CASO JBS
2 pág.

CASO JBS

Disciplina:Projeto Integrado I16 materiais191 seguidores
Pré-visualização1 página
Análise SWOT

Forças
• Brasil é um dos players do mercado mundial de carne bovina.
• Elevado grau de internacionalização produtiva
• Consumo de carnes representa a principal despesa alimentar das famílias brasileiras
• Maior concentração dos frigoríficos gera economia de escala e aumenta poder de barganha na cadeia produtiva
• Diversificação da linha de produtos (aves, suínos e laticínios).
• Investimentos para acompanhar as tendências tecnológicas do mercado, reduzir custos de produção e logísticos.
Fraquezas
• Falta de melhor coordenação entre os agentes de cadeia produtiva.
• Perecibilidade da carne bovina dificulta estocagem dos produtos.
• Concorrência com a carne de frango e suína.
• Informalidade e clandestinidade no abate de bovinos.
• Elevado impacto ambiental das atividades produtivas.
• A operação da JBS está limitada ao consumo de carne bovina, suína e ovina e não está entre seus objetivos globais à expansão do mercado via lançamento de produtos fora desta linha.
Oportunidades
• Crescimento da demanda por alimentos de origem animal nos países emergentes.
• Abertura de grandes mercados à carne in natura brasileira.
• Desvalorização cambial tornando a carne brasileira mais competitiva no mercado internacional.
• Investimentos em qualidade dos produtos, com respeito à sustentabilidade
ambiental e às preocupações de sanidade animal.
• A alta do dólar pode maximizar os lucros pelo grande volume de operações externas. Outra oportunidade é a redução do desemprego e aumento da renda, bem como a crescente demanda por alimentos
Ameaças
• Aumento dos embargos de países importadores à carne brasileira associados a questões de sustentabilidade (sanidade animal, procedência, segurança alimentar).
• Retração da demanda dos países importadores, sobretudo da Europa, associada à crise econômico-financeiro do continente.
• Continuidade da elevação dos custos de confinamento
• Econômicas: Variações de cambio e Crise financeira nos EUA e Europa. Investimentos: Altos investimentos para prevenção de impactos sanitários, obtenções de certificados para exportação de carne e adequações as leias ambientais. Saudáveis: Crescentes divulgações de estudos sobre os riscos do consumo de carne vermelha.

Plano de ação
Primeiro, é necessário que a organização tenha todos os seus processos mapeados, pois somente assim a gestão terá controle total de sua produção. Neste processo, quanto mais números e informações você tem, mais fácil identifica fragilidades na sua empresa, por exemplo, se você demora mais que a concorrência para realizar determinada atividade, ou se é dependente de um fornecedor, o que te deixaria em posição desfavorável para negociar custos e prazos. Mantendo um bom acompanhamento do início ao fim, é possível até prever e agilizar a resolução de possíveis problemas.
A falta de produtos em estoque é um problema para as organizações, mas ao contrário, o excesso de produtos também é prejudicial. O excesso implica em maiores custos, e possivelmente maiores perdas (em especial para produtos perecíveis). Compartilhar os sistemas da cadeia de suprimentos com os fornecedores pode acabar com esse problema, uma vez que eles devem produzir e entregar de acordo com seus números de controle, à medida que os estoques forem atingindo níveis mais baixos.
Para que isso funcione de maneira eficiente, é preciso contar com a tecnologia, para que o fornecedor tenha acesso à base de dados. Os processos de ambas as organizações devem estar conectados, pois, caso não estejam em sincronia e estejam contando somente com essa plataforma, a disponibilidade e a demanda estarão descasadas.
Um empreendedor não pode ficar parado e esperar as oportunidades aparecerem. Ter iniciativa, persistência e comprometimento são algumas habilidades para quem quer ter um negócio de sucesso. Além de determinação e otimismo para encarar os obstáculos do caminho.