Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
115 pág.
apostilaEMT Aux de Logística 2016

Pré-visualização | Página 1 de 21

1 | L o g í s t i c a 
 
LOGÍSTICA 
Nome: __________________________________________________________ 
 
Escola: __________________________ Horário: ________________________ 
 
 
2015 – Prof.ª Renata Verri 
 
 
2 | L o g í s t i c a 
 
 
3 | L o g í s t i c a 
 
ÍNDICE 
 
 
UNIDADE 1: INTRODUÇÃO À LOGÍSTICA .............................................................................................. 3 
UNIDADE 2: GESTÃO DE ESTOQUES .................................................................................................... 8 
UNIDADE 3: ARMAZENAGEM ............................................................................................................. 21 
UNIDADE 4: FERRAMENTAS PARA A ADMINISTRAÇÃO DE ESTOQUES ............................................. 29 
UNIDADE 5: DISTRIBUIÇÃO ................................................................................................................ 47 
UNIDADE 6: EMBALAGEM .................................................................................................................. 65 
UNIDADE 7: TRANSPORTES ................................................................................................................ 71 
UNIDADE 8: JUST IN TIME (JIT) .......................................................................................................... 82 
UNIDADE 9: PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO (PCP) .................................................... 91 
UNIDADE 10: SISTEMAS DE QUALIDADE E ORGANIZAÇÃO ............................................................... 96 
UNIDADE 11: LOGÍSTICA REVERSA ................................................................................................... 100 
BIBLIOGRAFIA ................................................................................................................................... 110 
 
2 | L o g í s t i c a 
 
3 | L o g í s t i c a 
UNIDADE 1 INTRODUÇÃO À LOGÍSTICA 
 
Poucas áreas de estudo têm um impacto tão significativo no 
padrão de vida da sociedade como a logística. Praticamente todas 
as áreas da atividade humana são afetadas, direta ou 
indiretamente pelo processo logístico. Tente imaginar uma 
campanha publicitária de vários milhões de dólares e quando o 
comprador vai procurar o produto ele não o encontra na loja. 
Como seria possível comprar uma camisa de seda feita na China em 
uma loja em São Paulo? Porque um quilo de tomate é tão barato 
no campo e custa tão caro no supermercado? Qual deve ser a embalagem ideal para um iogurte? 
E para uma bijuteria? As dúvidas citadas, assim como muitas outras, exemplificam a influência da 
logística do nosso dia-a-dia e por isso é tão importante o nosso entendimento do processo 
logístico. 
A Logística existe desde os tempos mais antigos quando, na preparação das guerras, os 
líderes militares já utilizavam este instrumento de organização e transporte associado às 
atividades militares por muitos séculos. 
As guerras eram longas demais e nem sempre ocorriam próximas de onde estavam as 
pessoas. Eram necessários grandes deslocamentos, exigindo que as tropas carregassem todo 
equipamento indispensável. 
Era preciso ter uma organização logística para possibilitar a chegada de carros de guerra, 
grandes grupos de soldados e transportar armamentos pesados aos locais de combate 
Pelos recursos disponíveis na época, essa organização era muito grande e envolvia diversos 
estudos, como preparação de soldados, transporte, armazenagem de gêneros alimentícios para as 
tropas, munições, armas, etc. 
Com a evolução tecnológica, a logística passou a abranger outros ramos da administração, 
sendo absorvida pelos civis, porém recebendo a influência e a experiência militares. 
Após essa evolução gradativa, houve um grande avanço nos processos logísticos, que 
culminaram mais acentuadamente após a Segunda Guerra Mundial. Nessa ocasião, os EUA 
experimentaram um crescimento rápido devido, em parte, à demanda reprimida dos anos de 
depressão, valendo-se da posição satisfatória do mercado americano no panorama mundial, cujo 
4 | L o g í s t i c a 
objetivo era produzir e vender com lucros altíssimos. Assim sendo, qualquer indício de ineficiência 
na distribuição dos produtos fabricados poderia ser tolerada para que se alcançassem esses lucros. 
Ao mesmo tempo, do outro lado do mundo o Japão iniciava uma da mais respeitadas 
evoluções da logística, até hoje reverenciada e referência em todo o mundo, diante da 
determinação do país em se restabelecer econômica e moralmente. 
A logística, embora já praticada sem tanto destaque, começava a surgir como uma 
modalidade de grande importância na economia mundial, passando por várias etapas. Entre elas: 
 
1950 – 1970: O Período de Desenvolvimento 
O período entre o início de 1950 até a década de 1960 representa a época de decolagem 
para a teoria e a prática da logística. O marketing estava bem estabelecido em muitas instituições 
educacionais e orientava muitas empresas, entretanto professores de marketing e de 
administração não estavam totalmente satisfeitos com o que havia sido criado. 
Em 1954, o professor de marketing Paul Converse observou que as empresas prestavam 
muito mais atenção na compra e na venda de produtos do que na sua distribuição física. 
Nessa mesma época, o escritor e consultor de administração de empresas, Peter Drucker 
alertou que essa operação de distribuição de bens e produtos era, até então, a operação de 
negócio mais desprezada, porém mais promissora no mundo futuro. 
 
Início dos Anos 70 
Deu-se início o evento-chave para o desenvolvimento da logística empresarial. O estudo 
desse projeto foi conduzido para determinar o papel que o transporte aéreo poderia 
desempenhar a tal distribuição física. 
O início desse estudo descrevia que o alto custo do transporte aéreo não necessariamente 
deteria o uso desse serviço, mas que a chave para sua aceitação deveria ser o seu menor custo 
total, decorrente da soma de taxas do frete aéreo e do menor custo devido à diminuição de 
estoques, obtido pela maior velocidade da movimentação por via aérea. 
Nessa época, a troca do alto custo do transporte aéreo, porém com o cumprimento da 
entrega em tempo hábil, seria compensador o qual ficou denominado custo total. 
A matéria evoluiu, até que hoje existe uma definição mais apurada de logística, podendo 
ser considerada a área da administração que cuida desde a compra da matéria-prima ou 
mercadorias, até a entrega do produto acabado ou mercadoria ao cliente, compreendendo 
5 | L o g í s t i c a 
recebimento, armazenagem, produção, separação, transporte e entrega ao cliente na hora certa, 
no lugar certo e ao menor custo possível. 
 
Atividades Primárias e de Apoio 
Atividades Primárias: 
 A denominação de atividade primária identifica aquelas que são de importância 
fundamental para a obtenção dos objetivos logísticos de custo e nível de serviço que o mercado 
deseja, e essas atividades são consideradas primárias, porque contribuem com a maior parcela do 
custo total da Logística ou são essenciais para a coordenação e para o cumprimento da tarefa 
logística. São as seguintes: 
TRANSPORTE 
É uma das atividades logísticas mais importantes, simplesmente porque 
ela absorve, em média, de um a dois terços dos custos logísticos. É 
essencial porque nenhuma organização moderna pode operar sem 
providenciar a movimentação de suas matérias-primas ou de seus 
produtos acabados para serem levados, de alguma forma, até ao consumidor final. Ele 
refere-se aos vários modelos disponíveis para se movimentar matéria-prima, materiais, 
produtos e serviços. 
MANUTENÇÃO DE ESTOQUES 
Geralmente, não é viável providenciar produção ou entrega instantânea a 
clientes. Para se atingir um grau razoável de disponibilidade do produto, é 
necessário
Página123456789...21