A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
Relatório de Lab Solos I

Pré-visualização | Página 1 de 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO 
COLEGIADO DE ENGENHARIA CIVIL 
 
 
 
 
 
 
 
 
1° RELATÓRIO DA DISCIPLINA LABORATÓRIO DE 
SOLOS I 
 
DOCENTE: 
Prof. Dr. João Barbosa de Souza neto 
 
 
DISCENTES: 
Cleiton Silva Oliveira 
Elismar Pereira Guirra 
Julimar da Silva Rocha 
 
 
 
 
 
 
Juazeiro-Ba. 
2014
1 
 
SUMÁRIO 
 
RESUMO.............................................................................................................3 
1. ANALISE TACTO VISUAL...............................................................................4 
2. ENSAIO DE ANÁLISE GRANULOMÉTRICA..................................................4 
2.1 Introdução...........................................................................................4 
2.2 Descrição do ensaio............................................................................4 
2.2.1 Materiais e equipamentos................................................................5 
2.2.1.1 Equipamentos preliminares...........................................................5 
2.2.1.2 Equipamentos para ensaio de granulometria................................5 
2.2.2 Metodologia do ensaio.....................................................................5 
2.3 Apresentação e discussão dos resultados..........................................7 
2.4 Conclusão.........................................................................................12 
3. ENSAIO DE MASSA ESPECÍFICA DOS SÓLIDOS......................................12 
 3.1 Introdução.........................................................................................13 
 3.1.1 Objetivo..........................................................................................13 
3.2 Descrição do ensaio..........................................................................13 
3.2.1 Materiais e equipamentos..............................................................14 
3.2.2 Metodologia do ensaio...................................................................14 
3.3 Apresentação e discussão dos resultados........................................15 
3.3.1 Determinação do teor de umidade.................................................15 
3.3.2 Determinação da massa específica dos sólidos.............................15 
3.4 Conclusão.........................................................................................17 
4. ENSAIO DO LIMITE DE ATTEBERG............................................................17 
 4.1 Introdução.........................................................................................17 
 4.1.1 Objetivo..........................................................................................18 
4.2 Descrição do ensaio..........................................................................18 
2 
 
4.2.1 Materiais e equipamentos..............................................................18 
4.2.1.1 Equipamentos para ensaio do limite de liquidez.........................19 
4.2.1.2 Equipamentos para ensaio do limite de plasticidade..................19 
4.2.2 Metodologia do ensaio...................................................................19 
4.3 Apresentação e discussão dos resultados........................................20 
4.4 Conclusão.........................................................................................22 
5. ENSAIO DE COMPACTAÇÃO......................................................................23 
 5.1 Introdução.........................................................................................23 
 5.1.1 Objetivo..........................................................................................23 
5.2 Descrição do ensaio..........................................................................24 
5.2.1 Materiais e equipamentos..............................................................24 
5.2.2 Metodologia do ensaio...................................................................24 
5.3 Apresentação e discussão dos resultados........................................24 
5.4 Conclusão.........................................................................................27 
6 CONCLUSÃO GERAL....................................................................................27 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................28 
ANEXOS............................................................................................................29 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
 
RESUMO 
 
 
 O seguinte relatório faz uma analise dos procedimentos experimentais 
realizados no laboratório de Mecânica dos Solos da Universidade Federal do 
Vale do São Francisco. Os ensaios realizados foram: Massa específica dos 
grãos (NBR – 6508), compactação dos solos (NBR – 7182), e Granulometria e 
limites de liquides e plasticidade. Para a engenharia civil a realização destes 
ensaios é imprescindível, logo que indicam as condições e características de 
um solo, o que implica diretamente na realização e dimensionamento das mais 
variadas estruturas. Para o ensaio de massa específica dos grãos, 
granulometria e índices de Atterberg, concluiu-se que os resultados não foram 
satisfatórios de acordo com as suas respectivas normas, devido a erros 
sistemáticos e experimentais, logo esses resultados não poderiam ser usados 
como parâmetros. Para o ensaio de compactação obteve-se o valor para a 
umidade ótima e a densidade seca máxima, mas não foi possível o cálculo do 
grau de saturação porque não era conhecida a massa específica dos grãos. 
Contudo, esse trabalho é satisfatório ao complementar a formação geotécnica 
do aluno através do contato direto e prático com instrumentos de análise de 
solos, sendo ainda um primeiro contato com a pesquisa científica. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 
 
 
1- ANALISE TACTO VISUAL 
 
 
 A priori, antes de todos os procedimentos, os componentes da equipe 
realizaram uma analise tacto visual, a fim de pré-identificar o solo que seria 
trabalhado. 
 Ao ser realizado a analise, verificou-se a pouca quantidade de solo de 
granulometria que proporcionasse atrito entre os dedos, identificando 
predomínio de material de granulometria fina (silte ou argila). O critério que 
definiu a caracterização foi a plasticidade, que é inferior a solos com altos 
teores de argila, já que essa é a responsável pelas reações no solo, e por 
consequência responsável pela plasticidade da amostra. Então por consenso 
dos componentes o solo pode ser pré-classificado como silte argiloso. 
 
 
2 – ENSAIO DE ANÁLISE GRANULOMÉTRICA 
 
2.1 - INTRODUÇÃO 
 
 O seguinte trabalho tem como meta apresentar uma analise, a fim de 
definir como se escolhe uma amostra de solo e a partir desta por meio das 
prescrições da norma vigente da ABNT obter dados que permita auxiliar a sua 
caracterização e utilização do solo de maneira apropriada por meio de curvas 
granulométricas. 
 
 
2.2–DESCRIÇÃO DO ENSAIO 
 
 A atividade descrita possui como objetivo a realização de um dos 
ensaios de caracterização (nesse caso a análise granulométrica) do solo por 
meio dos processos de peneiramento e sedimentação. A norma usada para 
procedência das atividades será a NBR 7181/84 que possui como documentos 
5 
 
de auxílio a NBR 6457/86(preparo de amostras) e a NBR 6508/95 
(determinação da massa específica para grãos com diâmetro inferior a 4,8 
mm). 
 
2.2.1- Materiais e equipamentos 
 
1.2.1.1 -Equipamentos preliminares (NBR 6457/86): 
 Balança; 
 Peneiras; 
 Bandejas metálicas;

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.