A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
74 pág.
Análise economico_Monografia_Faria Neto

Pré-visualização | Página 12 de 19

27.628.000 
 Aplicações Financeiras 172% 24.763.000 -57% 9.101.000 21.316.000 
 Contas a Receber -7% 21.167.000 -0,13% 22.652.000 22.681.000 
 Estoques -9% 30.457.000 12% 33.324.000 29.736.000 
 Tributos a Recuperar -13% 10.123.000 2% 11.646.000 11.387.000 
 Outros Ativos Circulantes -55% 4.274.000 77% 9.456.000 5.353.000 
 Ativo Não Circulante 5% 658.352.000 14% 629.616.000 550.931.000 
 Ativo Realizável a Longo Prazo 14% 50.104.000 14% 44.000.000 38.531.000 
 Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo -81% 6.000 -56% 31.000 70.000 
 Aplic Financ Avaliadas ao Custo Amortizado 3% 284.000 -4% 276.000 289.000 
 Contas a Receber 36% 14.441.000 17% 10.616.000 9.075.000 
 Tributos Diferidos -13% 13.318.000 15% 15.250.000 13.281.000 
 Outros Ativos Não Circulantes 24% 22.055.000 13% 17.827.000 15.816.000 
 Investimentos -2% 15.282.000 25% 15.615.000 12.477.000 
 Imobilizado 9% 580.990.000 28% 533.880.000 418.716.000 
 Intangível -67% 11.976.000 -56% 36.121.000 81.207.000 
BALANÇO PATRIMONIAL - (Reais Mil)
 
Figura 12 – Análise Horizontal – Balanço Patrimonial – Ativo. Fonte: O Autor. 
 
 Observa-se que o Ativo total da companhia teve um aumento de 13% do ano 
de 2012 para 2013, porém esse crescimento foi reduzido em 61,54% quando 
comparado à evolução do ano de 2013 para 2014, ficando assim em 5%, desta 
forma, pode-se dizer que os ativos aumentaram em 18,59% do ano de 2012 para 
2014. No Ativo Circulante, a conta de Aplicações Financeiras destaca-se pelo 
aumento em 172% na comparação de 2014 com 2013, porém conjunto dos anos 
analisados, essa evolução foi de 16,17% entre 2012 e 2014. No Ativo Não 
Circulante, o Intangível foi destaque com uma queda acentuada de 85,25% de 2012 
para 2014. Os Investimentos e Imobilizado tiveram um aumento em mais de 20% em 
2013 e houve uma pequena variação para 2014. 
 
51 
 
 Descrição AH 31/12/2014 AH 31/12/2013 31/12/2012
 Passivo Total 5% 793.375.000 13% 752.967.000 669.032.000 
 Passivo Circulante 0,16% 82.659.000 19% 82.525.000 69.621.000 
 Obrigações Sociais e Trabalhistas 14% 5.489.000 9% 4.806.000 4.420.000 
 Fornecedores -7% 25.924.000 13% 27.922.000 24.775.000 
 Obrigações Fiscais -0,30% 657.000 -6% 659.000 704.000 
 Empréstimos e Financiamentos 68% 31.565.000 23% 18.782.000 15.320.000 
 Outras Obrigações -35% 16.909.000 14% 25.930.000 22.792.000 
 Provisões 11% 2.115.000 19% 1.912.000 1.610.000 
 Passivos sob Ativos Não-Correntes a Venda e Descontinuados -100% - 2.514.000 - 
 Passivo Não Circulante 25% 399.994.000 20% 321.108.000 268.636.000 
 Empréstimos e Financiamentos 28% 319.470.000 38% 249.038.000 180.994.000 
 Tributos Diferidos -65% 8.052.000 -5% 23.206.000 24.472.000 
 Provisões 48% 72.472.000 -23% 48.864.000 63.170.000 
 Patrimônio Líquido Consolidado -11% 310.722.000 6% 349.334.000 330.775.000 
 Capital Social Realizado 0,01% 205.432.000 0,01% 205.411.000 205.392.000 
 Reservas de Capital -188% (646.000) 17% 737.000 630.000 
 Reservas de Lucros -0,01% 149.015.000 10% 149.036.000 134.929.000 
 Lucros/Prejuízos Acumulados 100% (21.577.000) -100% - (154.000)
 Outros Resultados Abrangentes 223% (23.376.000) -41% (7.244.000) (12.376.000)
 Participação dos Acionistas Não Controladores 34% 1.874.000 -41% 1.394.000 2.354.000 
BALANÇO PATRIMONIAL - (Reais Mil)
 
Figura 13 – Análise Horizontal – Balanço Patrimonial – Passivo. Fonte: O Autor. 
 
