Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
instrummental -AVA-discursiva

Pré-visualização | Página 1 de 1

A lei de Beer-Lambert, também conhecida como lei de Beer ou lei de Beer-Lambert-Bouguer é uma relação empírica que envolve o fenômeno da absorção da radiação eletromagnética e as propriedades do material atravessado por esta. Ela é valida para inúmeros métodos instrumentais e, por isso, muito útil para a quantificação de compostos.
Defina os termos da Lei de Lambert-Beer, discuta em quais condições ela é válida e quais os métodos estudados que fazem uso desta Lei.
 A lei denomina que há uma exponencial entre a transmissão de luz através de uma substância e a concentração da substância, e que também a transmissão entre longitude do corpo que a luz atravessa. Se tivermos conhecimentos l e α, a concentração da substância pode ser a partir da quantidade de luz transmitida.
As unidades de c e α dependem do modo em que se expresse a concentração da sustância absorvente. Se a sustância é líquida, se deve expressar como uma fração molar. As unidades de α são o inverso do comprimento (por exemplo cm−1). No caso dos gases, c pode ser expressada como densidade (a longitude ao cubo, por exemplo cm−3), em cujo caso α é uma seção representativa da absorção e tem as unidades em comprimento ao quadrado (cm2, por exemplo). Se a concentração de c está expressa em moles por volume, α é a absorvância molar normalmente dada em mol cm−2. No entanto, também pode-se tratar de uma suspensão e aí a unidade de concentração é expressa em FTU.
O valor do coeficiente de absorção α varia segundo os materiais absorventes e com o comprimento de onda para cada material em particular. Deve ser determinado experimentalmente.
A lei tende a não ser válida para concentrações muito elevadas, especialmente se o material dispersa muito a luz.
A relação da lei entre concentração e absorção de luz é a base do uso de espectroscopia para determinar a concentração de substâncias em química analítica.
Para a correta utilização e aplicação da lei de Lambert-Beer, é necessário que estejam reunidos alguns pré-requisitos, nomeadamente:
As partículas (átomos, moléculas ou íons) presentes em solução devem absorver a luz de forma independente entre si; 
O meio absorvente deve ser homogêneo (solução) e não dispersar a radiação;
A radiação incidente deve estar colimada (raios paralelos entre si) e deve atravessar a mesma distância durante a qual interage com as partículas existentes em solução;
A radiação deve ser monocromática, isto é, ser composta por apenas um comprimento de onda selecionado (normalmente, correspondente ao comprimento de onda para o qual a absorvância da espécie em estudo é máxima);
O fluxo da radiação incidente não pode induzir processos que impliquem a desestabilização dos átomos, moléculas ou íons, como por exemplo, excitação eletrônica que dê origem a fenômenos de fluorescência ou fosforescência.
 Resolva as questões:
 Qual a concentração de MnO 4 -1 em mol L-1 de uma solução com absorbância de 0,345 à 500nm utilizando uma cubeta de 1cm? A absortividade molar a 500nm é 10.000 mol-1 Lcm-1.
Se a absorbância de uma solução padrão de CuSO4 com concentração de 0,00025 mol L-1 foi 0,150 à 540 nm utilizando-se uma cubeta de 2 cm, qual a absortividade molar da substância neste comprimento de onda?