A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Transporte e Armazenamento de Lubrificantes

Pré-visualização | Página 1 de 1

Transporte e 
Armazenamento de 
Lubrificantes
Gustavo Coutinho
João Luiz
Júlio César
Renato Garcia
Matheus Lourenço
O que são Lubrificantes?
• Substâncias colocadas entre duas superfícies capazes de formar uma 
película protetora, reduzindo o atrito entre elas.
• Podem ser gasosos (ar); líquidos (óleos em geral); semissólidos (graxas) e 
sólidos (grafita, o talco, a mica, etc.).
Cuidados no Recebimento e Transporte de 
Lubrificantes
O responsável pelo recebimento deve fazer as seguintes verificações ao 
receber um estoque de lubrificantes:
• Verificar se o produto que está sendo entregue está de acordo com o pedido 
feito e a nota fiscal;
• Verificar se os lacres dos tambores e baldes não foram violados;
• Verificar as condições da embalagem quanto a sua estrutura e identificação 
do produto.
Após o recebimento, a 
mercadoria deve ser retirada 
do transporte por meio de 
empilhadeiras, guinchos, 
talhas, etc.
Plataformas de descarga ao 
mesmo nível dos veículos de 
transporte facilitam o 
manuseio dos volumes e 
diminuem o risco de avarias. 
Quando não existirem 
plataformas, os tambores 
deverão deslizar 
longitudinalmente sobre rampas 
de madeira ou de metal.
*NUNCA jogar os tambores 
sobre superfícies amortecedoras 
quando for descarregar (como 
em pneus ou almofadas de 
espuma).
Ao se receber os produtos deve-se fazer uma separação 
destes conforme sua utilização, encaminhando-os para 
seus respectivos lugares no almoxarifado, evitando uma 
confusão sobre os mesmos.
Para a movimentação dos tambores é comum fazê-los 
rolar pelo chão. Isto, para distâncias curtas é aceitável, 
porém o uso de equipamentos adequados, tais como 
carrinhos de mão ou empilhadeiras, aumentam a 
segurança tanto para o operário quanto para a estrutura 
da embalagem. 
Nunca uma única pessoa deve 
levantar um tambor, pois o peso 
de um é em média 200 kg, o que 
pode causar graves problemas 
físicos. 
Importância de um bom armazenamento
• O armazenamento próprio do lubrificante é importante para que quando o 
mesmo for utilizado, este esteja em ótimas condições de uso. 
Fatores que 
afetam o 
lubrificante
Água: 
• ao entrar em contato, faz 
com que o lubrificante 
perca suas propriedades. 
Além disso, devido à 
variação do volume do 
óleo, durante o dia o ar 
que estava no tambor é 
expulso, e durante a noite 
o ar úmido entra, 
contaminando o 
conteúdo. 
• Se o tambor estiver na 
posição vertical, deve-se 
cobri-los com uma lona. 
Quando não for possível, 
deve-se colocar um apoio de 
madeira, para evitar acúmulo 
de água em cima do tambor.
• Se o tambor estiver na 
posição horizontal, os 
bujões de enchimento 
devem estar alinhados 
paralelamente com o 
solo, pois facilita a 
verificação, impede a 
entrada de umidade e se 
houver vazamento não 
haverá perda total. 
Fatores que afetam 
o lubrificante
Impurezas: 
• a presença de impurezas (pó, 
fiapos, areia, etc.) podem 
deteriorar o lubrificante e 
também causar danos à 
máquinas e equipamentos
Fatores que afetam o lubrificante
Outro lubrificante: 
• a mistura acidental de um lubrificante com pode vir a causar problemas. Por 
exemplo, se um óleo de alta viscosidade for contaminado com um de baixa 
viscosidade, a película lubrificante formada pelo produto contaminado será 
mais fina que a original e, consequentemente, haverá maior desgaste.
Fatores que afetam o lubrificante
Temperatura:
• óleos e graxas lubrificantes podem decompor quando sujeitos a extremos 
de temperatura. Certas graxas, fazem a separação entre o componente óleo 
e a sua massa, quando guardados sob condições de calor excessivo. 
• óleos desmoldantes, fluidos hidráulicos resistentes à chama, de base 
aquosa, e quaisquer outros que sejam embalados sob a forma de emulsões 
aquosas, correm o perigo de neles ocorrer uma separação da fase de água, 
quando expostos a temperaturas de ambiente muito baixas. 
Fatores que afetam 
o lubrificante
Armazenagem prolongada:
• Quando não há uma 
circulação do estoque antigo, 
alguns lubrificantes podem 
ficar inutilizados e acabam 
vencendo a validade.
Tipos de Armazenamento de Lubrificantes
Ar livre:
Quando for inevitável esse tipo de 
armazenamento, deve-se :
• Manter os tambores sempre deitados sobre ripas de 
madeira, impedindo o contato com o solo (corrosão);
• Nunca empilhar os tambores sobre aterros de escória;
• Os tambores devem estar firmemente escorados por 
calços de madeira, que evitem o seu movimento.
Tipos de Armazenamento de Lubrificantes
Armazenagem em recinto fechado:
Não requer precauções rigorosas, exceto: 
• verificações periódicas para evitar deterioração do produto como das marcas 
impressas no vasilhame;
• Um sistema de “racks” para empilhar tambores ou de “pallets” de madeira, para 
armazenagem ;
• Para colocar ou retirar tambores das estantes superiores, é necessário um mecanismo 
do tipo guindaste portátil;
• Em outros casos, podem os tambores ser deitados e superpostos até três 
fileiras consecutivas. Os tambores das extremidades precisam ser escorados 
por calços de madeira. Para retirar os tambores de cima, colocam-se 
primeiras duas rampas ou tábuas grossas e por elas rolar cuidadosamente os 
tambores. 
Cuidados quanto ao armazenamento de 
lubrificantes
Um local próprio para um armazém de lubrificantes tem que possuir as seguintes 
características:
• Local coberto, bem ventilado, afastado de fontes de contaminação e de calor 
excessivo;
• Uma boa área de recepção, com acesso livre para os veículos de carga, espaço 
amplo para a descarga, e saída livre para os veículos vazios;
• Uma localização que minimize o trabalho necessário para levar os lubrificantes ao 
ponto de utilização;
• Espaço suficiente para armários de armazenamento à prova de fogo para 
armazenar os vasilhames recipientes, pistolas de graxa, etc.;
• Sistema de supervisão e controle de entrada de lubrificantes(rotulação);
• Piso firme para aguentar a estocagem dos tambores e devem ser de um 
material que não se quebre, solte ou absorva eventuais derrames de óleo e 
que permita uma limpeza total;
• Considerar o tipo de meio de transporte a ser utilizado para o transporte do 
produto (caminhões, furgões, etc.).

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.