Acidentes domésticos2
20 pág.

Acidentes domésticos2


DisciplinaAcidentes Domesticos9 materiais30 seguidores
Pré-visualização1 página
\uf0a8 Acidentes domésticos podem ser prevenidos.
Entre pediatras e especialistas da área de
cuidados com as crianças, é senso comum
que, se os responsáveis tivessem mais
orientações ou tomassem mais cuidado com
os ambientes em que as crianças
permanecem, grande parte dos acidentes não
aconteceria.
\uf0a8 Proteja sempre o fio por onde a corrente elétrica
passa, não deixando fios descobertos, evitando o
contato eventual das pessoas.
\uf0a8 Nunca deixe um fio elétrico descascado,
principalmente se estiver ao alcance das pessoas
e de crianças em especial.
\uf0a8 Não tente mudar a chave de temperatura do
chuveiro com ele ligado ou com o corpo molhado.
Ao trocar uma lâmpada todo o cuidado é pouco.
Evite o contato com o suporte.
\uf0a8 Nunca empinar pipa (papagaio) no centro
urbano: local com cabos elétricos aéreos.
\uf0a8 Nunca deixe crianças brincarem com as
tomadas. Para as crianças pequenas, que
ainda engatinham, é fácil o acesso às tomadas
utilize protetores de tomadas ou coloque um
pequeno pedaço de esparadrapo cobrindo-as.
\uf0a8 Use sempre aparelhos elétricos, ferramentas
elétricas e materiais elétricos (fios, tomadas,
fusível, etc) de boa qualidade.
A curiosidade infantil é um dos grandes motivos do
alto índice de acidentes domésticos, por isso é
necessário que algumas medidas se façam
presentes para evitarmos situações desfavoráveis.
Recomendações que auxiliam:
\uf0a8 Evite misturar no mesmo local, cosméticos,
remédios, e produtos de limpeza;
\uf0a8 Não dê cosméticos para as crianças brincarem;
\uf0a8 Não coloque material de limpeza (detergentes,
água sanitária, querosene) em garrafas de
refrigerante;
\uf0a8 Lembre-se que os remédios líquidos de uso infantil
costumam ter um sabor agradável, por isso deve
ser mantido longe do alcance das crianças.
\uf0a8 Todo medicamento deve ser guardado em lugares
altos e, de preferência, trancados com chave.
Nenhum medicamento deve ser tomado sem
orientação médica.
Saber o que fazer diante dos acidentes
domésticos mais comuns pode não só diminuir a
gravidade do acidente, como salvar uma vida. Os
acidentes que acontecem mais frequentemente em casa
são queimaduras, sangramentos do nariz, intoxicação,
cortes, choque elétrico, quedas, asfixia e mordidas. Por
isso, veja como agir diante de cada tipo de acidente e o
que fazer para evitá-los:
As queimaduras podem surgir devido à
exposição prolongada ao sol ou a fontes de calor,
como fogo ou água fervente. O que se deve fazer:
\uf0a8 Colocar a região afetada debaixo de água fria
por 15 minutos;
\uf0a8 Evitar esfregar qualquer tipo de produto, como
manteiga ou óleo;
\uf0a8 Não furar as bolhas que podem surgir na pele
queimada.
Quando pode ser grave: a queimadura
geralmente é grave quando tem um tamanho
maior que a palma da mão ou quando não
provoca qualquer tipo de dor. Nestes casos é
recomendado chamar ajuda médica, ligando o
192, ou ir ao pronto-socorro.
\uf0a8 O sangramento pelo nariz, normalmente, não é
uma situação grave, podendo ser causado quando
se assoa o nariz com muita força, quando se
cutuca o nariz ou quando se sofre uma pancada
no nariz, por exemplo.
\uf0a8 Para parar o sangramento deve-se:
\uf0a8 Sentar e inclinar a cabeça para a frente;
\uf0a8 Apertar as narinas com o polegar e indicador
durante pelo menos 10 minutos;
\uf0a8 Após parar o sangramento, limpar o nariz e a
boca, sem fazer pressão com uma compressa ou
pano molhado com água morna;
\uf0a8 Não assoar o nariz durante pelo menos 4 horas
após o nariz sangrar.
\uf0a8 Quando pode ser grave: quando surgem
outros sintomas, como tonturas, desmaio ou
sangramentos nos olhos e ouvidos. Nestes
casos deve-se chamar uma ambulância,
ligando o 192, ou ir imediatamente ao pronto-
socorro.
