A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
INSTRUMENTOS ODONTOLOGICOS CIRURGICOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

INSTRUMENTOS ODONTOLOGICOS CIRURGICOS
Bisturi com cabo 
Os bisturis são compostos de um cabo e uma lâmina
afiada e descartável. O bisturi com cabo numero 3 e com a lâmina número 15 é o mais comumente utilizado.
Lâminas de Bisturi
Lâminas de bisturi utilizadas em cirurgia oral, incluindo as de numero 10, numero 11, numero 12 e numero 15, da esquerda para direita. O bisturi é segurado como uma caneta a fim de proporcionar máximo controle.
Descolador de periósteo de Molt numero 9
Instrumento utilizado com maior frequência na cirurgia oral
Possui uma ponta afiada e pontiaguda que é utilizada para inicar o descolamento e para descolar papila gengival interdental
Na outra extremidade possui uma ponta mais larga e arredondada para continuar o descolamento de periósteo 
Afastador de Austin
O afastador de Austin é um afastador em ângulo reto
que pode ser usado para afastar a bochecha, a língua ou os retalhos.
Afastador de minessota
O afastador de Minnesota é um afastador angulado
utilizado para afastar a bochecha e retalhos. 
 
Pinça de tecido de Adson
A pinça de tecido de Adson delicada e pequena é
utilizada para estabilizar(apreender) com delicadeza o tecido mole para sutura
ou dissecção.
Pinça de tecido de Allis
A pinça de tecido de Allis é útil para apreender e
manter grandes quantidades do tecido que será excisado. A pinça de Allis é segurada da mesma maneira que o porta-agulhas. Também pode ser utilizada em biópsias. 
 Pinça hemostática 
Quando não conseguimos conter uma hemorragia de veia ou artéria apenas com compressão, utilizamos uma pinça hemostática 
Podem ser delicadas ou maiores e são retas ou curvas 
Remoção de tecido de granulação dos alvéolos dentários 
Apreensão de pequenas pontas de raiz.
 Pinça hemostática do tipo curva
Pinça hemostática do tipo reto
 9- Pinça Goiva 
A pinça-goiva é uma pinça para cortar osso que possue um cabo com molas.
É o instrumental mais comumente utilizado para a REMOÇÃO DE OSSO em cirurgia dentoalvelar.
 
Cinzel Cirúrgico e Martelo
Martelo e cinzéis cirúrgicos podem ser utilizados para remover osso, sempre são utilizados em conjunto.
O cinzel pode ser biangulado ou monoangulado, sendo o biangulado para ODONTOSSECÇAO e o monoangulado para OSTEOTOMIA 
São muito utilizados para operar Tórus 
10-Lima para osso
A lima para osso possui duas pontas, uma ponta pequena e outra maior a fim de alisamento de pequenas bordas cortantes ou espículas ósseas. 
11-Porta agulha tipo Mayo-Hegar
É um instrumento com cabo e uma ponta atraumática e curva.
As pontas do porta agulha são menores e mais resistentes que as de um hemostático. A face ativa da ponta do porta agulha apresenta ranhuras dispostas de forma quadriculada.
A face do hemostato apresenta ranhuras paralelas que não permitem a apreensão estável da agulha.
IMAGEM COM CIRCULO PRETO: porta agulha Mayo- Hegar
IMAGEM COM CIRCULO VERMELHO: hemostato
12- Cureta Periapical ou Cureta Alveolar Tipo Lucas
Sua principal utilidade é na remoção de granulomas ou pequenos cistos das lesões periapicais, porém, a cureta é também utilizada para remover pequenas quantidades de restos de tecido, tecido de granulação do alvéolo dental. A cureta periapical é um instrumento com duas pontas em forma de colher.
Curetas prateadas claras: curetas tipo Lucas 
Curetas prateadas escuras: curetas periapicais
 
 13-Tesoura de tecido mole Metzenbaum 
É utilizada para divulsão e corte de tecido. A tesoura de Metzenbaum está disponível tanto com pontas afiadas quanto com pontas rombas(arredondadas).
14- Tesoura de tecido mole Iris 
O último instrumental necessário para sutura é tesoura Iris, onde normalmente tem pontas cortantes curtas e curvas, pois seu único proposito é cortar suturas.
15-Alavancas 
Possui a função de luxar o dente, rompendo as fibras do ligamento periodontal e expandindo a cortical óssea 
Remover as raízes fraturadas ou seccionadas cirurgicamente
Alavanca número 301
Frequentemente utilizada para iniciar a luxação de um dente erupcionado antes do uso do fórceps.
16-Fórceps
Instrumento usado para remover o dente do osso alveolar .
É a primeira força utilizada para extração de um dente 
 Aplicação:
Nº 1: Indicado para incisivos e caninos superiores.
Nº 16 ou 23: Indicado para molares inferiores destruídos, ambos os lados, conhecido como chifre de touro.
Nº 17: Indicado para molares inferiores, ambos os lados. 
Nº 18L: Indicado para molares superiores, lado esquerdo. 
Nº 18R: Indicado para molares superiores, lado direito.
Nº 53L: Indicado para extração de molares superiores do lado Esquerdo.
Nº 53R: Indicado para extração de molares superiores do lado direito.
Nº 65: Indicado para raízes superiores, ambos os lados.
Nº 68: Indicado para extrações de raízes de dentes inferiores.
Nº 69: Indicado para fragmentos e raízes inferiores. 
Nº 150: Indicado para pré molares, incisivos e caninos superiores.
Nº 151: Indicado para pré molares incisivos e e caninos inferiores.
17- Brocas cirúrgicas Esféricas 
Utilizadas para OSTEOTOMIA e exposição de um dente incluso, sendo as mais utilizadas as de número 4,6 e 8
Primeira imagem sentido esquerda para direita: broca carbide número 8
Segunda imagem sentido esquerda para direita: broca carbide número 4
Terceira imagem sentido esquerda para direita: broca carbide número 6
18- Brocas cirúrgicas 702 e Zekrya Longa 
São brocas utilizadas durante a ODONTOSSECÇÃO 
 
 
Primeira imagem sentido esquerda para direita: broca 702
Segunda imagem sentido esquerda para direita: broca Zekrya Longa
 
 
19- Pinça para campo tipo Backhaus 
 
Tem como finalidade fixar os campos cirúrgicos 
20- Seringa Carpule 
As seringas do tipo refluxo(carpule) permitem a detecção de injeção intravascular.
20- Sindesmótomo 
Utilizado para fazer a sindesmotomia, que é a desinserção das fibras gengivais que rodeiam o dente , antes de uma exodontia.