Aula 1   Antecedentes filosóficos do cognitivismo
18 pág.

Aula 1 Antecedentes filosóficos do cognitivismo

Disciplina:Teorias e Sistemas Psicológicos IV417 materiais1.840 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*

*
*

Antecedentes Filosóficos do Cognitivismo
Professora Erika Cristiane
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

A Psicologia cognitiva
a Psicologia Cognitiva é o estudo de como as pessoas percebem, aprendem, lembram-se e pensam sobre a informação.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV
Linguagem
Inteligência
Memória
Atenção
Percepção
Resolução de problemas

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

A proposição de um conhecimento novo
Tese

Antítese

Síntese
No século XVIII, o filósofo alemão Immanuel Kant (1724-1804) sintetizou dialeticamente as idéias de Descartes e Locke argumentando que tanto o Racionalismo como o Empirismo têm seu lugar.
Atualmente, a maioria dos psicólogos aceita a síntese de Kant.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Início do estudo da Psicologia Cognitiva
Duas abordagens diferentes para a compreensão da mente humana:

Racionalismo e

Empirismo

Ambos são heranças da filosofia que influenciam até hoje o modo da ciência abordar a mente.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Racionalismo
Os conhecimentos não vêm da experiência e são elaborados somente pela razão.

René Descartes (1596-1650) postulou
a separação entre mente (alma, espírito)
e corpo.
O que podemos acreditar como verdade?
 Qual o caminho (método) para chegar a
verdade?
Duvidar dos meus sentidos, mas não dos meus pensamentos (razão).
“Penso, logo existo”.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Racionalismo
O racionalista acredita que o caminho para o conhecimento se dá por meio da análise lógica.

o Racionalismo é muito importante no desenvolvimento de uma teoria.

Vale considerar que as teorias racionalistas, sem qualquer ligação com a observação, não podem ser válidas.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Empirismo
Só aceita verdades que possam ser comprovadas pelos sentidos.
O empirista inglês John Locke (1632-1704)
era muito entusiasmado com o método da
observação empírica.
Locke acreditava que os seres humanos
nascem sem qualquer conhecimento.
O conceito de Locke para isso é o termo tábula rasa (que em latim significa "folha de papel em branco").

Apoia a investigação empírica da Psicologia.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Antecedentes Psicológicos da Psicologia Cognitiva
Estruturalismo x Funcionalismo

Estruturalismo: quais eram os conteúdos elementares (estruturas) da mente humana?

Funcionalismo: como e por que a mente funciona?

O conhecimento só pode ser validado por sua utilidade: o que se pode fazer com isto?
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Antecedentes Psicológicos da Psicologia Cognitiva
 O Behaviorismo - a Psicologia deveria se concentrar apenas na relação entre o comportamento observável e os eventos ou estímulos ambientais.
A ideia era materializar o que tenha sido denominado de "mental".
Quaisquer hipóteses a respeito de pensamentos e formas de pensar internas são mera especulações.
John Watson (1878-1958) - O "pai" do Behaviorismo metodológico, primeira forma de behaviorismo.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Antecedentes Psicológicos da Psicologia Cognitiva
 Watson não via qualquer utilidade para os conteúdos ou mecanismos mentais internos.
Ele acreditava que os psicólogos deveriam se concentrar apenas no estudo do comportamento observável.
Ele descartou o pensamento, considerando-o fala subvocalizada.
Principalmente por causa da presença intensa de Skinner, o Behaviorismo dominou o campo de estudos da Psicologia por muitas décadas.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Antecedentes Psicológicos da Psicologia Cognitiva
Uma crítica ao Behaviorismo, realizada por Bandura, é que o aprendizado não surge apenas em função de recompensas diretas pelo comportamento.
Também pode ser social, resultando de observações das recompensas ou punições dadas aos outros.
A capacidade para aprender por meio da observação está bem documentada e pode ser comprovada em seres humanos e outros animais.
Aprendizado social - abre caminho para se examinar o que está acontecendo na mente do indivíduo.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Antecedentes Psicológicos da Psicologia Cognitiva

Dentre os inúmeros críticos ao Behaviorismo, os psicólogos da Gestalt certamente estão entre os mais ávidos.
Os gestaltistas estudaram o insight, buscando entender o evento mental não observável.

A máxima "o todo é diferente da soma de suas partes" resume muito bem a perspectiva gestaltista.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

O Surgimento da Psicologia Cognitiva
Uma abordagem mais recente é o Cognitivismo, ou seja, a crença de que grande parte do comportamento humano pode ser compreendida a partir de como as pessoas pensam.
O Cognitivismo é, em parte, uma síntese das formas anteriores de análise, como o Behaviorismo e o Gestaltismo.
Inteligência artificial – Ex.: programas de jogo de xadrez, que conseguem vencer os seres humanos – colaborou para aplicar a mente a metáfora computacional.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

O Surgimento da Psicologia Cognitiva
Renascimento do mentalismo.
A psicologia cognitiva surgiu entre os anos 1950-1960.
Um dos marcos da nova Psicologia Cognitiva foi a publicação do livro: Cognitive Psychology (1967), de Ulric Neisser.
Por volta de 1970, a Psicologia Cognitiva já era reconhecida como importante campo de estudos da Psicologia, dispondo de um conjunto específico de métodos de pesquisa.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Definição de Cognição (NEISSER, 1967)
	Todos os processos pelos quais o estímulo sensorial é transformado, elaborado, armazenado, recuperado e usado.

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Referências
	STERNBERG, R. J. Psicologia Cognitiva. 5ª ed. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2010, cap. 1.
	
	SCHULTZ, D. P.; SCHULTZ, S. E. História da Psicologia Moderna. Cengage Learning: São Paulo, 2009.
Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*
*

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

Teorias e Sistemas Psicológicos IV

*