\uf0a8 A intoxicação é mais frequente em crianças,
devido à ingestão acidental de medicamentos
ou produtos de limpeza que estão ao seu
alcance. Nestes casos, o que se deve fazer
imediatamente é:
\uf0a8 Chamar ajuda médica, ligando o 192;
\uf0a8 Identificar a fonte do envenenamento;
\uf0a8 Manter a vítima calma até a chegada da ajuda
médica.
\uf0a8 Os cortes podem ser provocados por objetos cortantes, como faca
ou tesoura, assim como objetos perfurantes, como pregos ou
agulhas, por exemplo. Os primeiros socorros incluem:
\uf0a8 Fazer pressão sobre o local com um pano limpo;
\uf0a8 Lavar a região com soro fisiológico ou com água e sabão, após
estancar a hemorragia;
\uf0a8 Cobrir o ferimento com um curativo esterilizado;
\uf0a8 Evitar retirar objetos que estejam perfurando a pele, ligando
imediatamente para o 192.
\uf0a8 Quando pode ser grave: os cortes podem ser graves quando
são provocados por objetos com ferrugem ou quando apresenta
hemorragia muito grande e difícil de estancar
\uf0a8 Os choques elétricos são mais frequentes em
crianças devido à falta de proteção nas tomadas
da parede de casa, no entanto, também podem
acontecer ao utilizar um aparelho doméstico em
mau estado, por exemplo. O que se deve fazer
nestes casos é:
\uf0a8 Desligar o quadro geral de energia;
\uf0a8 Afastar a vítima da fonte elétrica utilizando objetos
de madeira, plástico ou borracha;
\uf0a8 Deitar a vítima para evitar quedas e fraturas após
o choque elétrico;
\uf0a8 Chamar uma ambulância, ligando para o 192.
\uf0a8 As quedas, geralmente, acontecem quando se
tropeça ou escorrega em tapetes ou chão
molhados. No entanto, também podem acontecer
quando se anda de bicicleta ou se está em cima
de um objeto alto, como uma cadeira ou
escadinha. Os primeiros socorros para quedas
incluem:
\uf0a8 Acalmar a vítima e observar a presença de
fraturas ou sangramentos;
\uf0a8 Parar sangramentos, caso seja necessário,
aplicando pressão no local com um pano limpo ou
gaze;
\uf0a8 Lavar e aplicar gelo sobre a região afetada.
\uf0a8 Quando pode ser grave: as quedas podem ser
graves quando a vítima cai de cabeça, apresenta
sangramento excessivo, fratura um osso ou
apresenta sintomas como vômitos, tonturas ou
desmaio. Nestes casos deve-se chamar uma
ambulância, ligando para o 192, ou ir
imediatamente ao pronto-socorro.
\uf0a8 Como evitar: deve-se evitar ficar de pé em cima
de objetos altos ou instáveis, assim como utilizar
sapatos bem ajustados ao pé, por exemplo.
\uf0a8 A asfixia, normalmente, é provocada por engasgamento que
pode acontecer, mais frequentemente, ao comer ou ao
engolir objetos pequenos, como tampa de uma caneta,
brinquedos ou moedas, por exemplo. Os primeiros socorros
neste caso são:
\uf0a8 Bater 5 vezes no meio das costas da vítima, mantendo a
mão aberta e num movimento rápido de baixo para cima;
\uf0a8 Fazer a manobra de Heimlich, caso a pessoa continue
engasgada. Para isso, deve-se segurar a vítima por trás,
passar os braços à volta do tronco e fazer pressão com um
punho cerrado sobre a boca do estômago. Veja como fazer
a manobra corretamente em: Manobra de Heimlich.
\uf0a8 Chamar ajuda médica, ligando para o 192, caso a pessoa
continue engasgada após a manobra.
\uf0a8 As mordidas ou picadas podem ser provocadas
por vários tipos de animal, como cão, abelha,
cobra, aranha ou formiga e, por isso, o tratamento
pode variar. No entanto, os primeiros socorros
para mordidas são:
\uf0a8 Chamar ajuda médica, ligando para o 192;
\uf0a8 Deitar a vítima e manter a região afetada abaixo
do nível do coração;
\uf0a8 Lavar a região da mordida com água e sabão;
\uf0a8 Evitar fazer torniquete, sugar o veneno ou
espremer o local da mordida.
\uf0a8 Quando pode ser grave: qualquer tipo de
mordida pode ser grave, especialmente
quando provocada por animais peçonhentos.
Assim, é sempre aconselhado ir ao pronto-
socorro para avaliar o mordida e iniciar o
tratamento adequado.
\uf0a8 Como evitar: é recomendado colocar redes
nas janelas e portas para evitar a entrada de
animais peçonhentos dentro de casa.
Professores:
\uf0a8Guto
\uf0a8 Jacob
\uf0a8Fábio
\uf0a8Vânia