A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
60 pág.
Resoluções de física, apostila CPV

Pré-visualização | Página 11 de 15

− 18 − 2 (t2 − 12t + 36) ⇒ S = −−−−−2t2 + 27t −−−−− 72
Alternativa D
física
CPV 
43
152. (FFU-MG) Dois corpos 1 e 2 movem-se sobre uma reta
segundo as equações horárias:
( )
2
1
2
2
S 10t 5t
SI
S 30 5t 10t
⎧ = − +⎪⎨⎪ = + −⎩
Sendo S1 e S2 medidas a partir de uma origem comum
sobre a trajetória, pedem-se:
a) o instante em que os dois corpos se encontram
b) as velocidades e acelerações de ambos nesse instante
c) a posição do ponto de encontro
d) o instante e a posição em que são iguais as velocidades
de 1 e 2
e) a distância entre os dois móveis nas condições do
item d
Resolução:
a) No encontro:
S1 = S2−10t + 5t2 = 30 + 5t − 10t2
15t2 − 15t − 30 = 0
t2 − t − 2 = 0
t' = −−−−−1s (não convém)
t" = 2s
b) a1 = 10 m/s
2
a2 = −−−−−20 m/s2
V1 = −10 + 10t e V2 = 5 − 20t
V1 = −10 + 20 = 10 m/s V2 = 5 − 40 = −−−−−35 m/s
c) S1 = −10 . 2 + 5 . 22 = −20 + 20 = 0 ⇒ S = 0
d) V1 = V2−10 + 10t = 5 − 20t
t = 0,5 s
e) S1 = −10 . 0,5 + 5 . 0,52 = −3,75 m
S2 = 30 + 5 . 0,5 − 10 . 0,52 = 30 m
S2 − S1 = 33,75 m
153. (MACK-SP/2001) No instante em que o móvel P passa
pela origem de uma trajetória retilínea com velocidade
constante, outro móvel, Q, parte dessa origem, do repouso,
com movimento uniformemente acelerado, de mesmo
sentido do movimento do móvel P, deslocando-se nessa
mesma trajetória. Após 8s, a velocidade escalar desses
móveis são iguais e a distância entre eles é 48 m.
A aceleração do móvel Q vale:
a) 1,0 m/s2
b) 1,5 m/s2
c) 2,0 m/s2
d) 2,5 m/s2
e) 3,0 m/s2
Resolução:
• após 8s, VP = VQ:
para o móvel Q: aQ = 
Q PV 0 V
t 8
− =Δ
móvel P: SP = VP . t
móvel Q: SQ = 
1
2 aQ t
2 = P
V1
2 8. t
2
• após 8s:
SP – SQ = 48
VP 8 – 
PV1
2 8
. . 82 = 48
8 VP – 4 VP = 48 ⇒ VP = 12 m/s
aQ = 
PV 12
8 8= = 1,5 m/s2 ⇒ aQ = 1,5 m/s2
Alternativa B
154. (FEI-SP) Uma partícula em movimento retilíneo passa por
um ponto A com velocidade V1 = 20 m/s, mantendo-a
constante durante 5 s. Ao final desse intervalo de tempo,
sua velocidade cai instantaneamente para V2 = 10 m/s,
que permanece constante por 15 s. A seguir, fica parada
durante 20 s e, finalmente, adquire aceleração
constante a durante 10 s, alcançando um ponto B.
Se a velocidade média, no percurso total AB, é
Vm = 11 m/s, a aceleração a no último trecho vale:
a) 4 m/s2
b) 10 m/s2
c) 2 m/s2
d) 6 m/s2
e) 4,8 m/s2
Resolução:
V = 
Δ
Δ
S
t
 A1 + A2 + A3 = 500 a = 
Δ
Δ
V
t
11 = 
ΔS
50
 100 + 150 + 
10
2
V
 = 550 a = 
60
10
 = 6 m/s2
ΔS = 550 m V = 60 m/s
Alternativa D
t (s)
V (m/s)
20
5
A1 A2
20
10
0 5040
A3
CPV 
FÍSICA44
155. (UEL-PR) Um trem deve partir de uma estação A e parar na
estação B, distante 4 000 m de A. A aceleração e a
desaceleração podem ser, no máximo, de 5,0 m/s2 e a maior
velocidade que o trem atinge é 20 m/s.
O tempo mínimo para o trem completar o percurso de A a B
é (em segundos) de:
a) 98 b) 100 c) 148
d) 196 e) 204
156. (UNIMEP-SP) Uma partícula com velocidade escalar igual
a 10 m/s é acelerada na razão constante de 2 m/s2.
Para atingir uma velocidade escalar igual a 30 m/s, será
necessário percorrer:
a) 40 m b) 200 m c) 300 m
d) 400 m e) 500 m
157. (PUC-SP/2001) Ao iniciar a travessia de um túnel retilíneo
de 200 metros de comprimento, um automóvel de
dimensões desprezíveis movimenta-se com velocidade de
25 m/s. Durante a travessia, desacelera uniformemente,
saindo do túnel com velocidade de 5 m/s.
Nesse percurso, o módulo de sua aceleração escalar
foi:
a) 0,5 m/s2 b) 1,0 m/s2 c) 1,5 m/s2
d) 2,0 m/s2 e) 2,5 m/s2
158. (FAAP-SP) Um motorista de automóvel, viajando
a 90 km/h, vê um obstáculo a 500 m.
