Revestimentos ceramicos e porcelanato
2 pág.

Revestimentos ceramicos e porcelanato

Disciplina:Administração na Construção Civil2 materiais11 seguidores
Pré-visualização1 página
INTRODUÇÃO

Atualmente a etapa de revestimento é essencial na qualidade do produto final entregue pela industria da construção civil, sendo que os azulejos acompanham a história do homem como meio de representar formas de expressão de arte e arquitetura, contribuindo continuamente para o perfeccionismo e equilibrio estético dos interiores e exteriores (MORAIS, 1988).
A etapa de revestimento tem como função revestir uma superficie aspera ou lisa com uma ou mais camadas sobrepostas de argamassa, com uma espessura essencialmente uniforme, adequada a receber um acabamento final, o qual pode ser de ceramica, porcelanato, madeira, pedra, entre outros. Os quais objetivam recobrir as vedações e a estrutura do edificio, proteção térmica e/ou acústica conferindo de modo geral proteção, funções estéticas e consequentemente valorização economica (NBR 13529-ABNT,2013; CUNHA,s.d.).
É grande a variedade de revestimentos, e com isso, a escolha vai depender da caracteristica desejada na edificação, por exemplo: o porcelanato vai conferir beleza e sofisticação; a cerâmica é uma boa opção para quem deseja economizar; ladrilhos hidráulicos são perfeitos para decorações sofisticadas; mármore e granito representam um tipo de revestimento elegânte. É possível combinar os materiais de revestimentos, sendo que além dos fatores citados acima, também podem ser escolhidos de acordo com o local onde serão utilizados.
Como explicito acima, existem varias opções de materiais para se fazer o revestimento de uma obra, porém a que será abordada no presente trabalho, será o revestimento cerâmico e porcelanato. Sendo um assunto que gera dúvidas, por não ser clara a diferença entre eles, e com isso, as lojas especializadas em revestimentos encontram a necessidade de se especializar para sanar as duvidas dos clientes entre qual tipo de revestimento optar.
O objetivo do trabalho é esclarecer as diferenças entre a cerâmica e o porcelanato utilizados em pisos e paredes, explicitando as caracteristicas de cada um, qual o local indicado para o uso, processo de execução e quais suas vantagens e desvantagens.

Referencias Bibliográficas
MORAIS, Frederico - Azulejaria Contemporânea no Brasil, Editoração Publicações e Comunicações LTDA, São Paulo, 1988.

ABNT, 2013, Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas - Terminologia, NBR 13529, Rio de Janeiro, RJ, Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

CUNHA, E. H. Revestimento de paredes. Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Disponível em: http://professor.pucgoias.edu.br/SiteDocente/admin/arquivosUpload/17537/material/Aula%2012%20-%20Revestimentos.pdf. Acesso: 02/2017.