Resumo filme Fahrenheit 451
2 pág.

Resumo filme Fahrenheit 451


DisciplinaTeoria Geral do Estado2.749 materiais45.896 seguidores
Pré-visualização1 página
PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATOLICA DE MINAS GERAIS
TEORIA GERAL DO ESTADO/ DIREITO MANHÃ
ALUNA: ANA CAROLINA DE OLIVEIRA FROES
RESENHA DO FILME FAHRENHEIT 451
A história se passa nos primeiros anos da guerra fria. O autor aborda temas como a tentativa do governo em suprimir o pensamento crítico de seus governados, impedindo o acesso desse a livros, pois a leitura e o estudo fazem com que uma população se torne mais crítica e questionadora e isso não é agradável aqueles que querem governar sem ter que lidar com uma oposição forte, organizada e bem instruída.
Ainda hoje é possível observar como esse tema é atual, principalmente no país em que vivemos, onde o investimento em educação pode ser considerado irrisório se comparado a outros gastos do governo.
Até mesmo os meios de informação, tendem a manipular as massas, deixando a maior parte da sociedade alienada em relação aos reais problemas do país. Oferecendo uma política de pão e circo, onde o governo oferece o pão através de programas sociais e a TV oferece o circo ( diversão barata, sem qualidade, sem um cunho educacional), com o objetivo apenas de entreter e não fazer pensar.
No filme os bombeiros adquiriram uma nova forma de atuação em sua profissão, em vez de apagar o fogo, eles lançam chamas em todo o material que tenha o objetivo de entreter de forma crítica e instruir, assim ,livros, revistas, música clássica e obras de arte são destruídas. O personagem principal é Guy Montag, ele é um bombeiro que após um incidente onde uma senhora prefere queimar com sua biblioteca particular a se submeter ao sistema vigente. Ele passa então a questionar o motivo pelo qual alguém preferir morrer a abandonar um simples punhado de folhas escritas, o que tem de tão interessante em um livro? Ele pega um para descobrir, mesmo sabendo que quem fosse apanhado com ele, seria preso. Interessante observar a alusão no título numero 451 que é a temperatura em graus Fahrenheit em que o papel pega fogo.
Com 112 minutos de duração, Fahrenheit 451 já começa expondo um dos pontos mais impactantes do filme: a ausência da palavra escrita. Numa estratégia inteligente, os créditos iniciais são narrados, com uma espécie de videoclipe que capta diversas antenas de televisão nas mais distintas casas do espaço fílmico. Leitura proibida é o lema. No final, apesar da narrativa em tom de distopia, há um fio de esperança na história, porém, vai tudo depender da relação do homem com a memória.