4 pág.

exercicio3

Disciplina:Pedagogo186 materiais191 seguidores
Pré-visualização1 página
HISTÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES
CEL0495_A3_201102166405_V3 

	
		Lupa
	 
	Calc.

	
	
	 
	 

	 
	
Vídeo
	
PPT
	
MP3
	 

	Aluno: ISABEL CRISTINA MARQUES PIRAJA MONTEIRO
	Matrícula: 201102166405

	Disciplina: CEL0495 - HIST DOS POVOS INDÍG 
	Período Acad.: 2018.1 EAD (G) / EX

	
Prezado (a) Aluno(a),

Você fará agora seu EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha (3).
Após a finalização do exercício, você terá acesso ao gabarito. Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS.

	

	
		

	

		1.

		Em virtude da proibição do tráfico negreiro, muitos latifundiários buscaram alternativas para manutenção de sua produção. Em relação a esse assunto é correto afirmar que: 

I - Teve início um crescente tráfico interno, ou seja, áreas de produção menos expressiva vendendo seus escravos para as regiões cafeeiras. 
II - Houve um crescente estímulo às uniões entre escravos já que, tradicionalmente, esses indivíduos tinham uma taxa de fertilidade altíssima. 
III - Muitos traficantes continuaram trazendo escravos para o Brasil, cobrando preços altos e inflacionando o valor da mão-de-obra.

	

	

	
	
	apenas I e II estão corretas.

	
	
	apenas II está correta.

	
	 
	apenas I e III estão corretas.

	
	
	apenas III está correta.

	
	
	apenas I está correta.

	
	Gabarito Coment.
	

	

	
		

	

		2.

		O tráfico negreiro foi uma realidade no Brasil durante três séculos e meio. Sobre essa atividade é correto afirmar que: 

I - Era extremamente lucrativo embora muito africanos morressem ao longo da viagem. 
II - Os africanos eram transportados em condições insalubres nos tumbeiros. 
III - A partir do século XVIII houve maior humanização no transporte dos africanos.

	

	

	
	 
	apenas I e II estão corretas

	
	
	apenas II está correta

	
	
	apenas I e III estão corretas

	
	 
	apenas I está correta

	
	
	apenas III está correta

	

	

	
		

	

		3.

		Sobre as características da sociedade escravista colonial da América portuguesa estão corretas as afirmações abaixo, À EXCEÇÃO de uma. Indique-a.

	

	

	
	 
	A partir do século XVI, com a introdução da mão-de-obra escrava africana, a escravidão indígena acabou por completo em todas as regiões da América portuguesa.

	
	
	Em algumas regiões da América portuguesa, os senhores permitiram que alguns de seus escravos pudessem realizar uma lavoura de subsistência dentro dos latifúndios agroexportadores, o que os historiadores denominam de ¿brecha camponesa¿.

	
	
	O início do processo de colonização na América portuguesa foi marcado pela utilização dos índios denominados ´´negros da terra´´ como mão-de-obra.

	
	 
	Na América portuguesa, ocorreu o predomínio da utilização da mão-de-obra escrava africana seja em áreas ligadas à agro-exportação, como o nordeste açucareiro a partir do final do século XVI, seja na região mineradora a partir do século XVIII.

	
	
	Nas cidades coloniais da América portuguesa, escravos e escravas trabalharam vendendo mercadorias como doces, legumes e frutas, sendo conhecidos como ¿escravos de ganho¿.

	
	Gabarito Coment.
	

	

	
		

	

		4.

		Sobre a importância da mão de obra indígena, podemos afirmar que:

	

	

	
	 
	Os índios foram os primeiros escravos da lavoura açucareira e, mesmo após a introdução dos escravos africanos eles permaneceram escravizados.

	
	
	A troca da mão de obra africana pela indígena aconteceu por que os africanos eram mais adaptáveis ao trabalho na lavoura açucareira e à escravidão por serem menos rebeldes do que os índios.

	
	
	O conhecimento do território e o fato do indígena considerar o trabalho na gricultura humilhante tornaram inviável sua escavização.

	
	 
	A troca da mão de obra indígena pela africana foi o fator que possibilitou a introdução da lavoura açucareira no Brasil pois os índios não se adaptaram a este tipo de atividade.

	
	
	O período de sua utilização foi muito curto pois eles eram preguiçosos não se adptando assim a lógica da lavoura açucareira.

	
	Gabarito Coment.
	

	

	
		

	

		5.

		A substituição da mão-de-obra indígena pela africana ocorreu, sobretudo, ao(s) seguinte(s) fator(res): 

I. falta de adaptação do indígena ao conceito de produção com intuito de acumulação. 
II. menor lucro advindo do tráfico negreiro em detrimento da escravização do indígena. 
III. decréscimo populacional indígena em virtude de epidemias e extermínios associados aos europeus.

	

	

	
	
	apenas II está correta.

	
	 
	apenas III está correta.

	
	 
	apenas I e III estão corretas.

	
	
	apenas I está correta.

	
	
	apenas I e II estão corretas.

	
	Gabarito Coment.
	

	

	
		

	

		6.

		Ao longo do século XVI, o escravo negro foi introduzido no sistema colonial português, o que teve como resultado:

	

	

	
	 
	a progressiva substituição da escravidão do índio pela escravidão do negro, o que não resultou na eliminação completa da escravidão indígena, que continuou a existir durante todo o período colonial.

	
	
	a cristianização em massa dos negros recém ingressos na América Portuguesa, o que aumentou consideravelmente a qualidade de vida dessas pessoas.

	
	 
	o fracasso da escravidão negra, o que provocou a retomada da escravidão indígena.

	
	
	a progressiva substituição da escravidão do índio pela escravidão do negro, o que fez com que a cultura indígena passa a ser respeitada em todos os território da América Portuguesa.

	
	
	a extinção imediata da escravização do índio.

	

	

	
		

	

		7.

		Se estabelecermos uma comparação do modelo de escravidão indígena e africana no século XVI no Brasil podemos afirmar que eram:

	

	

	
	
	A africana era mais branda que a dos índigenas

	
	 
	Semelhantes

	
	 
	Muito diferentes

	
	
	A indígena era mais branda que a africana

	
	
	No século XVI não há escravidão negra no Brasil

	
	Gabarito Coment.
	

	

	
		

	

		8.

		Após a longa travessia, quando finalmente desembarcavam nos portos da América portuguesa, a situação de boa parte dos africanos era péssima. Aqueles que tinham conseguido aguentar a viagem passavam por um breve exame médico e eram rapidamente vendidos. O que acontecia com aqueles que chegavam doentes ou muito debilitados?

	

	

	
	
	Em muitos casos, eles tinham que continuar a viagem, só que agora pelo interior do Brasil;

	
	 
	Eram vendidos mais barato porque o dono assumia o custo do tratamento;

	
	 
	Passavam por um processo de quarentena em galpões localizados na região portuária e assim que estivessem mais fortes, eram levados para os mercados onde seriam comprados;

	
	
	Assim que estivessem mais fortes, eram levados de volta à África.

	
	
	Recebiam um rápido atendimento e eram designados para desempenhar tarefas leves e assim que estivessem mais fortes, eram levados para os mercados onde seriam comprados;

	
	Gabarito Coment.