A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
RESUMO DE IMUNOLOGIA Básica PDF

Pré-visualização | Página 1 de 9

RESUMO DE 
IMUNOLOGIA 
William Silva 
Medicina - ATM 2021/1
1º EDIÇÂO
Disciplina de Imunologia Básica
 
 
RESUMO DE IMUNOLOGIA BÁSICA 
Wiliam Silva – ATM 2021/1 
2 
 
 
 
 
 
SUMÁRIO 
 
1. Introdução ao Sistema Imune e Imunidade Inata e Adaptativa....3 
2. Células do Sistema Imune............................................................7 
3. Órgãos do Sistema Imune...........................................................11 
4. Antígenos.................................................................................... 13 
5. Anticorpos................................................................................... 15 
6. Complexo de Histocompatibilidade............................................. 20 
7. Sistema do Complemento............................................................24 
8. Hipersensibilidade........................................................................28 
9. Vacinas........................................................................................33 
10. Referências Bibliográficas.........................................................36 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RESUMO DE IMUNOLOGIA BÁSICA 
Wiliam Silva – ATM 2021/1 
3 
 
 
1. Características Gerais: 
Imunidade é definida como a resistência a doenças, mais especificamente às 
doenças infecciosas. O conjunto de células, tecidos e moléculas que medeiam a 
resistência às infecções é chamado de sistema imunológico e a reação coordenada 
dessas células e moléculas aos micro-organismos é conhecida como resposta 
imunológica. A Imunologia é o estudo do sistema imunológico e de suas respostas 
aos micro-organismos invasores. A função fisiológica do sistema imunológico é 
prevenir as infecções e erradicar as infecções estabelecidas. Entretanto, até 
substâncias estranhas não infecciosas podem desencadear respostas imunológicas. 
2. Imunidade Inata e Imunidade Adquirida: 
Os mecanismos de defesa do hospedeiro são constituídos pela imunidade inata, 
responsável pela proteção inicial contra as infecções, e pela imunidade adquirida, 
que se desenvolve mais lentamente e é responsável pela defesa mais tardia e mais 
eficaz contra as infecções. 
Os mecanismos da imunidade inata proporcionam uma defesa inicial efetiva. 
Entretanto, muitos micro-organismos patogênicos evoluíram, tornando-se resistentes à 
imunidade inata, de modo que sua eliminação passou a exigir mecanismos mais 
intensos e potentes da imunidade adquirida. Desse modo, as respostas imunes, Inata 
e Adquirida, são componentes de um sistema integrado de defesa, no qual numerosas 
células e moléculas atuam em cooperação, sendo a imunidade inata estimuladora e 
influenciadora da resposta imune adquirida. 
 
Figura: Os principais mecanismos das imunidades inata e adquirida. 
Os mecanismos da imunidade inata são responsáveis pela defesa inicial contra as 
infecções. Alguns previnem(ex: barreiras epiteliais) outros eliminam micro-organismos 
(fagócitos, células NK e o sistema complemento). A resposta adquirida se desenvolve 
mais tarde, sendo mediada por linfócitos e seus produtos. Os anticorpos bloqueiam as 
infecções e eliminam os micro-organismos extracelulares enquanto os linfócitos T 
erradicam os patógenos intracelulares. Fonte: Imunologia Celular e Molecular, Abbas. 
2.1 IMUNIDADE INATA (Também denominada imunidade Natural ou Nativa): 
 Respostas imediatas que proporcionam a linha de defesa inicial contra micro-
organismos. Consiste em mecanismos de defesa celulares e bioquímicos que já 
RESUMO DE IMUNOLOGIA BÁSICA 
Wiliam Silva – ATM 2021/1 
4 
 
existem até mesmo antes da infecção e que estão prontos para respostar rapidamente 
às infecções. 
 O sistema imunológico inato responde da mesma maneira em encontros 
subsequentes com o mesmo patógeno (pois esse sistema não possui memória 
imunológica), sendo de natureza inespecífica. 
 Os principais componentes do sistema imunológico natural são: 
- Barreiras Físicas e Químicas, como epitélios e as substâncias químicas 
antimicrobianas produzidas nas superfícies epiteliais; 
- Células Fagocitárias (neutrófilos, macrófagos), células dendríticas e células 
NK; 
- Proteínas do Sangue, incluindo sistema complemento e outros mediadores da 
inflamação; 
- Citocinas, proteínas que regulam e controlam muitas atividades celulares. 
 
