RESUMO PROVA 2 GNOSIA I
14 pág.

RESUMO PROVA 2 GNOSIA I


DisciplinaFarmacognosia2.568 materiais23.590 seguidores
Pré-visualização4 páginas
RESUMO PROVA 2 GNOSIA I 
BIOSSÍNTESE 
A biossíntese é o processo pelo qual os organismos vivos, sejam eles animais, vegetais ou 
micro-organismos sintetizam as substâncias necessárias a sua manutenção, ou seja, 
necessária para sua sobrevivência. Estas substâncias são denominadas metabólitos, onde os 
chamados metabólitos primários são compostos essenciais para a vida, para sobrevivência e 
são produzidos pelo metabolismo primário. Segue alguns exemplos: 
\uf0b7 Clorofila: fotossíntese (onde via CO2 e água se produz glicose, que é a fonte de 
carbono para todas as outras moléculas do organismo) 
\uf0b7 Colesterol: essencial a constituição da membrana celular (no vegetal não é 
exatamente o colesterol, mas algumas espécies até produzem) 
\uf0b7 Carboidratos \u2013 energia, fonte de carbono para produção das moléculas 
\uf0b7 Aminoácidos: polipeptídeos, proteínas - enzimas - reações químicas 
\uf0b7 Ácidos graxos - lipídeos - componentes de membrana celular 
\uf0b7 Ácidos nucléicos: DNA, RNA - multiplicação celular 
Já os metabólitos secundários não são essenciais para a sobrevivência, no entendo auxílio 
nessa sobrevivência uma fez que podem conferir certas vantagens, conferindo uma atividade 
biológica importante, tais como defesa, reserva de alguma substancia, proteção etc. O 
metabolismo secundário vem do metabolismo primário sendo mais específico em espécies 
vegetais, animais e micro-organismos. Seguem alguns exemplos: 
\uf0b7 Flavonoides: proteção \u2013 filtra raio UV, polinização \u2013 dão cores (existe em praticamente 
todo vegetal) 
\uf0b7 Terpenos: alelopatia (outras plantas não crescem perto, exemplo clássico é o 
Eucalipto), interação planta-inseto 
\uf0b7 Alcaloides: fonte de nitrogênio 
\uf0b7 Taninos: defesa contra herbívoros (adstringente, o que torna o vegetal pouco 
palatável ao predador) 
 
Os processos biossintéticos (seja primário ou secundário) são realizados por enzimas. 
 
Importância de se estudar a Biossíntese: 
\uf0b7 Possibilidade de interferência racional sobre o organismo produtor de forma a 
direcionar a sua produção (pois neste estudo é possível isolar todos os metabólitos 
que compõem a rota e as enzimas do processo biossintético, bem como todas as 
etapas envolvidas do microorganismo) 
\uf0b7 Desenvolvimento de sínteses orgânicas 
\uf0b7 Desenvolvimento de sínteses biomiméticas de metabólitos secundários 
 
Intervir de forma racional é buscar aumentar o que é interessante, ou evitar a produção de 
algo prejudicial, ou ainda REPRODUZIR o que a planta produz.... captar precursores... 
Exemplos: 
 
\uf0b7 Síntese da Serotonina: neurotransmissor importantes, onde depressivos tem uma 
deficiência desse neurotransmissor (noradrenalina e dopamina também). A serotonina 
vem do triptofano que vai ser oxidado no anel aromático e depois ocorre 
descarboxilação do metabólito que foi formado, e então forma-se a serotonina. A 
serotonina é degradada pela monoaminoxidase (MAO)...e descobriu-se a fenelzina, 
que inibe a degradação da serototina, pois é substrato que se liga mais rapidamente 
na MAO, e assim a MAO trabalha na degradação dela e não da serototina. E a fenelzina 
é um FLAVONOIDE. 
\uf0b7 Estatinas: usadas no controle dos níveis de colesterol sanguíneo, inibindo a síntese do 
colesterol. 
\uf0b7 Cataranthus roseus: planta que produz antitumorais, como a vimblastina e 
vimcristina usado no tratamento de leucemia. \u2013 a vimblastina vem do acoplamento de 
dois alcaloides (vindolina e catarantina) que estão em concentração muito superior ao 
produto final, assim hoje em dia já extrai não só a vimblatina e vimcristina (vem da 
vimblatina) mas se extrai também os alcaloides que as geram. \u2013 e isso foi descoberto 
pela elucidação da rota. 
\uf0b7 Efedrina: Até pouco tempo era produzida por extração, e hoje é por via biomimética 
(imitando como a planta produz) \u2013 a síntese orgânica era muito cara. 
 
