A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
avaliação fisioterapêutica pediátrica FICHA

Pré-visualização | Página 1 de 3

AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 9
ROTEIRO DE AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA PEDIÁTRICA 
N° do Pront.: ___________ 
Nome da Criança: _________________________________________________________ 
DN: ____/____/____ Idade: _____________________________________ 
Nome do Responsável: ____________________________________________________ 
Diagnóstico Clínico: _______________________________________________________ 
Data da Aplicação: ____/____/____ 
Avaliador (a): ____________________________________________________________ 
Supervisor Responsável: ___________________________________________________ 
 
1. INSPEÇÃO 
1.1 PADRÕES POSTURAIS (Neste item, descrever a postura que o indivíduo adota nas 
diferentes posições e como permanecem os membros superiores e inferiores, o tronco, o 
pescoço e a cabeça. Ex: inclinação lateral de cabeça presente para o lado direito, marcar 
com “X” as alternativas “sim” e “D”.) 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
Cabeça 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Inclinação 
lateral 
 
Rotação 
Flexão 
Extensão 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
 
Ombro 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Rotação 
Interna 
 
Rotação 
Externa 
 
Elevação 
Depressão 
Protração 
Retração 
 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 10
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
Cotovelo 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Pronação 
Supinação 
Flexão 
Extensão 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
Punho 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Flexão 
Extensão 
Desvio Ulnar 
Desvio 
Radial 
 
 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
Mão 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não Especificar os 
dedos 
D E 
Flexão de 
dedos 
 
Adução de 
Polegar 
 - 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
Tronco 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Flexão 
lateral 
 
Escoliose 
Cifose 
Dorsal 
 - - 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
Pelve 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Flexão 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 11
e 
Quadril 
 
 
Rotação 
Interna 
 
Rotação 
Externa 
 
Adução 
Abdução 
Anteversão - - 
Retroversão - - 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
Joelho 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não D E 
Flexão 
Extensão 
Valgo 
Varo 
 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
 
 
 
 
Tornozelo 
 e 
Pé 
 
 
Postura 
Presença Lateralidade 
Sim Não Especificar os 
dedos 
D E 
Plantiflexão - 
Dorsiflexão - 
Eversão - 
Inversão - 
Flexão dos 
dedos 
 
Extensão 
dos dedos 
 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 12
 
2. PALPAÇÃO: (O avaliador deve palpar os músculos apresentados na tabela abaixo 
observando a tensão muscular.) 
LEGENDA: (1) Flacidez - Diminuída; (2) Normal; (3) Rigidez - Aumentada. 
 
Posição adotada na avaliação: Sentada ( ) Em pé ( ) Deitada: prono ( ) / supino ( ) 
Músculos Direito Esquerdo 
Deltóide 
Bíceps 
Tríceps 
Peitoral 
Abdominais 
Oblíquos 
Quadríceps 
Tríceps Sural 
Isquiotibiais 
 
Obs: 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 13
 
3. TÔNUS MUSCULAR (O avaliador deve testar o tônus muscular nos diferentes grupos 
apresentados e classificá-lo de acordo com o quadro abaixo.) 
 
Escala de Ashworth Modificada 
(0) Nenhum aumento no tônus muscular; 
(1) Leve aumento do tônus muscular, manifestado por uma tensão momentânea ou por resistência mínima, 
no final ADM, quando a região é movida em flexão ou extensão; 
(1+) Leve aumento do tônus muscular, manifestado por tensão abrupta, seguida de resistência mínima em 
menos da metade da ADM restante; 
(2) Aumento mais marcante do tônus muscular, durante a maior parte da ADM, mas a região é movida 
facilmente; 
(3) considerável aumento do tônus muscular, o movimento passivo é difícil; 
(4) parte afetada rígida em padrão postural 
 
Grupos Musculares 
Escala de Ashworth Modificada 
D E 
Flexores de Ombro 
Extensores de Ombro 
Flexores de Cotovelo 
Extensores de Cotovelo 
Flexores de Punho 
Extensores de Punho 
Flexores de Quadril 
Adutores de Quadril 
Flexores de Joelho 
Dorsiflexores de Tornozelo 
Plantiflexores de Tornozelo 
 
Obs: Durante a realização do teste apresentou clônus? ( ) sim ( ) não 
Descreva (local, em que momento foi disparado): 
 
 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 14
 
4. MOBILIDADE: (Neste item o avaliador deve observar a amplitude de movimento de 
cada articulação na movimentação ativa e passiva e representá-la nas circunferências 
correspondente. Cada circunferência representa um arco de movimento articular de 360 
graus divido em 4 quadrantes de 90 graus cada. Preencher a área que você observou a 
amplitude de movimento ativo ou passiva. Ex: Abdução de Ombro - ADM completa de 180 
graus, se o avaliado tem 90 graus de ADM, preencher um quadrante apenas.) 
 
 
ARTICULAÇÕES 
 
MOVIMENTOS ATIVA PASSIVA 
Ombro 
 
 
Flexão 
 
 
 
Abdução 
 
 
 
Adução 
 
 
Cotovelo 
 
Flexão 
 
 
 
Extensão 
 
 
Tronco 
 
Flexão 
 
 
Quadril 
 
Flexão 
 
 
 
Extensão 
 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 15
 
Adução 
 
 
 
Abdução 
 
 
 
Rotação interna 
 
 
 
Rotação externa 
 
Joelho 
 
Extensão 
 
 
 
Flexão 
 
 
Tornozelo 
 
Extensão 
 
 
 
Flexão 
 
 
 
 
 
 
AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA – FISIOTERAPIA ISSN: 2237-2199 
 
 16
5. FORÇA MUSCULAR: (O avaliador deve testar a força muscular de diferentes grupos 
musculares e graduá-la segundo Kendall, 1995, como no quadro abaixo). 
 
Obs: A força muscular necessita da compreensão do paciente frente à solicitação do movimento. 
Realizar se possível o teste, caso não seja possível observar a movimentação espontânea. 
 
 
 
Articulações Grupos 
Musculares 
Grau de Força 
D E 
 
 
 
Ombro 
Flexão 
Extensão 
Abdução 
Adução 
Rotação Interna 
Rotação Externa 
 
 
Cotovelo 
Flexão 
Extensão 
Pronação 
Supinação 
 
 
Punho 
Flexão 
Extensão 
Desvio Ulnar 
Desvio Radial 
 
Tronco 
Flexão 
Extensão 
Rotação 
 Flexão 
(0) Ausência de contração 
(1) Há uma leve contração porém incapaz de produzir movimento 
(2) Há movimento somente na ausência da gravidade 
(3) Consegue realizar