Histologia Resumão
9 pág.

Histologia Resumão


DisciplinaHistologia M II349 materiais410 seguidores
Pré-visualização3 páginas
URINÁRIO: Composição sistema urinário: ureter, bexiga, uretra 
RIM: órgão parenquimatoso, possui parênquima e estroma. O estroma renal tem cápsula fina que reveste todo órgão. 
Possui 2 camadas tecido conjuntivo: uma de tecido conjuntivo frouxo e outra de tecido conjuntivo denso. É rica em tecido adiposo (Peri \u2013 renal ao redor do rim) e em crianças bebês é o tecido adiposo multilocular (gordura marrom).
Estrutura geral do rim: é composto por fibras reticulares e colágeno (sustentam o parênquima); não tem divisão septo e lóbulos.
- PARENQUIMA é formado por estrutura chamado de néfron (amarelo) e pelo ducto coletor. No parênquima passa o filtrado glomerular (primeiro)e a circulação arterial e venosa.
FORMAÇÃO UTRINA E ESTRUTURAS ENVOLVIDAS
CORPÚSCULO RENAL 
Tem uma relação íntima entre sistema circulatório e néfron. 
É onde inicia o processo de formação urina, onde o sangue é filtrado e há a formação do filtrado glomerular que é coletado por esse tubo e vai dando origem a urina. Algumas substâncias voltam para o sangue e outras são colocadas no filtrado glomerular.
PRINCIPAL componente: regulação pressão sanguínea esta relacionado com a formação urina
Para hipertensão é receitado diuréticos 
Componentes néfron didaticamente dividido: Glomérulo renal, Filtrado glomerular , Túbulo contorcido proximal (mais longo todos), Túbulo reto proximal, Alça de Henle ou alça do néfron tem uma porção espessa e delgada descendente e uma porção delgada e espessa ascendente, Túbulo reto distal e Túbulo contorcido distal (chega aqui pronta).
Estrutura néfron: RIM cortical (presença corpúsculos renais) e medular (só tubo, sem corpúsculos renais)
CORPÚSCULO RENAL: Estão presentes só na região cortical. É responsável por filtrar o sangue. Filtra o sangue e forma o filtrado glomerular( que se tornará urina) que não tem muito a ver com a urina, diferente do produto final(urina).
No corpúsculo renal tem o glomérulo renal é um emaranhado de vasos arteriais, de capilares, que não fazem trocas gasosas, o sangue ENTRA e SAI arterial, o glomerulo renal é o filtro do rim, esse emaranhado de vasos esta dentro de um cálice, onde a parte externa é chamada capsula glomerular que recolhe o filtrado glomerular. Entre glomérulo e a capsula glomerular tem parte branca que é o espaço glomerular. Dividido em pólo vascular (sangue entra por uma arteríola aferente passa pelo emaranhado de vasos é filtrado e sai esse sangue por uma arteríola eferente) sangue entra é filtrado e sai arterial, e pólo urinário é o local onde sai o túbulo contorcido proximal local onde o filtrado glomerular é capturado e segue o fluxo pelo nefron. ENTÃO: o filtrado glomerular segue pelo túbulo contorcido proximal.
CAPSULA: Dividida em 2 folhetos que se encontram no pólo vascular. A porção parietal é epitélio pavimentoso simples e porção visceral:
Glomérulos se vê:
Luz vasos e núcleos de célula - Núcleo células endoteliais
Núcleos células que formam porção visceral que são células chamadas podócitos + vasos sanguíneos foram à estrutura do filtro renal 
Tipo capilar encontrado no glomérulo renal é o capilar fenestrado 
PODOCITOS
Função: recobrir todo o vaso
Corpo dele não esta em contato direto com a membrana basal
Estas células possuem prolongamentos principais, chamados primários (paralelo luz vaso) a partir dos primários saem e os prolongamentos secundários (perpendiculares a luz do vaso). Há uma inter-digitação entre os prolongamentos secundários de outro podócito que se encaixam com os prolongamentos secundários de outro podócito.
Porção visceral acontece à filtração: Arteríola aferente (que entra) mais grossa do que a eferente (que sai) assim, a pressão do sangue no glomérulo aumenta. O principio de filtração (mangueira preta de regar jardim) é somente mecânico. Há por essa diferença de espessura dos vasos, um aumento na pressão hidrostática (pressão maior entrando e saída fechada ou menor) e também aumento pressão oncótica. 
