PSICOLOGIA DA COMUNICAÇÃO   exercícios da aula 1 a 10
48 pág.

PSICOLOGIA DA COMUNICAÇÃO exercícios da aula 1 a 10


DisciplinaPsicologia da Comunicação481 materiais2.139 seguidores
Pré-visualização15 páginas
1.
	Aula 1
	Kurt Lewin na década de 30 iniciou os estudos dos processos relacionais sob a ótica do conhecimento científico da Psicologia. Esses processos que eram entendidos somente como interiores e pessoais passam a ser compreendidos praticamente de maneira oposta. Sendo assim analise as afirmativas abaixo que tratam sobre como as diferentes escolas da psicologia entendem o conceito de personalidade pelo víeis das relações interpessoais.
 I - A escola francesa de psicologia considera que a personalidade não é algo que os indivíduos possuem, mas sim, algo que exibem na relação com o outro.
II - Para a escola behaviorista, a personalidade é um conjunto de condicionamentos aprendidos através das relações.
III - Para as demais escolas da psicologia as relações não influenciam na construção da personalidade do sujeito.
Estão corretas:
	
	
	
	
	Somente a afirmativa III
	
	
	As afirmativas I e III
	
	 
	As afirmativas I e II
	
	
	As afirmativas II e III
	
	
	As afirmativas I, II e III
		2.
		Chamamos de Comportamento Social ao:
	
	
	
	
	Comportamento gerado a partir de reações a estímulos sociais.
	
	
	Padrão de condutas aprendido para as normas de convivência social, como boas maneiras e etiqueta.
	
	 
	Comportamento produzido em função do outro, ou em função das expectativas sociais das pessoas.
	
	
	Comportamento decorrente das interações grupais, nos quais o sujeito busca a aprovação no grupo.
	
	 
	Conjunto de condutas e posturas que realizamos em sociedade, porém não na vida privada.
		3.
		Em nossa existência, desde pequenos, tendemos a adotar comportamentos que observamos nos demais e que representam as características mais comuns dos grupos aos quais pertencemos. Isto acontece porque tendemos a ver o outro como modelo, o que faz com que o nosso sentimento de normalidade dependa de podermos equiparar nosso comportamento ao comportamento da maioria do grupo. Isto resulta em um processo psíquico tipicamente humano e ancorado na posição que este outro teve na nossa construção subjetiva. Neste caso mencionado, este outro é tomado por nós como:
	
	
	
	
	Fator de segurança.
	
	
	Fator motivador de ações e atitudes.
	
	 
	Fator de equilíbrio psicológico.
	
	 
	Fator de dependência.
	
	
	Fator de influência na personalidade.
	
	
	
		4.
		Uma vez estabelecida uma civilização, seu desenvolvimento será baseado fundamentalmente em uma tríade de desenvolvimentos que se relacionam entre si. São eles, o desenvolvimento tecnológico, o desenvolvimento social e o desenvolvimento cultural ou ideológico. A garantia de que haja bens públicos que somente o estado pode oferecer, como, por exemplo, a Justiça, é um exemplo de:
	
	
	
	 
	Desenvolvimento Social.
	
	
	Desenvolvimento Econômico.
	
	
	Desenvolvimento Cultural.
	
	
	Desenvolvimento Tecnológico.
	
	
	Desenvolvimento Humano.
		5.
		O processo de construir muros nas casas, ou que faz o cão urinar em torno de sua área para definir seu espaço frente aos outros animais, diz respeito a um comportamento de organização do grupo social. A ele, damos o nome de:
	
	
	
	
	Preservação da Prole.
	
	 
	Preservação Territorial.
	
	
	Comunicação Social.
	
	
	Hierarquia Social.
	
	
	Cooperação.
		6.
		Edgar Morin afirma que "a cultura define a identidade individual e a social, não só por sua própria imagem, mas também por oposição à da cultura estrangeira". A partir deste conceito, podemos então admitir que:
	
	
	
	
	A cultura de um grupo interfere tanto nas características da própria sociedade quanto nas características de grupos estrangeiros.
	
