Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
2 Unicesumar   Ensino a Distância

Pré-visualização | Página 1 de 2

13/04/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
1/6
ATIVIDADE 1 - SSOC - SEMINÁRIOS TEMÁTICOS EM SAUDE, EDUCAÇÃO E HABITAÇÃO - 2018A2
Período:06/04/2018 22:30 a 13/04/2018 23:59 (Horário de Brasília)
Data Final:20/04/2018 23:59 valendo 50% data nota!
Status:ABERTO
Nota máxima:0,50
Gabarito:Gabarito será liberado no dia 21/04/2018 00:00 (Horário de Brasília)
Nota ob�da:
1ª QUESTÃO
A política de educação, no Brasil, teve, na Constituição Federal de 1988, seu processo inicial de
democratização, tornando-a um direito social, de acesso gratuito. Para garantir a qualidade da educação,
houve uma discussão ampliada a partir da década de 1990, com profissionais da área de educação,
intelectuais e políticos.
CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e
Habitação. Maringá : UniCesumar, 2016 (adaptado).
Um documento foi concebido a partir dessa mobilização, no ano de 1996. Assinale a alternativa que
apresenta tal documento:
ALTERNATIVAS
Política Nacional de Educação - PNE.
Lei de Diretrizes e Bases da Educação - LDB.
Plano de Desenvolvimento da Escola - PDE.
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE.
Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental de valorização do magistério - FUNDEF.
2ª QUESTÃO
O assistente social atua na mediação de conflitos entre o capital e o trabalho. Ele é o profissional apto a
intervir diretamente nas expressões da questão social, visto ser capaz de realizar uma análise da conjuntura
das demandas que lhes são apresentadas no cotidiano profissional. O seu trabalho junto ao ambiente
escolar tem contribuído em diversos aspectos.
CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e Habitação.
Maringá : UniCesumar, 2016 (adaptado).
 
A respeito da contribuição profissional do assistente social, é correto afirmar que
ALTERNATIVAS
ela atua na inserção da profissão de assistente social em diversos espaços de trabalho
ela atua a criação de possibilidades de conscientização, autonomia e emancipação humana
ela atua no processo educativo de ensino-aprendizagem desvinculado da participação crítica
ela atua na formação integral dos indivíduos, incorporando a qualidade do ensino no processo educativo
ela atua na análise da conjuntura da política de educação de forma descentralizada da própria esfera política.
3ª QUESTÃO
13/04/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
2/6
A inserção do serviço social no âmbito da política pública de habitação acontece timidamente a partir da
década de 1930, período em que as cidades recebem um grande número de famílias da zona rural, êxodo
gerado pela crise cafeeira e pelo processo de industrialização. Sobre a atuação do(a) assistente social nesse
período, havia caracteristicas de suas intervenções bem peculiares.
 CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e Habitação.
Maringá: UniCesumar, 2016 (adaptado).
Analise as afirmações a seguir, julgando-as com (V) para as Verdadeiras e (F) para as Falsas:
 
I. O serviço social atuou intermediando interesses do Estado e das classes dominantes.
 II.  O profissional de serviço social atuou como um instrumento de manipulação, exploração e dominação
das classes subalternas.
 III. Nesse período, o profisisonal de serviço social atuou na garantia e defesa de direitos sociais.
 IV. O serviço social atuou reiterando as contradições históricas.
 As afirmações I, II, III e IV, são, respectivamente:
ALTERNATIVAS
V, V, F, V.
V, F, V, V.
F, F, V, V.
F, V, V, F.
V, V, F, F.
4ª QUESTÃO
Na década de 1990 processo de reforma neoliberal do Estado brasileiro, passa a discursar pela superação da
crise econômica através da redução das despesas do Estado, da privatização das empresas estatais, pela
demissão voluntária, mas, principalmente pelo alinhamento da economia nacional aos moldes internacionais
dos países capitalistas centrais que exigiam a abertura dos mercados e a mundialização de capitais. Diante
desse cenário o Sistema Único de Saúde-SUS passa a sofrer graves consequências e temos o acirramento de
embates entre os projetos de saúde sanitarista e privatista.
 
CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e Habitação.
UniCesumar: Centro Universitário Cesumar. Núcleo de Educação à Distância. Maringá - PR, 2016.
 
Sobre  o embate entre os dois projetos de saúde: projeto sanitarista x projeto privatista, é correto afirmar
que:
ALTERNATIVAS
adaptado
13/04/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
3/6
O projeto sanitarista, principal movimento de luta para a conquista do direito à saúde pública e o projeto privatista,
que teve por meta impedir que o SUS se consolidasse, alterando a lógica do direito para o mercado e o consumo
O projeto privatista, principal movimento de luta para a conquista do direito à saúde pública e o projeto sanitarista,
que teve por meta impedir que o SUS se consolidasse, alterando a lógica do direito para o mercado e o consumo
O projeto totalitarista, principal movimento de luta para a conquista do direito à saúde pública e o projeto
nacionalista, que teve por meta impedir que o SUS se consolidasse, alterando a lógica do direito para o mercado e o
consumo
O projeto sanitarista, principal movimento de luta para a conquista do direito à assistência social e o projeto
nacionalista, que teve por meta impedir que o SUS se consolidasse, alterando a lógica do direito para o mercado e o
consumo
O projeto nacionalista, principal movimento de luta para a conquista do direito ä saúde pública e o projeto estadista,
que teve por meta impedir que o SUS se consolidasse, alterando a lógica do direito para o mercado e o consumo
5ª QUESTÃO
O Sistema Único de Saúde  foi preconizado pela Constituição Federal de 1988 e tem, como princípios, a
universalidade, a integralidade e a equidade da política pública de saúde. Esses princípios são conhecidos
como o tripé da seguridade social, ou seja, a sustentação e base da seguridade.
CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e
Habitação. Maringá : UniCesumar, 2016 (adaptado).
Há uma legislação que define as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde,
organizando e funcionamento dos serviços do Sistema Único de Saude (SUS). Essa legislação é a
ALTERNATIVAS
Lei 8.472/1993.
Lei 8.142/1990.
Lei 8.662/1993.
Lei 8.080/1990.
Lei 1.651/1995.
6ª QUESTÃO
13/04/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
4/6
O Sistema Único de Saúde (SUS) é criado em 1990 com a seguinte proposta:
  
"A proposta do SUS está vinculada a uma ideia central: todas as pessoas têm direito à saúde. Este direito
está ligado à condição de cidadania. Não depende do mérito de pagar previdência social
nem de provar condição de pobreza
nem de poder aquisitivo
muito menos de caridade
. Com base na concepção de seguridade social, o SUS supõe uma sociedade solidária, democrática, movida
por valores de igualdade e equidade, sem discriminações ou privilégios" (PAIM, 2009, p.43 APUD Cecicio
2017, p. 27).
 
CECILIO, D. M.; BERNARDO, R. C.; CURI, S. D. C. Seminário temático em Saúde, Educação e Habitação.
UniCesumar: Centro Universitário Cesumar. Núcleo de Educação à Distância. Maringá - PR, 2016.
 
 Analisando o exposto acima, ressalta-se que:
  
ALTERNATIVAS
É dever do Estado garantir o acesso à saúde somente para pessoas que tem previdência privada
É dever do Estado garantir o acesso à saúde pública, integral e descentralizada somente para as mulheres
É dever da sociedade em geral a garantia do acesso à saúde pública universal, integral, democrática e de qualidade
É dever do Estado a garantia do acesso à saúde pública universal, integral, descentralizada, democrática e de
qualidade
É dever do Estado garantir a saúde
Página12