Uma das formas de ação dos diuréticos: é causar vaso constrição da arteríola eferente (sai) e assim aumenta a pressão, filtragem.
Sangue dentro do vaso, tudo que partícula que for menor que a fenda de filtração vai passar do SANGUE para CÁPSULA.
Membrana de filtração rim: Fenda de filtração = espaço entre os pés dos podócitos (tem espaço entre um podócito e outro padrão) NÃO É O ÚNICO FILTRO.
Estrutura que forma filtro glomerular é composta pela fusão da membrana basal do endotélio com a membrana basal podócitos e essa MEMBRANA FORMADA, forma o filtro glomerular.
MEMBRANA FORMADA é semelhante a uma membrana basal, composta pela fusão de 2 membranas basais (do endotélio + dos podocitos)
 MEMBRANA FORMADA + fendas de filtração formam o filtro glomerular. Qualquer substância menor que os poros do filtro, vai sair! É uma seleção física.
Existem 3 tipos celulares no glomérulo renal: Núcleo célula endotelial
Núcleo podocitos - Núcleo de células mesangiais (tem a função de: Limpar o filtro glomerular) filtro entope> células limpam filtro por fagocitose; além de conferirem suporte estrutural ao glomérulo e regularem o fluxo sanguíneo. Mas, com a coloração em HE não da pra diferenciar, só com marcação especifica.
TÚBULO CONTORCIDO PROXIMAL: FUNÇÃO: reabsorver para o sangue o que ainda é útil e secretar algo que não tenha saído do filtrado (não útil) no proprio túbulo. 
 É formado por Epitélio cúbico simples, nas células cúbicas a região cortical possui uma borda em escova e o citoplasma é bem vermelho (pela grande quantidade de mitocôndrias) esse tubo tem a função de reabsorver 80% substrato, que voltam para o sangue. Esse túbulo é a porção mais ativa do nefron. Porção basal das células cúbicas não é reta, possuem dobras na porção basal e iner-digitações, justamente porque precisa ter muita transito de substancia, tanto do filtrado para sangue, quando do sangue para filtrado. Tem as que substancias que voltam para sangue = água, eletrólitos, aminoácidos e carboidratos (pequenos) proteínas pequenas.
ALÇA DO NEFRON: FUNÇÃO concentrar a urina e aumentar à densidade da urina. Retira à água. 
A porção distal da alça é ascendente e impermeável a água então a água sai porção descendente e não consegue voltar na porção ascendente. Porção espessa epitélio cúbico simples e porção delgada epitélio pavimentoso simples.
TÚBULO CONTORCIDO DISTAL
Região cortical
FUNÇÕES : 1) reabsorção de água quando necessário (sofre ação do hormônio aldosterona)
 2) mantem o equilíbrio acido básico através do transito de eletrólitos (íons) 
Esse túbulo (distal) é menos biologicamente ativo, as células são diferentes, não tem a borda em escova.
Túbulo PROXIMAL LUZ FICA ENTUPIDA, TAMPADA DEVIDO A PRESENÇA DAS CELULAS COM BORDA EM ESCOVA. 
DISTAL a luz dele é mais clara .
Forma uma estrutura que é de importância muito grande na regulação da pressão sanguínea: o aparelho justa glomerular= O túbulo distal passa entre as duas arteríolas e forma o aparelho Justa glomerular.
 Função: atuar no aparelho renina angiotensina que regula a tensão da parede dos vasos, portanto a pressão dos vasos.
Renina é a enzima que transforma angiotensinogenio em angiotensina.
A pressão sanguínea é regulada principalmente pelo aparelho justa glomerular (formado por três tipos celulares diferentes: mácula densa, células justa-glomerulares e modificações das células musculares lisas da arteríola aferente e eferente). Tem células brancas chamadas mesangiais Regulação aparelho justa glomerular é feita pela célula mácula densa que tem núcleos mais juntos.
Mácula densa tem receptores que detectam sódio no filtrado glomerular 
MUITO sódio a urina, ela está mais concentrada, tem QUE AUMENTAR A PRODUÇÃO URINA
Hipertensos não podem comer sal porque ele vai aumentar pressão sanguínea. 
Macula densa detecta a concentração da urina (muito sódio ou pouco sódio) e manda a célula justa-glomerular a produzir maior ou menor quantidade de renina que regula pressão sanguínea.
SUBTANCIA QUE SAI do túbulo contorcido distal já é urina e vai para sistema