A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
constitintes da atmosfera Ciencias do Ambiente

Pré-visualização | Página 1 de 3

MUDANÇAS CLIMÁTICAS
FATORES DA POLUIÇÃO
CONSTITUÍNTES DA ATMOSFERA
MUDANÇAS
CLIMÁTICAS
 As mudanças climáticas são alterações que ocorrem no clima geral do planeta Terra. Estas alterações são verificadas através de registros científicos nos valores médios ou desvios da média, apurados durante o passar dos anos.
 
 São produzidas em diferentes escalas de tempo em um ou vários fatores meteorológicos como, por exemplo: temperaturas máximas e mínimas, índices pluviométricos (chuvas), temperaturas dos oceanos, nebulosidade, umidade relativa do ar, etc.
  
 São provocadas por fenômenos naturais ou por ações dos seres humanos. Neste último caso, as mudanças climáticas têm sido provocadas a partir da Revolução Industrial (século XVIII), momento em que aumentou significativamente a poluição do ar.
Todos os dias acompanhamos na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos.
 Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aquecimento global está ocorrendo em função do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente, derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, etc), na atmosfera. Estes gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes, de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Este fenômeno ocorre, pois, estes gases absorvem grande parte da radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor.
AQUECIMENTO GLOBAL
 
EFEITOS DO AQUECIMENTO GLOBAL NO PLANETA
Caso o homem não diminua a emissão de gases do efeito estufa nos próximos anos, podemos enfrentar as seguintes consequências:
DESERTIFICAÇÃO 
 Com o aumento da temperatura global pode transformar florestas em desertos ou savanas. A Floresta Amazônica poderia ser drasticamente afetada e transformada em savana.
 DERRETIMENTO DAS GELEIRAS DOS PÓLOS DO PLANETA
 Este efeito já é notado e tem causado o aumento no nível das águas dos oceanos e prejudicado a vida de espécies animais que vivem nestas regiões. Este efeito também pode provocar o alagamento de diversas cidades costeiras no mundo.
 Os topos de algumas montanhas, que antes eram cobertas por gelo, também estão sofrendo com o aquecimento global. Este efeito tem modificado o ciclo de vida da fauna nestas montanhas, podendo provocar a médio prazo a extinção de animais.
- PROBLEMAS NA AGRICULTURA
 O aumento da temperatura global pode provocar sérios problemas na agricultura. Diminuindo a produção de alimentos no mundo, podemos ter milhões de pessoas morrendo de fome, principalmente nas áreas mais pobres do planeta.
- EPIDEMIAS
 O aumento da temperatura pode elevar a quantidade de mosquitos transmissores de doenças, principalmente em regiões tropicais e equatoriais. Doenças como a dengue e a malária podem fazer milhões de vítimas nestas áreas. Pode também haver a migração destes mosquitos para regiões que antes possuíam clima frio, disseminando ainda mais estas doenças pelo mundo.
 De acordo com dados preliminares divulgados pelo IPCC em setembro de 2013, o clima brasileiro poderá sofrer os efeitos do aquecimento global até o final deste século. As regiões sul e sudeste poderão ter um aumento de até 0,5% na temperatura média até o final do século. Já as regiões centro-oeste, nordeste e norte poderão ter as temperaturas médias aumentadas em 1,5%. Estas projeções são para um cenário otimista, ou seja, com controle da emissão de gases do efeito estufa. Num cenário de grande aumento na emissão destes gases, a temperatura poderá se elevar mais do que o dobro em relação a estas projeções.
 De acordo com estas projeções, poderá também ocorrer ser mais frequente a formação de ondas de calor nas regiões Nordeste e na Amazônia.
AQUECIMENTO GLOBAL NO BRASIL
	Este protocolo é um acordo internacional que visa a redução da emissão dos poluentes que aumentam o efeito estufa no planeta. Entrou em vigor em 16 fevereiro de 2005. O principal objetivo é que ocorra a diminuição da temperatura global nos próximos anos. Infelizmente os Estados Unidos, país que mais emite poluentes no mundo, não aceitou o acordo, pois afirmou que ele prejudicaria o desenvolvimento industrial do país.
PROTOCOLO DE KYOTO
CONFERÊNCIA DE BALI
 Realizada entre os dias 3 e 14 de dezembro de 2007, na ilha de Bali (Indonésia), a Conferência da ONU sobre Mudança Climática terminou com um avanço positivo. Após 11 dias de debates e negociações. os Estados Unidos concordaram com a posição defendida pelos países mais pobres. Foi estabelecido um cronograma de negociações e acordos para troca de informações sobre as mudanças climáticas, entre os 190 países participantes. As bases definidas substituirão o Protocolo de Kyoto, que vence em 2012.
FATORES 
DE
POLUIÇÃO
RESIDÊNCIAS
 
