AV 2014.3 - LINGUAGENS DA ARTE
5 pág.

AV 2014.3 - LINGUAGENS DA ARTE


DisciplinaLinguagens da Arte e Regionalidades616 materiais2.310 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1a Questão (Ref.: 201202136748)
	Pontos: 0,5  / 1,5
	
A pintura acima, O Nascimento de Vénus, pertence ao pintor Sandro Botticelli. Caracterize o estilo renascentista na pintura.
		
	
Resposta: É marcado pela descrição da deusa Vénus semi nua e suas formas arredondadas, pinturas como esta eram muito populares no estilo renascentista.
	
Gabarito: O Renascimento na pintura de Botticelli, pintor florentino, apresenta estilo linear,a pouca profundidade e a ênfase dada aos contornos produzem um efeito de baixo-relevo. Os corpos das figuras parecem etéreos,voluptuosos e o tema se refere à mitologia grega.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201202110269)
	Pontos: 1,5  / 1,5
	Descreva o modo como se constrói a oposição sertão/cidade no poema abaixo:
Luar do Sertão ( Catullo da Paixão Cearense / João Pernambuco)
Ah que saudade 
Do luar da minha terra
Lá na serra branquejando
Folhas secas pelo chão
Este luar cá da cidade tão escuro
Não tem aquela saudade
Do luar lá do sertão /.../
A gente fria
Desta terra sem poesia
Não se importa com esta lua
Nem faz caso do luar
Enquanto a onça
Lá na verde da capoeira
Leva uma hora inteira
Vendo a lua derivar
Não há oh gente oh não
Luar como este do sertão /.../
		
	
Resposta: Se contrói nessa canção através da analogia feita sobre a lua. O compositor explica que no sertão o luar é mais bonito, mais brilhante do que na cidade. Devido as luzes da cidade fica difícil comtemplar o luar da mesma forma que ele comtemplava no sertão (interior).
	
Gabarito: Sugestão: O poema idealiza o sertão como espaço de contemplação e à beleza e identifica a cidade à escuridão.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201202189004)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	O homem contemporâneo tem adquirido maior conhecimento sobre a arte devido:
		
	
	a um aumento do número de estudantes especializados em arte
	
	ao aumento de revistas especializadas em arte
	
	ao maior número de museus em todo o mundo
	 
	à divulgação da arte pelos meios de comunicação de massa
	
	à popularidade dos artistas
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201202149705)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Leia a seguinte advertência de Jesús Martín-Barbero.
Não podemos estudar a recepção (na América Latina) sem analisar os processos de exclusão cultural. Somente vou lembrar três modos de deslegitimação e de desqualificação do gosto popular através da pecha de ausência de gosto ou mau gosto: (...) o que agrada aos receptores populares, quase sempre, seria aquilo que é de mau gosto (...); a deslegitimação dos gêneros narrativos; (...) a deslegitimação dos modos populares de recepção.
 
A advertência do autor sugere a necessidade de estudos e pesquisas na América Latina que considerem o processo de comunicação como
		
	 
	um meio de transmissão de conhecimento.
	 
	um desvio de comportamento da opinião pública.
	
	uma forma de exploração comercial do receptor.
	
	uma normatização do gosto popular.
	
	um espaço de construção de culturas heterogêneas.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201202189723)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Na Antiguidade Clássica (período greco-romano), a arte era vista como:
		
	
	uma atividade intelectual exercida apenas pelos filósofos
	 
	uma representação da natureza
	 
	uma atividade que se aproximava da habilidade técnica
	
	um dom divino
	
	uma habilidade especial para entender a mensagem dos deuses
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201202362836)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Claudio Manuel da Costa é um escritor brasileiro árcade. Seus versos representam a vida bucólica no campo, opondo-se à confusão das cidades. Dos versos apresentados, marque os que representam essa proposta ideológica.
 
 
		
	
	Formosa é Daliana; o seu cabelo, / A testa, a sobrancelha é peregrina
	
	Adorar as traições, amar o engano, / Ouvir dos lastimosos o gemido, / Passar aflito
o dia, o mês, e o ano.
	 
