
CD
CD
AB
AB
v
S
v
S 


 
 
 
 
 
 6 
CD
CD
AB
AB v
S
S
v 



, como 
CDAB SS 
, concluímos que 
CDAB vv 
. 
 
 
Questão 6: Uma pessoa aperta um prego entre os dedos, como mostrado na 
figura: 
 
 
 
A cabeça do prego está apoiada no dedo médio e a ponta, no polegar. Onde 
MF
 
é o módulo da força e 
Mp
 é a pressão que o prego faz sobre o dedo médio da 
pessoa. Sobre o polegar, essas grandezas são, respectivamente, 
PF
 e 
Pp
. Qual 
afirmativa abaixo é verdadeira? 
a) 
MF
>
PF
 e 
Mp
= 
Pp
. 
b) 
MF
=
PF
 e 
Mp
=
Pp
. 
c) 
MF
>
PF
 e 
Mp
>
Pp
. 
d) 
MF
<
PF
 e 
Mp
>
Pp
. 
e) 
MF
=
PF
 e 
Mp
<
Pp
. 
 
Gabarito comentado: 
Letra e. 
 
Está implícito o Equilíbrio: prego está em repouso entre os dedos. Logo, as forças 
que os dedos fazem precisam ser iguais: 1ª Lei de Newton. Por outro lado, 
embora não seja fundamental, podemos lembrar também da 3ª Lei de Newton: a 
força que o dedo faz no prego é igual em módulo à que a prego faz no dedo. 
Princípio da Ação e Reação. Porém, Pressão é a Força distribuída