Aula 5  Vidros
34 pág.

Aula 5 Vidros


Disciplina<strong>estradas</strong>20 materiais68 seguidores
Pré-visualização3 páginas
04/08/2015
1
Profa. Eliana Barreto Monteiro
Materiais de Construção
Vidros
2
Você Sabia?
Que o espelho 
é um tipo
de vidro
Que o vidro
é 100%
reciclado
3
O vidro é uma substância 
inorgânica, amorfa e fisicamente 
homogênea, obtida por 
resfriamento de uma massa em 
fusão que endurece pelo aumento 
contínuo de viscosidade até atingir 
a condição de rigidez.
04/08/2015
2
4
História
\ufffd Descoberto por acaso através de navegadores.
+
=
+
5
História
\ufffd Egípcios em túmulos de faraós
\ufffd 1665 fabricação vidro plano
\ufffd 1865 desenvolvimento de fornos
\ufffd 1918 aprimoramento da 
fabricação do vidro plano
\ufffd 1931 tijolos de vidro
6
Funções do Vidro na Construção Civil
\ufffd Admitir ou bloquear luz natural
\ufffd Admitir ou bloquear calor solar
\ufffd Permitir ou bloquear as perdas de calor 
do interior
\ufffd Permitir o contato visual entre o interior 
e exterior
04/08/2015
3
7
Vantagens e Desvantagens
VANTAGENS:
\ufffd Transparência; 
\ufffd Dureza;
\ufffd Ótimo isolante 
elétrico;
\ufffd Baixa condutividade 
térmica;
\ufffd Recursos abundantes 
na natureza;
\ufffd Durabilidade.
DESVANTAGENS:
\ufffd Fragilidade;
\ufffd Preço mais elevado;
\ufffd Peso relativamente grande;
\ufffd Dificuldade de manipulação.
8
Importância Ambiental
\ufffd 100% reciclável
Pode ser utilizável como materia prima para produção de novos 
tipos de vidro
\ufffd Retornável
Podem ser reutilizados sem comprometimento de desempenho 
após lavagem com detergentes ou temperaturas elevadas
\ufffd Reutilizável
Após a aplicação inicial pode ser empregado para usos diversos 
daqueles para os quais foram originalmente produzidos
Um vidro jogado 
na natureza
leva 4 mil anos 
para desaparecer
9
Utilização
\ufffd 60% Construção Civil
\ufffd 39% Industria Automotiva
\ufffd 1% Industria do Mobiliário
04/08/2015
4
10
Reciclagem
11
Diferenças Conceituais
\ufffd Vidro Comum ou Recozido
Possui ondulações que podem produzir distorções de imagens
\ufffd Vidro Float
Não produz distorções de imagens devido ao paralelismo das 
suas faces, oriunda da flutuação (float) da faixa de vidro num 
banho de estanho fundido
\ufffd Cristal
Apresenta características notáveis de brilho e transparência, sem 
distorções de imagens, obtido pela inclusão de chumbo na 
composição (indicado para fabricação de taças, vasos e 
enfeites) 
12
Tipos de Vidro
\ufffd Cálcico: construção civil, industria 
automobilística, eletrodomésticos
\ufffd Silicato: utensílios domésticos
\ufffd Ao chumbo: taças, cálices, ornamentos
04/08/2015
5
13
Composição 
\ufffd Sílica 72% vitrificante
\ufffd Sódio 14% fundente
\ufffd Cálcio 9% estável à agentes atmosféricos
\ufffd Magnésio 4% resistente a mudança de temperatura
\ufffd Alumina 0,7% aumenta resistência mecânica
\ufffd Potássio 0,3%
Vidro água (solúvel em água)
14
Composição 
15
Processo de Fabricação
\ufffd Fusão
\ufffd Conformação forma
\ufffd Recozimento resistência mecânica
\ufffd Acabamento polimento
1500º C
04/08/2015
6
16
Processo de Fabricação
\ufffd Temperatura entre 1300°C e 1500°C
17
Propriedades
\ufffd Ótimos isolantes térmicos e elétricos
\ufffd Resistentes a temperatura e ambientes 
corrosivos
\ufffd Duros e quebradiços
18
Propriedades
AQUECEDOR
AR-CONDICIONADO
04/08/2015
7
19
Características
\ufffd Transparentes ou opacos
\ufffd Impermeáveis aos gases e líquidos
\ufffd Permeabilidade razoável às radiações do 
espectro solar (ultravioleta e infravermelho)
20
Classificação
Fonte: MEHTA; MONTEIRO, 2008
21
Classificação \u2013 Quanto a Forma
PLANA
CURVA
ONDULADA
04/08/2015
8
22
Classificação \u2013 Quanto a Transparência
TRANSPARENTE
TRANSLÚCIDO
OPACO
23
\ufffd Incolor
\ufffd Colorido
Quanto à Coloração
24
Vidro Bisotado
\ufffd Bisel, em francês, é o
termo designado para
chanfradura, um tipo
bem específico de
entalhamento. A partir
daí, surgiu o bisotê,
um tipo de
acabamento dado ao
vidro por meio de
lapidação e polimento.
