Estratégia nutricionais no emagrecimento
88 pág.

Estratégia nutricionais no emagrecimento


DisciplinaNutrição Esportiva4.439 materiais46.574 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Prof. Rebecca Peixoto
Estratégias 
nutricionais para o 
emagrecimento
PLANO	DE	AULA
2
Aula/	Data Conteúdo Objetivos
Aula 19/11/18 \u2022 Estratégias 
nutricionais no 
emagrecimento
\u2022 Descrever a técnica de perda de 
massa gorda no exercício físico!
\u2022 Capacitar o aluno a estabelecer 
condutas nutricionais adequadas 
para o emagrecimento no 
praticante de exercício físico
3
CONTROLE	DO	PESO	CORPORAL
4
Padrões	estéticos:	corpo	magro,	
esbelto	e	com	reduzida	quantidade	
de	tecido	adiposo
Preocupação	com	saúde:	excesso	
de	gordura	corporal	causa	efeitos	
deletérios	à	saúde	
Estratégias	de	perda	de	peso
5
O	imediatismo	na	busca	pela	redução	da	gordura	corporal	leva	as	
pessoas	a	buscarem	estratégias	nem	sempre	seguras	ou	
saudáveis	de	perda	de	peso,	de	forma	extrema	e	sem	
acompanhamento	de	pro\ufb01ssionais	da	saúde	habilitados
	Dietas	da	moda	
	Medicamentos	
	Tratamentos	estéticos	
	Suplementos	(termogênicos)	
	Exercício	físico	exagerado	
6
Excesso	de	gordura	corporal
Forma	periférica Forma	central
Triglicerídeos	localizados	no	
tecido	adiposo	subcutâneo	está	
associada	a	uma	imagem	
corporal	insatisfatória
Triglicerídeos	estocados	nos	
adipócitos	do	tecido	visceral,	está	
fortemente	associado	à	maior	
ocorrência	de	doenças	crônicas	
7
Exercício	físico
\u2191Catecolaminas	
(Adrenalina	e	
Noradrenalina)
Estes	se	ligam	aos	
receptores	adrenérgicos	
do	tecido	adiposo	
Lipólise	
8
Receptores	adrenérgicos
Tecido	adiposo	
subcutâneo
Tecido	adiposo		
visceral
Maior	concentração	de	
receptores	alfa-adrenérgicos
Maior	concentração	de	
receptores	beta-adrenérgicos
Inibe	lipólise Estimula	lipólise
9
A lipólise no exercício é mais estimulada através 
dos receptores beta adrenérgicos e esses estão 
mais distribuídos no tecido adiposo visceral do 
que no subcutâneo
10
(Fonseca-Alaniz et al, 2007)
"Dietas	da	moda"
11
Dietas	da	moda
12
13
|	Dieta	Detox		ou	Desintoxicante|
Preconizada	pela	\u201clinha"	da	
nutrição	funcional
Eliminação	de	substâncias	
xenobióticas	do	corpo
A	detoxificação	pode	ser	feita	para	melhorar	inúmeros	sintomas	
e/ou	doenças,	mas	não	deve	ser	caracterizada	por	
emagrecimento,	pois	a	finalidade	é	de	reduzir	o	caráter	tóxico	
dessas	substâncias	e	eliminá-las.
14
Alimentação	livre	de	
agrotóxicos,	livre	de	leite	e	
derivados,	sem	glúten,	sem	
aditivos	químicos	e	produtos	
industrializados
A	partir	do	momento	em	
que	se	retira	estes	
alimentos	da	dieta,	pode	
ocorrer	o	emagrecimento
Não	há	sucos/alimentos	
que	estimulem	o	fígado	
ou	rim	a	eliminar	toxinas,	
nem	tampouco	tenham	
ação	emagrecedora
15
|	Dieta	sem	glúten	e	sem	lactose	|
Dieta	sem	glúten	e	sem	lactose
Comumente	indicada	por	
nutricionistas	funcionais
Sintomas	neuropsiquiátricos	(depressão,	autismo,	
dormências),	dermatológicos	(dermatites,	
mudança	nos	odores	corporais,	sudorese),	
gastrintestinais	(constipação,	diarréia,	gases),	
baixa	imunidade	e	até	obesidade.
Frequência	elevada	
de	indivíduos	com	
Sensibilidade	ao	
Glúten
80%	da	população	possui	intolerância	à	lactose,	
mas	nem	todos	apresentam	sintomas	quando	
expostos	a	lácteos
Lactose	
16
"A	recomendação	de	restrição	de	consumo	de	glúten	deve	ser	
destinada	aos	pacientes	com	diagnóstico	clínico	confirmado	de	
doença	celíaca,	de	dermatite	herpetiforme,	de	alergia	ao	glúten,	ou	
quando,	eliminada	a	hipótese	de	doença	celíaca,	haja	diagnóstico	
clínico	confirmado	de	sensibilidade	ao	glúten	(também	denominada	
como	intolerância	ao	glúten\u2013não	celíaca).	Deve-se	salientar	que	o	
diagnóstico	clínico	é	de	competência	exclusiva	do	médico\u201d
(CFN-3)
\u201cO	descumprimento	dessa	diretriz	oferece	indícios	de	infringência	
ao	código	de	ética	do	nutricionista	por	desrespeito	ao	princípio	
fundamental	explicitado	no	seu	artigo	1º	e	pelo	descumprimento	do	
artigo	6º,	inciso	VI,	sujeitando	os	infratores	a	processo	disciplinar	e	às	
penalidades	previstas	na	legislação\u201d
17
|	Dieta	Low	Carb	|
Dieta	com	teor	reduzido	
de	carboidratos
O	teor	reduzido	de	carboidrato	na	dieta	causaria	redução	nos	
estoques	de	glicogênio	e	maior	mobilização	de	ácidos	graxos,	
o	que	proporcionaria	redução	da	gordura	corporal
Efeitos	adversos*:	
\u2022 cefaléia	
\u2022 irritabilidade	
\u2022 cansaço/	fadiga	
\u2022 cãimbras	
\u2022 maior	risco	infecções
*	a	depender	da	quantidade	de	CH	restrito
18
19
|	Dieta	Cetogênica	|
Dieta	cuja	composição	é	rica	em	
lipídeos,	moderada	em	proteínas	
e		pobre		em		carboidratos.	
