A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
fundamentos filosoficos da educaçao

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questão 1/5 - Fundamentos Filosóficos da Educação
Leia a citação a seguir:
“O positivismo pedagógico - como o filosófico - desenvolveu-se primeiro na França com Comte, depois rearticulou-se na Inglaterra entre Spencer e Stuart Mill, e por fim difundiu-se em toda a Europa, até na Itália”.
Após esta avaliação, caso queira ler este artigo integralmente, ele está disponível em: CAMBI, Franco. História da pedagogia. São Paulo: Editora UNESP, 1999, p. 469-470.
Com base na citação e nos conteúdos do livro-base Fundamentos filosóficos da educação a respeito do positivismo pedagógico, classifique as sentenças a seguir em V (verdadeiras) ou F (falsas):
I. ( ) Segundo Comte, no que diz respeito aos currículos, o conteúdo a ser ensinado deve ser pensado de acordo com a idade dos estudantes.
II. ( ) A disciplina é essencial no meio educacional, uma vez que somente com ordem é possível que o progresso seja alcançado.
III. ( ) A educação positivista objetiva conscientizar os alunos do meio social em que estão inseridos, bem como questionar as ideologias postas.
Agora assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
Nota: 20.0
	
	A
	F – V – V.
	
	B
	V – F – V.
	
	C
	F – V – F.
	
	D
	V – V – F.
Você acertou!
As sentenças I e II são VERDADEIRAS, porque, “no plano educacional, o positivismo valoriza a disciplina, pois entende que é a partir da ‘ordem’ que a sociedade pode avançar rumo ao ‘progresso’” (livro-base, p. 72), bem como “desse modo, a cada idade deve corresponder uma educação adequada” (livro-base, p. 73). Já a sentença III é FALSA, visto que, em nenhum momento no livro, nas aulas ou em outros escritos sobre o assunto, as noções de conscientização ou de questionamento das ideologias estão relacionadas a Augusto Comte.
	
	E
	V – F – F.
Questão 2/5 - Fundamentos Filosóficos da Educação
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Quando a autoridade da Igreja sobre o pensamento finalmente afrouxou, muita gente passou a acreditar que o conhecimento do mundo podia ser obtido apenas pelo uso da razão. Na filosofia, esse desenvolvimento é conhecido como racionalismo. Foi lançado por Descartes, depois do qual as figuras de destaque na filosofia racionalista foram Spinoza e Leibniz".
Após esta avaliação, caso queira ler este artigo integralmente, ele está disponível em: MAGEE, Bryan. História da filosofia.  3ª ed. São Paulo: Loyola, 2001. p. 83.
De acordo com o texto e com os conteúdos do livro-base Fundamentos filosóficos da educação sobre o racionalismo, leia as afirmativas seguir, marcando V para as afirmativas verdadeiras, e F para as falsas.
I. ( ) René Descartes, mesmo tendo vivido no século XVII, é considerado até hoje um dos mais influentes pensadores racionalistas.
II. ( ) Descartes afirmava que as ideias humanas são adquiridas, ou seja, vão se construindo na interação com o meio e com os outros homens.
III. ( ) Os pensadores racionalistas, entre eles Descartes, defendem que o conhecimento verdadeiro deriva da razão genuína.
IV. ( ) Os preconceitos são, para os racionalistas, obstáculos que impedem a razão de alcançar o verdadeiro conhecimento.
Agora, assinale a sequência correta:
Nota: 20.0
	
	A
	F – V – F – V
	
	B
	V – F – V – F
Você acertou!
As assertivas I e III são VERDADEIRAS, visto que “René Descartes, que viveu no século XVII, foi um dos mais influentes filósofos racionalistas” (livro-base, p. 35) e “Para o racionalismo, todo conhecimento verdadeiro deriva da pura razão. [...]” (livro-base, p. 34). Já, as assertivas II e IV são FALSAS, pois, “como afirmava Descartes, se, para pensarmos, não necessitamos de nada material, é porque o conhecimento não depende dos sentidos. Para esse filósofo, as ideias humanas são inatas, isso é, já nascem conosco” (livro-base, p. 35) e, “em oposição a Descartes, os filósofos empiristas não aceitam a teoria das ideias inatas. [...] Assim como os pensadores cristãos, Bacon (1979) também acredita na existência de obstáculos que impedem a razão de alcançar a verdade. [...] Porém, Bacon não identifica esses obstáculos com o pecado, mas sim com os nossos preconceitos” (livro-base, p. 35).
	