	
	As relações entre diferentes sociedades dependem fundamentalmente da identificação ou oposição de seus valores, conceitos e ideologias.
	
	
	As sociedades humanas possuem especificidades que são responsáveis por seus modelos socioeconômicos.
	
	
	A identidade individual dos membros de um grupo é constituída a partir das diferenças culturais entre a pessoa e sua comunidade.
	
	 
	A identidade social dos membros de um grupo é constituída e reforçada pelos seus códigos culturais e pela comparação com os códigos culturais estrangeiros.
		7.
		As duas condições básicas para o estabelecimento de uma situação de grupo são:
	
	
	
	 
	Consciência do outro como pessoa e estabelecimento de relações interpessoais.
	
	
	Objetivos comuns e identidade entre os membros.
	
	
	Proximidade geográfica e conhecimento entre os membros.
	
	 
	Identificação entre os membros e identificação de objetivos pessoais.
	
	
	Estabelecimento de relações interpessoais e fixação de objetivos comuns.
	
	
	
		8.
		Quando um grupo se forma, alguns processos relacionais passam a atuar tanto na direção do sujeito para o grupo como do grupo para o sujeito. Identifique nas alternativas abaixo a afirmativa correta relacionada ao processo relacional chamado de status.
	
	
	
	
	É a pressão resultante das forças que agem sobre o sujeito para que este permaneça ligado ao grupo.
	
	
	É o processo pelo qual diferenças individuais de poder pessoal são anuladas pela integração de seus membros.
	
	
	Refere-se ao nível de acesso e influência direta exercida por um membro do grupo em relação aos demais.
	
	 
	É fruto da interação entre os membros do grupo e surge em função de seus objetivos.
	
	 
	Prestígio desfrutado por um membro do grupo. Refere-se à posição do sujeito no grupo.
		1.
		Quando um grupo se forma, alguns processos relacionais passam a atuar tanto na direção do sujeito para o grupo como do grupo para o sujeito. Identifique nas alternativas abaixo a afirmativa correta relacionada ao processo relacional chamado de comunicação.
	
	
	
	 
	Refere-se ao nível de acesso e influência direta exercida por um membro do grupo em relação aos demais.
	
	
	É a pressão resultante das forças que agem sobre o sujeito para que este permaneça ligado ao grupo.
	
	
	É o processo pelo qual diferenças individuais de poder pessoal são anuladas pela integração de seus membros.
	
	
	São padrões ou expectativas de comportamento partilhadas pelos membros de um grupo.
	
	
	Representa o conjunto subjetivo de atributos organizados e construídos pela função do sujeito no grupo.
		2.
		Desde muito pequenos, nos acostumamos a perceber o outro humano como um apoio às nossas necessidades, em função, principalmente, de nossa total dependência dos seus cuidados, que acaba sendo determinante na forma como vamos nos enxergar, de modo auto-confiante ou não, e como vamos entender o mundo, como confiável ou, ao contrário, como algo que devemos temer. Esta característica de nossa existência resulta em um processo psíquico tipicamente humano e ancorado na posição que este outro teve na nossa construção subjetiva. Neste caso mencionado, este outro é tomado por nós como:
	
	
	
	
	Fator motivador de ações e atitudes.
	
	 
	Fator de segurança.
	
	
	Fator de influência na personalidade.
	
	 
	Fator de equilíbrio psicológico.
	
	
	Fator de dependência.
		3.
		A Psicologia Social se caracteriza pelo segmento da Psicologia que estuda os processos relacionais. Sobre os principais processos psíquicos determinados pelas relações interpessoais:
I - O outro como fator de segurança: Concepção baseada em conceitos pelos quais a personalidade é exclusivamente um produto da interação social, como nas teorias culturalistas.
II - O outro como fator de influência na personalidade: Proveniente do comportamento infantil, aonde há uma total dependência de um adulto.
III - O outro como fator de equilíbrio psicológico: O outro é visto
Cristina
Cristina fez um comentário
MUITO BOM SEU CONTEUDO OBRIGADA
0 aprovações
Carregar mais