Composta	por		cerca		de		90%		de	lipídios	e		10%		de	proteínas.		
A	proporção	mais	recomendada	é	a		de		4:1		(gorduras/
proteínas		e		carboidratos),		mas	também		pode-se		usar		
proporções		como		5:1,		3:1		e		2:1.
(NAKAHARADA,	2008;	HARTMAN	e		VINING,2007;	NONINO-BORGES	et	al.,	2004)
20
|	Jejum	Intermitente	|
O	jejum	resulta	em	cetogênese,	promove	importantes	
alterações	em	vias	metabólicas	e	processos	celulares,	
incluindo	lipólise	e	autofagia	
Estratégia	alimentar	em	
que	se	intercala	
períodos	de	jejum	com	
períodos	de	
alimentação
21
22
Por	que	as	dietas	da	moda	são	tão	
populares	e	apresentam	tanto	adeptos,	
inclusive	por	nutricionistas?
23
24
25
26
27
DIETAS	MUITO	
RESTRITIVAS
Favorecem	uma	rápida	perda	
de	peso	e	ilusão	de	sucesso		
(2	a	3	semanas	iniciais)
Nessa	fase	inicial	ocorre	
perda	30	a	40%	de	tecido	
adiposo	e	perda	de	60	a	70%	
de	água	e	outros	substratos	
energéticos	(glicogênio	e	
proteínas)
1	g	de	glicogênio	retém	2	a	4	g	de	água
1	g	de	proteína	agrega	1	a	3	g	de	água
Dimuição	glicogênio	muscular	e	
aumento	oxidação	ptns	musculares
Perda	de	massa	muscular	\u2014>	
diminuição	do	metabolismo	basal
28
O	indivíduo	retoma	o	peso	
perdido	acrescido	de	mais	peso	
em	curto	espaço	de	tempo	após	
retomar	a	ingestão	energética	
normal
EFEITO	SANFONA
\u2193	do	gasto	
calórico
\u2193	leptina	\u2191	na	eficiência	
alimentar
\u2193	do	consumo	
calórico
Restabelecer	
estoques	de	TG	que	
foram	depletados
29
As	dietas	da	moda	que	promovem	restrição	calórica	
severa	não	são	adequadas	a	longo	prazo,	ao	contrário,	
elas	têm	efeito	adverso	na	perda	de	peso.
Estratégias	eficientes	para	o		
emagrecimento
30
Mudanças	
comportamentais	
na	dieta
Tratamento	
farmacológico
Tratamento	
cirúrgico
Tratamento	
psicológico/	
psiquiátrico
Mudanças	
comportamentais	
na	atividade	física
31
Estratégias	nutricionais	comumente	
utilizadas	pelos	praticantes	de	atividades	
físicas:	
!
- Restrição	de	calorias	
- Restrição	de	carboidratos	
- Restrição	de	lipídios	
- Jejum	
- Uso	de	termogênicos
32
Qual	a	melhor	dieta	
para	o	emagrecimento?
33
34
\u2022 Houve	maior	perda	ponderal	inicialmente	
nas	dietas	restritas	em	carboidratos	ou	do	
tipo	mediterrânea	
\u2022Contudo,	deve	ser	lembrado	que	muitos	
indivíduos	não	conseguem	seguir	uma	
dieta	com	restrição	de	CH,	possivelmente	
pelas	preferências	alimentares.	
\u2022O	abandono	da	dieta	pobre	em	CH	ocorre	
nos	primeiros	6	meses	de	seguimento,	
sendo	que	em	12	meses	essa	diferença	
deixa	de	ser	signi\ufb01cativa,	ou	seja,	ou	o	
indivíduo	adere	à	dieta	ou	desiste	
precocemente	dela
35
Atkins	(n	=	40)	-	restrição	CH	
Zone	(n	=	40)	-	40%	Ch/30%	Ptn/30%	Lip	
Vigilantes	do	peso	(n	=	40)	-	restrição	calórica	
Ornish	(n	=	40)	-	restrição	de	gorduras	
Após	2	meses	de	
esforço	máximo,	os	
participantes	
selecionaram	seus	
próprios	níveis	de	
aderência	à	dieta
36
37
E	o	jejum?	Potencializa	
o	emagrecimento?
38
39
40
41
42
E	dieta	hiperproteica?	Ajuda	
no	emagrecimento?
43
\u20222	grupos:	NP	(até	2	g/kg/dia	de	ptn)	e	HP	(>3g/kg/dia