	C
	V – V – F – F
	
	D
	F – F – V – V
	
	E
	F – V – V – F
Questão 3/5 - Fundamentos Filosóficos da Educação
Leia o fragmento de texto a seguir: 
“Em Emílio, tratado de Rousseau sobre a educação, o filósofo considera o desenvolvimento da criança quando seu crescimento ocorre no campo, tentando analisar os princípios subjacentes ao processo natural de maturação, partindo da infância até a fase adulta”.
Após esta avaliação, caso queira ler este texto integralmente, ele está disponível em: COLLINSON, Diané. 50 grandes filósofos. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2009, p. 152.
A partir da citação e dos conteúdos do livro-base Fundamentos filosóficos da educação, qual era o objetivo de Rousseau ao escrever a obra Emílio, ou Da educação?
Nota: 20.0
	
	A
	Divulgar uma inovadora proposta pedagógica a respeito da educação e formação humana.
	
	B
	Elaborar um guia prático para educadores, a respeito da educação e formação humana.
	
	C
	Pensar o currículo escolar a partir da discussão a respeito da educação e formação humana.
	
	D
	Estimular o pensamento e a imaginação das pessoas a respeito da educação e formação humana.
Você acertou!
“Apesar dessa crítica absolutamente pertinente, não podemos perder de vista o propósito de Rousseau ao escrever Emílio, ou Da educação. A obra, segundo seu autor, não pretendia apresentar um roteiro prático para pais e professores, mas sim estimular a imaginação, fazer com que as pessoas pensassem” (livro-base, p. 59).
	
	E
	Difundir o maior número de ideias filosóficas a respeito da educação e formação humana.
 
Questão 4/5 - Fundamentos Filosóficos da Educação
Leia o extrato de texto a seguir:
“Marx, em 1867, já descrevia algumas das coisas do trabalho infantil. Segundo ele, com o advento das máquinas, reduz-se a necessidade da força muscular, permitindo agora o emprego de trabalhadores fracos ou com desenvolvimento físico incompleto, mas com membros mais flexíveis. Assim, emprega-se o trabalho das mulheres e das crianças”.
Após esta avaliação, caso queira ler este artigo integralmente, ele está disponível em: KASSOUF, Ana Lúcia. O que conhecemos sobre o trabalho infantil? Nova economia. Belo Horizonte. v. 12, n. 2, maio/ago. 2007. p. 323-350. Link: <http://www.scielo.br/pdf/neco/v17n2/v17n2a05.pdf>2014. Acesso em 28 dez. 2016.
De acordo com os conteúdos do livro-base Fundamentos filosóficos da educação a respeito da classe trabalhadora no contexto social e econômico em que Marx viveu, leia as afirmativas a seguir:
I. A educação das crianças era comprometida com a sua prematura inserção no mercado de trabalho.
II. O alto grau de insalubridade afetava pouco as crianças nas minas de carvão quando comparadas aos adultos.
III. O fato de que as famílias eram pobres não obrigava a inserção das crianças no mercado de trabalho.
IV. Em relação às crianças, pode-se dizer que as suas condições de trabalho nas minas de carvão eram as piores.
Estão corretas:
Nota: 20.0
	
	A
	as afirmativas II e III apenas.
	
	B
	as afirmativas I e III apenas.
	
	C
	as afirmativas I e IV apenas.
Você acertou!
Estão corretas as afirmativas I e III: “Não podemos perder de vista o contexto social e econômico em que Marx viveu. As famílias dos trabalhadores das fábricas eram pobres, fato que obrigava não só os adultos, mas também as crianças, ao trabalho na indústria (afirmativa III), o que comprometia a educação escolar destas [afirmativa I]. E incorretas as afirmativas IIe IV: A situação das crianças que trabalhavam em minas de carvão era ainda pior [afirmativa IV], pois, além do árduo trabalho, dos baixos salários, da longa jornada de trabalho, havia um altíssimo grau de insalubridade fator causador de irreparáveis danos à saúde dos pequenos trabalhadores [afirmativa II]” (livro-base, p. 98-99).
	
	D
	as afirmativas II e IV apenas.