FOTOSSÍNTESE: A fotossíntese é o processo para a produção de energia necessária para a 
sobrevivência das plantas onde estas utilizam dióxido de carbono e água, para obter glicose 
através da energia da luz solar. É um processo que ocorre dentro do Cloroplasto, que são 
organela presente nas células das plantas e que contém pigmentação de clorofila, sendo a 
clorofila um metabólito primário essencial para a fotossíntese. A clorofila dá a coloração 
verde às plantas e capta a luz solar e a utiliza como fonte de energia para transformar dióxido 
de carbono, água e sais minerais em alimento. 
 
Da fotossíntese, se obtém então a glicose. E a glicose está envolvida na síntese de substancias 
que funcionam como blocos construtores. Destaca-se 3 principais blocos construtores: 
 Ácido Chiquímico 
 Acetilcoenzima A (acetil coA) 
 Ácido Mevalônico 
 
METABOLISMO PRIMÁRIO \u2013 FORMAÇÃO DOS BLOCOS CONSTRUTORES: A glicose ao ser 
degradada a outros carboidratos pode gerar polissacarídeos, ácidos nucleicos, glicosídeos... e 
ao entrar no ciclo da pentose irá produzir o ácido fosfenolpiruvato, que juntamente com o 
ciclo das pentoses forma o ácido chiquímico (1º bloco construtor). Ou o ácido fosfenolpiruvato 
pode se transformar em piruvato e dá origem à acetil coenzima A (2º bloco construtor). A 
partir da acetil coA forma-se o ácido mevalônico (3º bloco construtor) que é importante na 
produção de terpenos \u2013 óleos essenciais, esteroides e carotenoides. Mas as duas vias 
principais são o chiquimato e o acetil coA. 
 
O ácido chiquímico gera substancias aromáticas... forma triptofano (dá origem a alcaloides), 
fenilalanina ou tirosina, ou ácido gálico (dá origem a taninos hidrolisáveis).Alcaloides e 
flavonoides são os principais metabólitos secundários... 
 
O acetil coA tem 3 caminhos: pode entrar no ciclo do ácido cítrico e dar origem a aminoácidos 
alifáticos e esses por sua vez, podem dar origem a alcaloides. Pode sofrer condensação e dar 
origem a ácidos graxos e acetogeninas. Ou pode dar origem ao ácido mevalônico (terpenos e 
esteroides principalmente) 
 
Vale ressaltar que existem metabólitos secundários que vem das vias tanto do chiquimato 
quanto do acetil coA (via sintética mista), tais como, cumarinas, antraquinonas, flavonoides e 
taninos condensados. 
 
As moléculas vão ser sintetizadas por uma séria de reações catalisadas por enzimas. As 
enzimas são proteínas que facilitam modificações químicas dos substratos e podem se 
associar com carboidratos ou cofatores (diminuem energia de ativação e facilitam o processo). 
 
A principal reação é a formação da ligação C-C. Começa lá na glicose, que vai se 
transformando em ácido chiquimico etc...e vai aumentando essa cadeia carbônica. 
FORMAÇÃO DE LIGAÇÃO C-C: Reação aldólica e Reação de Claisen. (para formar ligação C-C é 
preciso ter um nucleófilo e um eletrófilo). 
FOSFORILAÇÕES: Uma outra reação importante que ocorre é a fosforilação da hidroxila pelo 
ATP, tornando a hidroxila um bom grupo abandonador. (???) \u2013 reações para ativar a hidroxila 
para reagir com carbono. 
 
FORMAÇÃO DE MALONIL COA: extremamente importante nas reações de ligação C-C 
 
FORMAÇÃO DE LIGAÇÃO C-C, C-N e C-O/ SAM: Neste caso não ocorre via acetato. 
 
NADPH: promove reduções nas moléculas através da doação de hidretos. E é 
importantíssimos nas reações biossintéticas. 
 
FLAVINA: importante na eliminação da formação de ligações duplas. 
 
HETEROSÍDEOS ANTRAQUINÔNICOS 
 
Não tem uma ocorrência tão ampla quanto os flavonoides, sendo de ocorrência mais 
específica, tais como: fungos, líquens e espermatófita, Angiospermas: Rubiaceae, Fabaceae, 
Polygonaceae, Rhamnaceae, Liliaceae, Scrophulaceae - ocorrem como glicosídeos. 
 
Trata-se de um metabólito secundário, derivado do acetato-malonato (acetil coA + malonil 
coA). 
 
 
 
 
 
 
Antronas são as primeiras a serem