Qual é a aceleração que se deve introduzir nos freios para
que possa parar a tempo.
Resolução:
ΔS = 4000 m = Área
4000 = 
t t+ − 8 20
2
b g
t = 204s
Alternativa E
t (s)
V (m/s)
4
20
t – 4 t
Resolução:
V2 = V0
2 + 2 . a . ΔS
302 = 102 + 2 . 2 . ΔS
900 – 100 = 4 ΔS
800 = 4 ΔS
ΔS = 200 m Alternativa B
Resolução:
V2 = V0
2 + 2a ΔS
(5)2 = (25)2 + 2a . 200
25 = 625 + 400a
a = –1,5 m/s2
Alternativa C
Resolução:
VF = 0
ΔS = 500 m
V0 = 90 km/h = 25 m/s
VF
2 = V0
2 + 2 . a . ΔS
0 = 252 + 2 . a . 500
−625 = 1000 a
a = −−−−−0,625 m/s2
159. (FMU-SP) Um móvel é freado quando sua velocidade é
20 m/s e para depois de percorrer 100 m em movimento
retilíneo uniformemente retardado.
O tempo gasto para percorrer os 100 m será:
a) 50 s b) 20 s c) 10 s
d) 5 s e) 2,5 s
VF = 0 m/s
V0 = 20 m/s
ΔS = 100 m
VF
2 = V0
2 + 2 . a . ΔS
0 = 400 + 2 . 100 . a
a = −−−−−2 m/s2
V = V0 + at
0 = 20 − 2t
t = 10 s
Alternativa C
Resolução:
física
CPV 
45
160. (PUC-SP) A velocidade de um carro é, no instante em que
o motorista nota que o sinal fechou, 72 km/h. O tempo de
reação do motorista é de 0,75 s (tempo de reação: tempo
decorrido entre o instante em que o motorista vê o sinal
fechar até aquele em que aplica os freios) e os freios aplicam
ao carro um retardamento uniforme de 5 m/s2.
A distância percorrida pelo carro desde o instante em
que o motorista nota que o sinal fechou até que o carro
pare é de:
a) 55 m
b) 20 m
c) 14 m
d) 10 m
e) 44 m
161.Dados os vetores 
→
A, 
 →
B, 
→
C e 
→
D ao lado, efetue as operações:
a)
→
A + →B d) →A – →D
b)
→
C + →D e) →X = 2 →C
c)
→
A + →C + →B f) →Y = 46 
 →A
Resolução:
V = 72 km/h = 20 m/s
O carro percorre até o motorista frear:
S = V . t = 20 . 0,75 = 15 m
VF
2 = V0
2 + 2 . a . ΔS
0 = 400 − 2 . 5 . ΔS
ΔS = 40 m
ΔSTOTAL = 15 + 40 = 55 m
Alternativa A
Resolução:
b)
c)
d)
e)
a)
C D+JG JG
D
JG
C
JG
A
JG
B
JG
A B+JG JG
A
JG
C
JG
B
JG
A C B+ +JG JG JG
A
JG
D−JG
A D−JG JG
C
JG
x = 2 . C
G
C
JG
4y = . A
6
G JG
→→→→→
A
→→→→→
B
→→→→→
C
→→→→→
D
CPV 
FÍSICA46
162. (UEPG-PR) Quando dizemos que a velocidade de uma bola
é de 20 m/s, horizontal e para a direita, estamos definindo
a velocidade como uma grandeza:
a) escalar b) algébrica c) linear
d) vetorial e) nda
163. (UF-PB) Assinale as afirmativas corretas:
 I. As grandezas vetoriais sempre podem ser somadas.
 II. Uma grandeza vetorial pode ser somada com uma
grandeza escalar.
III. Pode-se multiplicar uma grandeza vetorial por uma
escalar.
IV. Apenas as grandezas escalares têm unidades.
a) I e II b) I c) IV
d) I e IV e) III
164. (UF-PR) Um navio se desloca 3 km para o Leste e, em
seguida, 4 km para o Norte.
Seu deslocamento vetorial tem para módulo:
a) 5,0 km
b) 7,0 km
c) 6,0 km
d) 3,5 km
165. (FATEC-SP) Dados os vetores 
→→→→→
A, 
→→→→→
B e 
→→→→→
C, representados
na figura em que cada quadrícula apresenta lado
correspondente a uma unidade de medida, é correto
afirmar que a resultante dos vetores tem módulo:
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 6
Resolução:
Possui módulo, direção e sentido ∴ é vetorial.
Alternativa D
Resolução:
 I. Falsa. Podem ser somadas desde que tenham a mesma
dimensão.
 II. Falsa. Vetor não pode ser somado com um escalar.
III. Verdadeira.
IV. Falsa. As vetoriais também têm.
Alternativa E
Resolução:
x2 = 42 + 32
x = 5 km
Alternativa A
4kmx
3km
→→→→→
A
→→→→→
B
→→→→→
C
Resolução:
Considerando:
→
A = –3
→
i
→
B = +
→
i – 
→
j
→
C = 2
→
i + 2
→
j
Logo
→
A + 
→
B + 
 →
C = –3
→
i + 
 →
i – 
 →
j + 2
→
i + 2
→
j
→
A + 
 →
B + 
 →
C = 1
→
j
| →A + →B + →C | = 1 Alternativa A
→
j →
i
166. (FCC-SP) Na figura, estão desenhados dois vetores (
→
X e→
Y). Esses vetores