Resumo Mieloma Múltiplo
2 pág.

Resumo Mieloma Múltiplo


DisciplinaHematologia5.421 materiais31.501 seguidores
Pré-visualização1 página
1 Acadêmica Luciana Pinto \u2013 2017 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
É um câncer de origem na medula óssea, que se desenvolve a partir da multiplicação 
descontrolada de plasmócitos monoclonais e tem maior incidência em idosos, entretanto, 
sua frequência em jovens vêm aumentando. 
 
Para entender melhor a doença é importante relembrar um pouco sobre imunidade 
humoral: 
 
\u2756 Depende de anticorpos (Ac) e imunoglobulinas (Ig) sintetizadas por plasmócitos, 
contendo duas cadeias leves e duas cadeias pesadas. 
\u2756 Existem cinco tipos de imunoglobulinas: IgA, IgD, IgE, IgG e IgM. 
\u2756 As que estão frequentemente aumentadas no mieloma múltiplo são IgG e IgA e 
raramente IgD e IgE. 
\u2756 Na doença, ocorre a síntese exacerbada de cadeias leves, que quando não-
balanceadas deixam os plasmócitos e invadem a circulação sanguínea e a urina. 
\u2756 Na urina identificam-se as cadeias leves kappa e lambda. 
 
Fisiopatologia: 
Ocorrem três fenômenos básicos: 
o Produção de Fator Ativador de Osteoclastos (FAOS) \uf0e8 lesões osteolíticas em saca-
bocado, desmineralizando os ossos e causando, assim, hipercalcemia, dor óssea e 
fraturas patológicas 
 
o Liberação de cadeias leves no plasma eventualmente atinge os glomérulos renais, 
predispondo ou piorando o quadro de insuficiência renal 
 
o Proliferação anormal de plasmócitos na medula levando à anemia 
 
 
 
2 Acadêmica Luciana Pinto \u2013 2017 
 
\uf0e8 A osteopenia sozinha não causa dor, então se esta for presente sempre devem-se 
buscar fraturas patológicas ou metástases ósseas 
Clínica: 
 
\u2022 Dores ósseas 
\u2022 Fraturas patológicas 
\u2022 Hipercalcemia 
\u2022 Infecções 
\u2022 Insuficiência renal 
\u2022 Radiculopatia 
 
Classificação: 
Dividem-se em hemofilias A, B e C de acordo com os fatores deficientes. 
 
Diagnóstico diferencial: Osteoporose, hiperparatireoidismo, metástases ósseas de 
neoplasias de tireoide, mama, próstata e ovário, macroglobulinemia de Waldenstron e 
anemias de uma forma geral. 
 
Diagnóstico: 
\u27a2 Hemograma: Inalterado ou anemia normocítica e normocrômica 
o Fenômeno de Rouleaux: empilhamento de hemácias/hemácias em corrente 
 
\u27a2 Hipercalcemia 
\u27a2 Creatinina >2mg/dL 
\u27a2 Eletroforese de proteínas séricas e urinárias com gráfico: IgG(60%), IgA(20%) e 
presença ou não de cadeias leves kappa e lambda na urina 
\u27a2 Imunofixação de proteínas séricas e urinárias: confirma o tipo 
\u27a2 Mielograma: infiltração de plasmócitos 
\u27a2 Radiografias: visualização de lesões osteolíticas em saca-bocado em pelo menos 
três ossos diferentes 
Tratamento: Quimioterapia e tratamento de complicações (como infecções, por exemplo) 
Cura: Transplante de medula óssea 
IMPORTANTE! 
PRINCIPAL 
CAUSA DE 
MORTE