 No Passivo Circulante, a maior variação foi na conta de Empréstimos e 
Financiamentos, que de 2012 para 2013 aumentou em 23% e de 2013 para 2014 
aumentou em 68%, ficando com um aumento para os anos analisados em 106,04% 
de 2012 para 2014, já no Passivo não Circulante esse aumento foi de 76,51%. O 
Patrimônio Líquido apresentou uma redução de 6,05% entre 2012 e 2014. 
52 
 
 
 Descrição AH 31/12/2014 AH 31/12/2013 31/12/2012
 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços 11% 337.260.000 8% 304.890.000 281.379.000 
 Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos 9% (256.823.000) 11% (234.995.000) (211.937.000)
 Resultado Bruto 15% 80.437.000 1% 69.895.000 69.442.000 
 Despesas/Receitas Operacionais 188% (102.353.000) -6% (35.538.000) (37.966.000)
 Despesas com Vendas 51% (15.974.000) 10% (10.601.000) (9.604.000)
 Despesas Gerais e Administrativas 4% (11.223.000) 9% (10.751.000) (9.842.000)
 Outras Despesas Operacionais 395% (75.607.000) -18% (15.281.000) (18.604.000)
 Tributárias 5% (1.801.000) 126% (1.721.000) (760.000)
 Custo com Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico 7% (2.589.000) 8% (2.428.000) (2.238.000)
 Custo Exploratório para Extração de Petróleo e Gás 11% (7.135.000) -18% (6.445.000) (7.871.000)
 Participação nos Lucros ou Resultados -5% (1.045.000) 10% (1.102.000) (1.005.000)
 Outras Despesas/Receitas Operacionais Líquidas 420% (12.207.000) -64% (2.347.000) (6.449.000)
 Baixa de gastos adicionais capitalizados indevidamente 100% (6.194.000) - - 
 Perdas no valor de recuperação de ativos - Impairment 3505% (44.636.000) 341% (1.238.000) (281.000)
 Resultado de Equivalência Patrimonial -59% 451.000 1204% 1.095.000 84.000 
 Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos -164% (21.916.000) 9% 34.357.000 31.476.000 
 Resultado Financeiro -37% (3.900.000) 67% (6.202.000) (3.723.000)
 Receitas Financeiras 37% 5.355.000 -46% 3.911.000 7.241.000 
 Despesas Financeiras -8% (9.255.000) -8% (10.113.000) (10.964.000)
 Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro -192% (25.816.000) 1% 28.155.000 27.753.000 
 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro -176% 3.892.000 -24% (5.148.000) (6.794.000)
 Corrente -14% (4.133.000) 6% (4.825.000) (4.572.000)
 Diferido -2585% 8.025.000 -85% (323.000) (2.222.000)
 Resultado Líquido das Operações Continuadas -195% (21.924.000) 10% 23.007.000 20.959.000 
 Lucro/Prejuízo Consolidado do Período -195% (21.924.000) 10% 23.007.000 20.959.000 
 Atribuído a Sócios da Empresa Controladora -192% (21.587.000) 11% 23.570.000 21.182.000 
 Atribuído a Sócios Não Controladores -40% (337.000) 152% (563.000) (223.000)
 Lucro Básico por Ação 
 ON (1,65) 1,81 1,62 
 PN (1,65) 1,81 1,62 
 Lucro Diluído por Ação 
 ON (1,65) 1,81 1,62 
 PN (1,65) 1,81 1,62 
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO - (Reais Mil)
 
Figura 14 – Análise Horizontal – Demonstração de Resultado. Fonte: O Autor. 
 
 Com relação à Demonstração de Resultado, conforme apresentado a seguir, 
observa-se que a receita de vendas apresenta um leve crescimento entre os anos 
analisados, 9,5% na média, porém é menor que o crescimento médio de 10% para o 
custo. Mas em toda a Demonstração de Resultado, o destaque fica por conta da 
queda de 195% no lucro líquido

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.