PROJETO DE AÇÃO APRENDER E VIVER GRUPOS DE MULHERES 333
7 pág.

PROJETO DE AÇÃO APRENDER E VIVER GRUPOS DE MULHERES 333


DisciplinaPrograma de Ação Social5 materiais33 seguidores
Pré-visualização1 página
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
CURSO DE SERVIÇO SOCIAL
ROZIMEIREAP DA SILVA OLIVEIRA
PROJETO DE AÇÃO: APRENDER E VIVER-GRUPOS DE MULHERES
ITAPEVA-SP
2016
ROZIMEIREAP DA SILVA OLIVEIRA
PROJETO DE AÇÃO: APRENDER E VIVER-GRUPOS DE MULHERES
Relatório de Execução do Projeto de Inter
Estágio apresentado ao Curso Superior Bacharelado em Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina: Estágio Curricular Obrigatório III Coordenador do curso: Prof.ª Valquíria Apª Dias Caprioli
ITAPEVA-SP
2016
RESUMO
1 INTRODUÇÃO----------------------------------------------------------------------------------4
2 DESENVOLVIMENTO------------------------------------------------------------------------5
3 CONCLUSÃO------------------------------------------------------------------------------------6
4 REFERÊNSIA------------------------------------------------------------------------------------7
\ufffd
1 Introdução
Chega-se ao fim do estágio em serviço social, neste ano de 2016. O estágio foi realizado em três semestres na Associação Social de Proteção a Maternidade, Infância Família (ASPMIF), instituição esta que teve sua Razão social mudada para possibilitar um atendimento mais rápido e de qualidade aos usuários.
 É uma instituição não governamental sem fins lucrativos com sede nesta cidade de Sengés-PR, responsável pela oferta de serviços de abrigamento temporário a população em situação de risco emergencial ou maus tratos que não se adéquam aos critérios para acolhimento na Casa Lar do Município, mas que necessitam de um abrigo provisório, bem como, oferecer vários cursos artesanais de geração de renda: e curso especial direcionado a gestantes e o Projeto Infância e Arte com oficinas de teatro e dança e musica.
Ao longo dos três últimos semestres teve inicio o estagio supervisionado I. 
O objetivo central foi relatar a experiência de estágio do curso de graduação em Serviço Social da Universidade Norte do Parana-Unopar, a meta era fazer uma descrição da instituição do campo de estágio na Associação de Proteção á Maternidade e Infância \u2013 APMI,de sengés- PR,hoje Associação Social de Proteção a Maternidade, Infância Família (ASPMIF) bem como a proposta trabalho desenvolvido pela Entidade.
No estagio supervisionado II, a proposta foi fazer um projeto de ação onde foi pensando na importância do relacionamento, fortalecimento dos vínculos através de oficinas sócio educativas de políticas especificas. A finalidade deste projeto é apresentar através da experiência adquirida no estagio I momentos de comunicação e relacionamento onde pudéssemos identificar o problema a ser trabalhado com a finalidade de contribuir uma melhor qualidade de vida. 
O tema escolhido foi Grupo de Mulheres.
2 Desenvolvimento:
Teve inicio então o Projeto de Ação Grupo de Mulheres no ano de 2016, o objetivo é proporcionar as participantes ações que visem à promoção da cidadania, autoestima, confiança, violência contra a pessoa mulher, mediação de conflitos e o fortalecimento dos vínculos através de oficinas sócio educativas de políticas especificas. Foram desenvolvidas pela equipe técnica, estagiaria e profissionais convidados de diversas áreas encontros onde foram desenvolvidos palestras, debates e realizadas dinâmicas em grupos.
A equipe técnica e estagiária em seu 1º encontro, após apresentação e boas vindas, descreveu o conteúdo do projeto e o cronograma destacando a violência contra a pessoa mulher sua prevenção e punição, mediação de conflitos, brincadeiras, atividades reflexivas vídeos educativos, palestras e debates onde pudessem demonstrar as troca de saberes, aprendizagem e fortalecimento de vínculos.
 Em seguida foi realizada uma dinâmica que fortalecesse as relações interpessoais e Familiares elevando a autoestima das participantes.
Após apresentação da dinâmica e discussão foram levantadas questões como, motivação de um novo caminho, o que foi mais difícil de fazer na dinâmica, obstáculos encontrados e o que fazer para reconquistar o seu espaço junto à sociedade.
Nesse encontro pudemos perceber que as participantes expuseram suas emoções, conflitos, medos, inseguranças e alguns obstáculos encontrados como violência domestica analfabetismo, opressão familiar isolamento entre outras questões que necessitaram de maior aprofundamento por parte da equipe técnica que juntamente com demais convidados e as próprias participantes desenvolvemos temas adequado aos conflitos que será mostrado no o 2º e demais encontro.
Foi positivo esse encontro pois as atividades realizadas contribuíram para que as mulheres tivessem momentos de socialização com outras mulheres que apresentam dificuldades semelhantes, sentiram\u2013se amparadas, importantes diante da nossa sociedade e integradas ao grupo social.
	
3 Conclusão 
A experiência de estágio I, II e III em Serviço Social tem se mostrado importante para a formação profissional, bem como para instituição, que aceitou a estagiaria pela 1ª vez, e expos abrir as portas para demais estagiários.
O projeto realizado dá seus primeiros passos na tentativa de contribuir para proporcionar aos participantes a importância do relacionamento e fortalecimento dos vínculos bem como a promoção da cidadania, autoestima, confiança. 
O objetivo proposto do projeto de AÇÂO GRUPO DE MULHERES foi alcançado às avaliações pelos usuários e profissionais participantes no que se refere aos materiais utilizados, espaço físico, duração, qualificação dos prosissionais convidados, cortesia, pontualidade e organização, foi aceitavel.
 A equipe técnica da ASPMIF também avaliou a aceitação, participação, aproveitamento e pretende dar continuidade ao projeto. 
Os resultados do projeto e impactos no público alvo tiveram implicações imediatas.
Posso concluir que os mecanismos de avaliação e de aprendizado são satisfatórios, benéfico para o aprendizado e proveitoso para a formação profissional e para a relação teórico/prática.
Assim como descrevi no relatório do estagio II \u201caprendizado é um processo de troca de reflexão crítica, que permite tanto ao aluno, quanto ao supervisor, uma oportunidade de aprendiz\u201d.
4 REFERÊNCIAS
	
Associação Social de Proteção a Maternidade, Infância Família. Serviço de Proteção Social Básica de senges 2015. Paraná, 2015.03p.
BRASIL. Secretaria Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. Política Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres. Secretaria de Políticas para as Mulheres \u2013 Presidência da República. Brasília, 2011.
LAMENHA, Silvânia Hora dos Santos; SILVA, Suziany Vieira da. Relatório de Estágio Supervisionado em Serviço Social. Universidade Federal de Sergipe, Curso de Serviço Social, 2011 (mimeo).