	Onde estou? Este sítio desconheço: / Quem fez tão diferente aquele prado?
	
	Eu ponho esta sanfona, tu, Palemo, / Porás a ovelha branca, e o cajado
	 
	Pastores, que levais ao monte o gado, / Vede lá como andais por essa serra.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201202362839)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Sobre a formação da nacionalidade brasileira, é correto afirmar que:
		
	
	a nossa identidade musical tem influência exclusiva dos ritmos africanos.
	 
	os costumes africanos incorporaram-se à cultura nacional, não sendo mais possível distinguir as marcas culturais herdadas dos povos da África.
	
	somente a culinária africana compôs a identidade nacional brasileira.
	 
	dos indígenas, herdamos mais significativamente vocábulos étnicos e uma percepção estética acentuada.
	
	a cultura indígena não influenciou a formação da nossa identidade.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201202149732)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	TEXTO A
Oiticica, Hélio. Metaesquema I, 1958. Guache s/ cartão. 52 cm x 64 cm. Museu de Arte Contemporânea ¿ MAC/USP. Disponível em:http://www.mac.usp.br. Acesso em: 01 maio 2009.
TEXTO B
Metaesquema I
Alguns artistas remobilizam as linguagens geométricas no sentido de permitir que o apreciador participe da obra de forma efetiva. Nesta obra, como o próprio nome define: meta ¿ dimensão virtual de movimento, tempo e espaço; esquema ¿ estruturas, os Metaesquemas são estruturas que parecem movimentar-se no espaço. Esse trabalho mostra o deslocamento de figuras geométricas simples dentro de um campo limitado: a superfície do papel. A isso podemos somar a observação da precisão na divisão e no espaçamento entre as figuras, mostrando que, além de transgressor e muito radical, Oiticica também era um artista extremamente rigoroso com a técnica.
Disponível em: http://www.mac.usp.br. Acesso em 02 maio 2009 (adaptado).
 
Alguns artistas remobilizam as linguagens geométricas no sentido de permitir que o apreciador participe da obra de forma mais efetiva. Levando-se em consideração o texto e a obra Metaesquema I, reproduzidos acima, verifica-se que
		
	
	a obra representa a realidade visível, ou seja, espelha o mundo de forma concreta.
	
	Metaesquema I é uma obra criada pelo artista para alegrar o dia-a-dia, ou seja, de caráter utilitário.
	 
	a obra confirma a visão do texto quanto à idéia de estruturas que parecem se movimentar, no campo limitado do papel, procurando envolver de maneira mais efetiva o olhar do observador.
	
	a visão de representação das figuras geométricas e rígidas, propondo uma arte figurativa.
	
	a falta de exatidão no espaçamento entre as figuras (retângulos) mostra a falta de rigor da técnica empregada dando à obra um estilo apenas decorativo.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201202119682)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Sobre a relação música/poesia, pode-se dizer que:
		
	
	os compositores, de um modo geral, não aceitam que sua música seja compreendida como poesia
	
	as letras de música são, geralmente, de baixa qualidade, não se pode, portanto, considerá-las como textos poéticos
	
	até a metade do século XX, a letra de música era, de fato poética; a partir desse período, o empobrecimento as as desqualifica como poesia
	
	os críticos são unânimes em afirmar que a composição musical não deve ser considerada como poesia
	 
	as letras de música têm sido estudadas nos espaços acadêmicos, o que as qualifica, em muitos casos, como textos poéticos
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201202124448)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	NATURALIDADE
Europeu, me dizem.
Eivam-me de literatura e doutrina
    europeias
    e europeu me chamam.
Não sei se o que escrevo tem a raiz de algum
    pensamento europeu.
É provável... Não. É certo,
    mas africano sou.
Pulsa-me o coração ao ritmo dolente
desta luz e deste quebranto.
Trago no sangue uma amplidão
de coordenadas geográficas e mar Índico.