A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
pim  IV- COMERCIO EXTERIOR.pdf

Pré-visualização | Página 1 de 3

1 
 
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP 
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AGROBAX AÇUCAR LTDA 
PROJETO INTEGRADO MULTIDICIPLINAR- PIM IV 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo 
2018 
2 
 
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP 
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR 
 
 
 
 
TÍTULO: AGROBAX AÇUCAR LTDA 
PROJETO INTEGRADO MULTICIPLINAR – PIM IV 
 
 
 
 
Isabelli Xavier de Oliveira 
R.A. 1891025 
 
Projeto apresentado ao Curso 
Superior de Tecnologia em Comércio 
Exterior da Universidade Paulista – 
UNIP Como requisito parcial à 
obtenção da empresa AGROBAX. 
 
Orientador: Luís Tadeu de Oliveira 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo 
2018 
 
3 
 
AGRADECIMENTOS 
 
Gostaria de agradecer todos os leitores este trabalho foi feito com muita 
dedicação e esforço. 
 Ao meu orientador Luis Tadeu de Oliveira na qual avalia meus projetos. 
Ao meu tutor André Oliveira na qual me ajuda e orienta em meu 
aprendizado. 
E a empresa Agrobax que me deu auxilio nesta pesquisa e me serviu de 
fonte para montar este projeto. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 
 
 
Resumo 
O Projeto Integrado Multiciplinar IV (PIM) do curso Superior Tecnólogo 
em Comércio Exterior, abordará a empresa AGROBAX AÇUCAR LTDA 
que esta no mercado atuante em comércio exterior desde 2009. 
Abordando as principais temas desse semestre como pesquisas de campo 
feitas pela funcionaria e autora deste projeto. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
 
SUMARIO 
 
1.0-INTRODUÇAO....................................................................................... .6 
2.0-PRATICA E TREORIA CAMBIAL ..... ........................................................7 
2.1-O QUE É CAMBIO................................................................................... 7 
2.2-MERCADO NACIONAL DE CAMBIO........................................................ 7 
2.3-OS BENEFICIOS DO MERCADO CAMBIAL...............................................7 
3.0-SISTEMATICA DE IMPORTAÇAO E EXPORTAÇAO................................10 
3.1-INCORTERMS.... ...................................................................................10 
3.2-TERMOS DO INCOTERMS.....................................................................10 
3.3-LEGISLAÇÃO BRASILEIRA .....................................................................11 
3.4-INCENTIVOS FISCAIS ...........................................................................12 
3.5-COMPOSIÇÃO DE PREÇOS ...................................................................12 
3.6-MODALIDADES DE PAGAMENTOS........................................................13 
4.0-DINAMICA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS .......................................16 
5.0-ENDOMARKETING ..............................................................................17 
6.0- CONCLUSÃO........................................................................................18 
7.0- REFERENCIAS ......................................................................................19 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6 
 
 
INTRODUÇÃO 
Este projeto tem como objetivo elaborar, pesquisar e aprimorar o 
aprendizado na área de Teoria e Pratica cambial, Sistemática de 
Importação e Exportação e as Relações Interpessoais 
As informações à seguir foram pesquisadas pela autora. contendo dados 
da empresa AGROBAX AÇUCAR LTDA. 
 
Palavras Chave: elaborar, pesquisar, aprimorar, Importação, exportação e 
informações 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7 
 
 2.0- TEORIA E PRATICA CAMBIAL 
 
 
2.1-O QUE É CAMBIO? 
 
O câmbio é usado para a troca de moedas de um determinado país com a 
moeda nacional. O mercado de câmbio é regulamentado e fiscalizado pelo 
Banco Central (BACEN) aqui no brasil. 
O mercado de câmbio é usado principalmente para importadores e 
exportadores, mas todo o tipo de transação que envolve o mercado 
internacional o câmbio está presente como a bolsa de valores, bancos 
corretores entre outros, e também pode ser usado por qualquer pessoa 
física ou jurídica. 
Quaisquer pagamentos ou recebimentos em moeda estrangeira podem 
ser realizados em mercado de câmbio, transferências para fins de 
constituição de disponibilidades no exterior e o retorno ao país e 
aplicações no mercado financeiro. 
As taxas de câmbio são colocadas em tabelas de cotações, nas quais são 
fixadas nos bancos para o conhecimento do público. Essas tebanas 
possuem dois valores, da moeda estrangeira, Compra (bid rate) e a 
de venda (offer rate), os valores de diferença entre elas são chamas 
de spread que é o ganho do banco. 
Os bancos funcionam como “pontes de ligação” entre compradores e 
vendedores. 
 
 
2.2-MERCADO NACIONAL DE CAMBIO 
 
O banco central executa a política cambial que foi definida pelo 
Conselho Monetário Nacional. Regulamentando e autorizando as 
instituições que neles operam. Cabe ao banco central também fiscalizar o 
referido mercado. 
 
 
2.3-OS BENEFICOS DO MERCADO DE CAMBIAL 
 
O câmbio fixo é o que possui valor da moeda estrangeira (geralmente o 
dólar) é fixado pelo governo, assim desde modo a moeda nacional passa a 
ter um valor fixo. Tendo como benefício a calcificada no fator de poder 
possibilitar maior parametrização no controle da inflação neste tipo 
de operação. 
8 
 
Existe a desvantagem que pode estar atrelada na valorização da moeda 
nacional, na qual provocando a diminuição nas exportações e 
aumentando as importações. A valorização da moeda pode aumentar o 
giro e favorecer sua compra, mas existe outras desvantagens em muitos 
casos. 
O câmbio flutuante é um sistema de controle estatal, o mercado acaba 
embelecendo naturalmente os valores das taxas de câmbio de acordo com 
o nível e a demanda de oferta x pela procura da moeda negociada. O 
benefício é o próprio mercado regular tais, assim todas as taxas 
de câmbio, não vão ter distorções cambiais na economia como um todo. 
A desvantagem deste tipo de operação está na valorização excessiva da 
moeda estrangeira podendo ocasionar a inflação, enquanto a 
desvalorização destas moedas pode ocasionar diminuição das 
exportações. 
Banda cambial na qual a autoridade gestora que é o banco central permite 
a variação das taxas de câmbio dentro de um determinado limite (valores 
máximos e mínimos). Este intervalo é chamado de banda cambial. Quando 
tais taxas saem deste intervalo, obtém a intervenção do banco central 
comprando ou vendendo a moeda estrangeira. Contudo fazendo que a 
taxa passe a operar dentro daquele intervalo estabelecido. O benéfico é 
proporcionar os agentes envolvidos na operação é a variação cambial não 
será volátil, contudo não existira processos que elevem grandes 
valorizações. Outra vantagem pode ser a banda ser mudada de tempos 
em tempos, de acordo com a situação econômica interna externa, assim 
acompanhando as necessidades do mercado cambial. 
A desvantagem estaria neste momento intada no fato de que muitos 
casos este sistema pode gerar certo artificialismo cambial, prejudicando 
os agentes econômicos nacionais.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.