 As residências também contribuem negativamente com o aumento da poluição, o lixo é um dos principais problemas nos grandes centros urbanos, principalmente nos países de primeiro mundo,  os EUA, por exemplo, produz cerca de 10 bilhões de toneladas de lixo sólido ao ano, em geral as residências tem como principais agentes poluidores as embalagens descartáveis, a reutilizando e reciclagem desses produtos, seria grandes medidas a proporcionar resultados favoráveis. 
 
 Pois ao jogarem ao lixo todos os produtos não biodegradáveis, eles serão transportados aos lixões, os lixões são grandes depósitos de lixo a céu aberto, são ambientes com grande probabilidade de contração de doenças, e o mau cheiro chega a ser insuportável, pela decomposição dos elementos ali depositados, além de produzir chorume, que é um líquido resultante do lixo, esse possui coloração escura e é bastante ácido. Saiba quais são os tempos de alguns materiais na natureza, e procure fazer a diferença: 
Garrafa de vidro: 400 anos ou mais
Garrafa de plástico: mais de 100 anos
Lata de refrigerante: 10 anos
Chiclete mascado: 5 anos
Papel: 3 meses
Frutas: entre 6 a 12 meses
AUTOMÓVEIS 
 
 Outro causador da poluição, que vem sendo alvo de grandes preocupação são os carros, que devido ao grande aumento da população mundial eles foram sendo cada vez mais encontrados, e segundo o IBGE as principais causas da poluição são as queimadas de cana de açúcar em Minas Gerais, São Paulo e no Nordeste e das matas no Centro-Oeste e Norte do Brasil, que aliado a crescente frota de veículos são responsáveis pela emissão dos poluentes que ajudam a destruir a camada de ozônio que protege o planeta e a intensificar o efeito estufa. 
 
 A emissão de gás carbônico por carros no Brasil cresceu consideravelmente e os fatores agravantes para este problema são vários, o aumento da frota de carros rodando nas estradas brasileiras nos últimos anos, de cerca de três milhões e meio de carro por ano, nos últimos dois anos, com isso ocasionam sérios problemas de saúde, especialmente doenças respiratórias e irritações nos olhos e nariz em crianças e adultos
ESGOTOS
 Os esgotos é considerado grande causa de poluição, pois ao não receber o tratamento adequado libera à natureza diversos poluentes que provocam a deterioração dos rios, lagos e oceano, além de outros diversos tipos de poluentes liberados através dos lixos, dos dejetos químicos industriais e pela mineração sem controle.
 De acordo com pesquisas feitas cerca de 77% dos poluentes vem de fontes terrestres e se concentram principalmente em regiões costeiras que são habitadas por considerável número de pessoas. Um estudo feito pela Academia Nacional de Ciências dos EUA estima que 14 bilhões de quilos de lixo são jogados (sem querer ou intencionalmente) nos oceanos todos os anos
 É no esgoto também que se encontra bactérias, vírus e larvas de parasitas que são considerados muitas vezes nocivos, mas entre essas bactérias que contém um grupo particular que é apontado como o grande causador

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.