 A Reposta Imune Inata/Não Especítica consiste basicamente em dois principais tipos 
de reação: 
- Reação de Inflamação: Processo de recrutamento de leucócitos e proteínas 
plasmáticas do sangue, seu acúmulo nos tecidos e sua ativação para destruir os 
micro-organismos. Esse processo envolve citocinas (são produzidas por células 
dendríticas, macrófagos e outras) e outros tipos de células. Os principais 
leucócitos que são recrutados são os neutrófilos (sobrevida nos tecidos é de 
curta duração) e monócitos (que são transformados em macrófagos teciduais). 
Esses fagócitos expressam, em sua superfície, receptores que se ligam aos 
micro-organismos e os ingerem e receptores que reconhecem diferentes 
moléculas microbianas e ativam as células de defesa. 
- Reação de Defesa Antiviral: Consiste em reação mediada por citocinas, em 
que as células adquirem resistência à infecção viral, e na destruição pelas 
células NK das células infectadas por vírus. 
 
2.2 IMUNIDADE ADQUIRIDA (Também denominada Adaptativa ou Específica): 
 Respostas tardias que são estimuladas pela exposição a agentes infecciosos, cuja 
magnitude e capacidade de defesa aumentam com cada exposição. Como 
características importantes, destacam-se a especificidade para moléculas distintas e 
sua capacidade de memória celular, que permite responder com mais intensidade em 
exposições repetidas ao mesmo micro-organismo. Pode ser mediada por anticorpos 
(imunidade humoral) ou por células (imunidade celular) ou ambas. 
 Os principais componentes são os linfócitos e seus produtos secretados, tais como 
anticorpos. 
 A resposta imune adaptativa atua intensificando os mecanismos protetores da 
imunidade inata. 
 A imunidade pode ser induzida em um indivíduo pela infecção natural ou pela 
vacinação (Imunidade Ativa) ou conferida a um indivíduo pela transferência de 
anticorpos ou linfócitos de um indivíduo imunizado ativamente (Imunidade Passiva). 
 O sistema imune adaptativo utiliza três estratégias para combater os micro-
organismos, tendo em vista que o objetivo da resposta adquirida consiste em ativar um 
ou mais desses mecanismos de defesa. 
- Os Anticorpos secretados ligam-se aos microrganismos extracelulares, 
bloqueando sua capacidade de infectar células do hospedeiro e promovendo a 
ingestão e destruição pelos fagócitos. 
- As Células T Help (TCD4) aumentam a capacidade microbicida dos fagócitos, 
que ingerem os microrganismos e os destroem. 
RESUMO DE IMUNOLOGIA BÁSICA 
Wiliam Silva – ATM 2021/1 
5 
 
- Os Linfócitos T citotóxicos (TCD8), no qual destroem as células infectadas 
por microrganismos que são inacessíveis aos anticorpos e à destruição 
fagocítica. 
 
 Existem dois tipos de resposta imune adaptativa, denominados imunidade humoral 
e imunidade celular, as quais são mediadas por diferentes componentes do sistema 
imunológico e cuja função é eliminar diferentes tipos de micro-organismos. 
 
 
 Principais Características da Resposta Imune: 
 
Especificidade 
 Assegura que a resposta imunológica a 
determinado micro-organismo (ou antígeno não 
microbiano) seja dirigida de fato a esse micro-
organismo. 
Diversidade 
 Permite ao Sistema Imunológico responder a uma 
grande variedade de antígenos. 
Memória 
 Aumenta a Capacidade de combater infecções