04/08/2015
9
25
Vidro Comum
\ufffdOs vidros comuns são os mais encontrados no dia-a-dia. 
Podendo ser utilizado para móveis, janelas, fachadas...
\ufffdEntre os vidros comuns, podemos encontrar os vidros 
coloridos. Eles são produzidos acrescentando-se à 
composição corantes como o Selênio (Se), Óxido de Ferro 
(Fe2O3) e Cobalto (Co3O4) para atingir as diferentes 
cores.
26
Vidro Comum
Propriedades Mecânicas
Fonte: MEHTA; MONTEIRO, 2008
27
Vidros Especiais
04/08/2015
10
28
Vidros Especiais
Os raios solares passam através 
do vidro. Parte do calor é refletida
de volta para o ambiente externo, 
parte é absorvida pelo vidro e parte 
é transmitida diretamente para o 
ambiente interno.
29
Vidros Coloridos (Termoabsorventes)
\ufffd Funções
Estética e redução do consumo de energia 
(redução da transmissão de calor)
\ufffd Obteção
Introdução de óxidos metálicos na massa do vidro
Podem ser coloridos a frio e a quente
Obs.: Nos climas frios os vidros devem absorver calor 
do Sol, e nos climas quentes devem bloqueá-la.
30
Vidros Coloridos a frio
\ufffd Em rolo impresso
\ufffd Em pistola
04/08/2015
11
31
Vidros Coloridos a quente (Serigrafia) 
No processo de 
fabricação do vidro 
serigrafado ou 
pintado a quente, 
a imagem que se 
deseja aplicar ao 
vidro é gravada em 
uma tela de 
poliéster e 
transferida para a 
peça de vidro, por 
meio de emissão 
luminosa
32
Vidros Duplos ou Insulados
\ufffd Funções
Apresenta bom isolamento acústico, baixa transferência
de calor por condução, efeito antiembaçamento e
segurança quando composto por laminado duplo ou
múltiplo.
\ufffd Composição
É composto por duas ou mais lâminas de vidros separadas
por gás inerte (argônio, criptônio ou xenônio);
33
Vidros Termorefletores
\ufffd Funções
Redução do consumo de energia 
(iluminação e refrigeração)
\ufffd Obteção
Aplicação superficial de camada 
de metal ou óxido metálico
04/08/2015
12
34
Fachada \u2013 Vidro Refletivo
35
Baixa Emissividade (low-e)
Possuem filmes que reduzem a transferência de
calor através das janelas;
\ufffd É um filme fino de um óxido metálico que é colocado
diretamente sobre o vidro;
\ufffd Quanto menor for a emissividade, melhor o
comportamento da película, pois menos ela absorverá e mais
refletirá o calor;
\ufffd Nos países frios, a película localiza-se preferencialmente
na face do vidro voltada para o interior.
36
Baixa Emissividade (low-e)
04/08/2015
13
37
Baixa Emissividade (low-e)
38
Vitrocerâmicos
\ufffd Advém do silicato de alumínio, lítio e 
magnésio
\ufffd Assemelham-se aos vidros comuns
\ufffd Alta resistência mecânica
\ufffd Baixa dilatação térmica
\ufffd Resistente ao risco
\ufffd Resiste ao ataque químico
39
Superwindows
Grande resistência térmica por meio
da combinação de múltiplas
camadas de películas low-e,
inserção nos panos de vidro de
gases com baixa condutância,
barreiras poliméricas com a
finalidade de reduzir a convecção
do gás e, consequentemente, a
troca de calor entre os vidros.
04/08/2015
14
40
Superwindows
41
Vidros Impressos (Fantasia)
\ufffd Funções
Mesma composição do vidro comum ou float
\ufffd Obteção
\ufffd Lugares onde se deseja obter luminosidade sem
perda da privacidade - boxes de banheiro,
divisórias diversas
\ufffd Estética - painéis decorativos
42
Vidros Impressos (Fantasia)
\ufffd Tipos de Acabamento
\ufffd Brilhante: A fogo após estiramento
\ufffd Fosco: Ácido hidrofluorídrico ou jato de areia
\ufffd Esmaltado: Esmalte vítreo precedendo novo
Aquecimento e fundição da superfície
\ufffd Texturizado: Impressão rugosa na face.
Fosco
04/08/2015
15
43
Vidros Impressos (Fantasia)
Vidro Impresso Colorido
Vidro Impresso Incolor
44
Impresso
Canelado
Martelado
Serigrafados
45
Vidros de Segurança
\ufffd Têmpera
Aquecimento do material 
até